ColunistaExtreme EPost

Em última batalha, equipe de Nico Rosberg conquista primeiro título da Extreme E

A equipe de Lewis Hamilton foi a melhor no confronto final, mas no critério de desempate, a RXR conquistou o primeiro título

A primeira temporada da Extreme E foi encerrada com o XPrix Jurássico, prova que foi disputada em Dorset, na Inglaterra. A equipe de Nico Rosberg, formada por Johan Kristofferson e Molly Taylor, foram os campeões da categoria off-road elétrica.

A vitória na etapa ficou com a equipe de Lewis Hamilton, a X44, carro que é guiado por Cristiana Gutiérrez e Sébastien Loeb, a conquista fez o time empatar com a equipe de Nico Rosberg, mas como eles tinham mais vitórias ao longo da temporada, no critério de desempate, o alemão levou a melhor.

A equipe de Lewis Hamilton chamava a atenção por ter boas atuações na temporada, mas eles também ficaram marcados por diversos problemas. Entretanto, no XPrix Jurássico, eles conseguiram a pole position, foram perfeitos na semifinal e ainda celebram a vitória.

“Estamos muito contentes por sermos coroados como os campeões da primeira temporada do Extreme E e estou muito orgulhoso de toda a equipe RXR. A equipe trabalhou muito durante toda a temporada e teve um desempenho consistente, correndo em alguns dos locais mais remotos do mundo. Ser campeão é uma honra”, Nico Rosberg, o fundador e CEO da RXR.

Kristofferson e Taylor precisavam apenas estar dentro do top-4 no último XPrix para obter o título. Na batalha, Molly enfrentou problemas com o Odissey21, perdendo um pouco de contato com o restante do pelotão, enquanto a equipe Sainz e Sanz atacavam ela, mas o seu companheiro conseguiu manter a equipe na quarta posição, o que era suficiente para dar o título a eles.

Molly Taylor e Johan Kristoffersson garantiram o título para Rosberg X Racing – Foto: Extreme E

Na etapa, Mikaela Ahlin-Kottulinsky e Kevin Hansen ocupavam a segunda posição, com o carro da JBXE, equipe de Jenson Button. Enquanto a Andretti United foi a terceira colocada, com a dupla formada por Catie Munnings e Timmy Hansen.

“É fantástico, está foi uma nova competição, uma nova equipe e novos locais, mas trabalhamos muito para chegar aqui, e ser campeão é realmente incrível. Molly [Taylor] guiou de forma excelente hoje, administrando as condições desafiadoras e eu sabia que tudo o que me restava era não cometer erros e trazer o carro para casa com segurança. Estamos muito satisfeitos por sermos campeões e ansiosos para comemorar com a equipe”, disse Johan Kristoffersson.

“É uma sensação incrível ser o primeiro vencedor do campeonato de Extreme E. Esta temporada foi brutal, correndo em algumas das partes mais remotas do mundo em condições verdadeiramente extremas, mas trabalhamos juntos como uma equipe e estamos encantados com este resultado. O nervosismo estavam definitivamente lá hoje, mas Johan [Kristoffersson] e eu mantivemos nossos olhos no prêmio, e todo o esforço da equipe ao longo de muitos meses nos trouxe a este ponto hoje”, disse Molly Taylor.

“Um grande parabéns, aos nossos pilotos, Molly Taylor e Johan Kristoffersson, que foram excelentes durante toda a temporada. Viemos para o Extreme E para aumentar a conscientização sobre as mudanças climáticas e promover a sustentabilidade, mas também como uma equipe de corrida, queremos vencer e, por isso, lembraremos desse sentimento para sempre”, completou Rosberg.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados