ColunistaIndyPost

Colton Herta desencanta em Laguna Seca e Alex Palou põe a mão na taça

Espanhol da Ganassi chega em segundo e fica muito perto do título na Fórmula Indy. Romain Grosjean dá show e completa o pódio

Os três pilotos do pódio tiveram motivos para sorrir (Chris Owens/Indycar)

A penúltima etapa da temporada 2021 Fórmula Indy, realizada no circuito de Laguna Seca, foi um completo domínio de Colton Herta, que largou da pole e liderou a corrida quase que completa, vencendo pela segunda vez no ano e espantando a sequência azarada. No entanto, outro vencedor do dia foi Alex Palou, que ficou muito perto de conquistar o título do campeonato.

Largando em segundo e sendo o único a ter ritmo para acompanhar Herta, Palou conquistou o segundo lugar e abriu 35 pontos para Pato O’Ward com apenas 53 em disputa. Agora, basta um 11º lugar na próxima etapa para o espanhol ganhar seu primeiro título na categoria.

Quem também apareceu bem, sendo o grande nome da corrida, foi Romain Grosjean. O franco-suíço teve uma atuação de alto nível, com ultrapassagens ousadas e um ritmo muito competitivo na parte final da prova e completou o pódio.

A corrida

Na largada, Colton Herta manteve a ponta, seguido por Alexander Rossi, enquanto Will Power e Alex Palou duelavam pelo terceiro lugar. Na segunda volta, Herta deu uma saída de pista e Rossi viu a chance de tentar a ultrapassagem, mas o piloto do carro 27 da Andretti exagerou na dose e tocou no companheiro de equipe antes de rodar e causar a única bandeira amarela da prova.

No recomeço, Palou passou Power e se consolidou na segunda posição, enquanto, entre os postulantes ao título, Pato O’Ward perdia posições por usar os pneus duros, enquanto boa parte do grid estava com macios.

Mais atrás, pilotos do fim do grid tentavam parar mais cedo para avançar em uma tática diferente, como Josef Newgarden, que largou atrás e precisava de um bom resultado para se manter na briga pelo campeonato. No entanto, a corrida seguiu em bandeira verde e poucas chances de avanço estes pilotos tiveram.

Durante o primeiro ciclo de paradas, Takuma Sato rodou na curva do Saca Rolha e levou junto Scott Dixon. O neozelandês conseguiu voltar, mas com o atraso, ficou longe de brigar pelas primeiras posições, concluindo a prova apenas em 13º. Com isso, Dixon está matematicamente fora da briga pelo título.

Mais à frente, Herta liderava com boa vantagem sobre Palou, que tinha uma distância ainda maior para o resto do pelotão, liderado por O’Ward. Para piorar as coisas para o mexicano, Graham Rahal o superou no último ciclo de paradas o piloto da McLaren SP despencou para quarto.

Na parte final, quem emergiu com velocidade foi Grosjean. O piloto da Dale Coyne (que foi o único a liderar a prova além de Herta), colocou pneus macios no coclo final e foi escalando o pelotão com várias ultrapassagens, com destaque a uma manobra por fora em cima de O’Ward. Faltando 10 voltas para o fim, o franco-suíço estava em terceiro e tirando a diferença para Herta e Palou.

Os ponteiros estavam tendo suas dificuldades para passar os retardatários, que duelavam pelas próprias posições. Deste grupo, destacava Jimmie Johnson, que teve sua melhor atuação na temporada, com boas manobras nos rivais, chegando em 17º entre os 27 participantes.

Mesmo assim, JJ teve um susto na parte final, quando Grosjean tentou passar na marra para não perder tempo na perseguição aos líderes e, na entrada do Saca Rolha os dois se tocaram, mas não tiveram danos e seguiram em frente.

No fim, Herta conseguiu conservar a vantagem para vencer pela segunda vez na temporada, encerrando uma sequência ruim de resultados, marcada por derrotas dolorosas, como em Nashville e Gateway.

Pelo campeonato, o segundo lugar de Palou, ante o quinto de O’Ward e o sétimo de Newgarden, deixou o espanhol em situação confortável. O piloto da Ganassi será o campeão se chegar em 11º, independente da combinação de resultados dos rivais. Já o mexicano precisa de um resultado muito melhor do rival para se sagrar campeão, enquanto o corredor da Penske depende de uma combinação quase milagrosa para chegar ao tricampeonato.

A última prova da temporada 2021 da Fórmula Indy será no próximo domingo, nas ruas de Long Beach, em prova que foi adiada do começo do ano para setembro devido às restrições da pandemia na Califórnia.

Confira a Classificação da etapa de Laguna Seