ColunistaDestaquesDTMPost

#DTMNurburgring – RENÉ RAST É BI-CAMPEÃO!!!

llRESUMO DA R1

Tudo levava a crer que seria uma disputa acirrada entre René Rast e Nico Müller até o final do campeonato. Mas, não foi isso o que aconteceu. Graças a um erro crucial de Nico Müller segundos antes da corrida começar: Queimou a largada! Nico Müller fez uma ótima classificação, com o terceiro tempo, e pôs tudo a perder com um erro “afobado”. Na volta 3 já veio o aviso de uma punição, um Drive Through, que foi cumprida na volta 6. Após isso, não avançou, errou estratégia, fez mais duas paradas no box para trocar pneus, e terminou em último.

René Rast ainda não estava garantido como campeão de 2019, mas fez tudo que precisava para preparar o terreno para Domingo. Podemos dizer que venceu de ponta a ponta, apesar de ter perdido a liderança da corrida durante a rodada de troca de pneus. Seus adversários mais próximos foram Mike Rockenfeller, que abandonou na volta 25 com vazamento de óleo, e Bruno Spengler que herdou o P2 de Bruno Spengler e terminou a quase 11 segundos atrás de René Rast. Marco Wittmann se recuperou muito bem de uma classificação ruim, e de P11 terminou em P3.

A corrida proporcionou vários momentos “side by side”, que fez o público vibrar muito. Na volta 9, Jonathan Aberdein e Bruno Spengler se estranharam na entrada da última chincane, e Sheldon Van Der Linde aproveitou e Jonathan Aberdein e assumiu a P4. Na freada do hairpin, na volta 10, Jonathan Aberdein tentou dar o troco, mas imediatamente tomou um X.

Na volta 20, Sheldon Van Der Linde e Jonathan Aberdein, que já haviam trocado pneus, disputaram o P12 porta com porta o primeiro setor, e Loic Duval se junto a eles no segundo setor, e ultrapassou Sheldon Van Der Linde no final da volta e assumindo o P13.

Mas o melhor veio na volta 28, após a rodada de troca de pneus. Robin Frijns se aproveitou de uma briga entre Nico Müller e Paul Di Resta, e deu um bote nos dois na primeira curva e assumiu o P12. Muito semelhante ao que Jamie Green fez com Timo Glock e Jake Dennis em Zolder.

llConfira o resultado da R1:

llRESUMO DA R2

A R2 foi um pouco mais morna, em comparação com a R1. Os grandes momentos de tensão foram nas voltas finais, já que havia uma grande chance do título ser decidido ainda nesta corrida. E, de fato, assim aconteceu.

Jamie Green foi o Pole-Position, e René Rast largou em P2. Os adversários de René Rast decepcionaram na classificação, afinal, o oitavo tempo para Marco Wittmann e décimo quarto para Nico Müller não eram as posições ideais para postulantes ao título.

Na largada, René Rast conseguiu assumir a ponta ainda na primeira curva, e manteve Jamie Green em segundo até a rodada de troca de pneus, quando as posições se inverteram. Jamie Green conseguiu assumir a liderança que havia perdido na largada, e René Rast não teve ritmo mais alcançá-lo.

Marco Wittmann tentava ser a melhor BMW durante a corrida, contra o batalhão da Audi. Na volta 26 começou a cair a ficha de que não era seu dia, e nem seu ano. Aparentemente com problemas de câmbio, Marco Wittmann parou na área de escape e tentou a todo custo fazer o carro funcionar novamente. Ele até conseguiu, mas não por muito tempo. Na volta 29 a equipe já pediu para retornar aos boxes e abandonar. Fim de prova, e fim das esperanças de título. Afinal, tanto para Marco Wittmann, quanto para Nico Müller, matematicamente ainda era possível levar a disputa até Hockenheim, caso René Rast abandonasse.

Nico Müller tentava fazer uma corrida de recuperação. Fez várias ultrapassagens na pista, ousou na estratégia e parou mais cedo, na esperança de entrar um Safety-Car. No meio da corrida, Robin Frijns travou uma batalha com ele pela P5, e o ultrapassou. Parecia que seu companheiro de equipe iria atrapalhar, mas pelo contrário. O ritmo de Robin Frijns estava muito bom, e além de ultrapassar Nico Müller, ainda foi buscar Loic Duval, René Rast e por meio segundo não venceu a corrida.

Jamie Green segurou o ritmo alucinante de Robin Frijns nas últimas voltas para quebrar seu jejum de vitórias de dois anos, desde a R1 de Hockenheim em 2017.

Nico Müller, com pneus bem desgastados, não conseguiu segurar Jonathan Aberdein e teve de se contentar com o P6.

Com o abandono de Marco Wittmann, e Nico Müller terminando em P6, René Rast terminou em P3 e abriu exatamente 56 pontos de vantagem. Exatamente o número de pontos necessários para ser campeão. Caso Nico Müller faça duas Pole-Positions (3 pontos cada), e vença as duas corridas finais (25 pontos cada), René Rast mesmo que não marque nenhum ponto, ainda seria campeão pelo número de vitórias.

René Rast fez sua estréia no DTM em 2016 pela equipe Rosberg, disputando apenas três corrida. Em 2017 foi campeão por 3 pontos de vantagem para Mattias Ekström, vice-campeão de Gary Paffett por 4 pontos em 2018, e em 2019 garante seu Bi-Campeonato com uma etapa de antecedência.

Confira o resultado da R2:

lll ASSISTA NO YOUTUBE

Neste ano de 2019, nenhuma emissora no Brasil está transmitindo a categoria. Portanto, o canal oficial do DTM libera todos os vídeos e transmissões ao vivo para o território brasileiro por todas as etapas.

Confira a R1 & R2 da etapa de Nurburgring:

lll OPINIÃO DO COLUNISTA

Sem dúvida nenhuma, a R1 foi a melhor corrida da temporada. Uma pena não ter as mesmas emoções na R2, mas a tensão pela disputa do título também nos deixou de olho no monitor (ou TV, ou smartphone, ou tablet) o tempo todo.

Na R2, havia uma expectativa “ruim”. O Pole-Position, Jamie Green, é companheiro de equipe de René Rast. Ou seja, é inegável que o receio por manobras da equipe para favorecer René Rast poderia acontecer em algum momento da prova. Por isso toda a atenção aos rádios da equipe. Mas isso não se confirmou. Tanto que Jamie Green teve um ritmo bem superior ao de René Rast. O mesmo receio na equipe de Nico Müller, quando Robin Frijns o ultrapassou. Mas vimos que Robin Frijns não estava nem aí, ele queria mesmo era aproveitar seu ritmo e tentar vencer. E faltou pouco. Quem sabe se tivesse mais uma volta?

Sobre os postulantes ao título: Nico Müller foi bem, evoluiu e cresceu muito na tabela de pontos da metade da temporada em diante, mas decepcionou muito quando não poderia. Queimou a largada na R1, perdendo pontos importantíssimos. Na classificação da R2, parece que teve problemas e fez um péssimo tempo. Tentou se recuperar na corrida de Domingo, mas já tinha jogado tudo pela janela no Sábado.

Marco Wittmann fez o que pôde. Em uma ou outra etapa que realmente não esteve bem, mas praticamente todos os seus abandonos não foram por sua culpa. Não sei se podemos chamar de azar, ou se simplesmente “não era o suficiente” para bater René Rast. Porém, o vice ainda é possível.

O que falar de René Rast? Foi o melhor piloto do campeonato. Não me lembro de ter ficado decepcionado com o piloto René Rast em nenhum momento do campeonato. O que mostra que sempre alcançava o melhor resultado possível de forma muito competente. O campeonato está em boas mãos. PARABÉNS, RENÉ!!!

lll CLASSIFICAÇÃO APÓS LAUSITZRING

1 René Rast (Campeão) Audi RS5 Turbo DTM 279
2 Nico Müller Audi RS5 Turbo DTM 223
3 Marco Wittmann BMW M4 Turbo DTM 182
4 Mike Rockenfeller Audi RS5 Turbo DTM 145
5 Philipp ENG BMW M4 Turbo DTM 144
6 Robin Frijns Audi RS5 Turbo DTM 139
7 Loïc Duval Audi RS5 Turbo DTM 123
8 Jamie Green Audi RS5 Turbo DTM 105
9 Bruno Spengler BMW M4 Turbo DTM 100
10 Jonathan Aberdein Audi RS5 Turbo DTM 67
11 Joel Eriksson BMW M4 Turbo DTM 51
12 Sheldon Van Der Linde BMW M4 Turbo DTM 42
13 Timo Glock BMW M4 Turbo DTM 37
14 Daniel Juncadella Aston Martin Vantage DTM 23
15 Pietro Fittipaldi Audi RS5 Turbo DTM 22
16 Paul Di Resta Aston Martin Vantage DTM 15
17 Jake Dennis Aston Martin Vantage DTM 12
18 Ferdinand Habsburg Aston Martin Vantage DTM 3
19 Andrea Dovizioso Audi RS5 Turbo DTM 0

lll CALENDÁRIO 2019

Etapas concluídas:

04 e 05 de Maio – Hockenheim (Alemanha)

18 e 19 de Maio – Zolder (Bélgica)

08 e 09 de Junho – Misano (Itália)

06 e 07 de Julho – Norisring (Alemanha)

20 e 21 de Julho – Assen (Holanda)

10 e 11 de Agosto – Brands Hatch (Inglaterra)

24 e 25 de Agosto – Lausitzring (Alemanha)

14 e 15 de Setembro – Nürburgring (Alemanha)

Etapas restantes:

05 e 06 de Outubro – Hockenheim (Alemanha)

#DTMLausitzring – Müller desconta 17 pontos de Rast

#DTMBrandHatch – BMW vence uma, mas toma uma surra da Audi!

#DTMAssen – Wittmann e suas corridas de recuperação!

https://boletimdopaddock.com.br/dtmnorisring-bruno-spengler-se-estabelece-como-mr-norisring/34981

#DTMMisano – Montanha-russa de Wittmann – Müller quebra jejum de vitórias

#DTMZolder – “DTM precisa de circuitos de grandes bolas como Zolder”

#DTMHockenhein – Wittmann e Rast brilham na abertura do DTM 2019

Subscribe to
BPCast

Or subscribe with your favorite app by using the address below

Etiquetas
Mostrar mais

Bruno Shinosaki

Hoje eu não sou apenas um fã de Formula 1, eu me considero sim um grande fã de esporte a motor. Sempre acompanhando e tentando aprender mais. No momento, principalmente pelo site/canal, tenho focado muito em Formula 1, Moto3, Moto2, MotoGP, Superbike, IndyCar e Formula E. Mas sempre atento também a Nascar, StockCar, DTM e outras categorias.

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Fechar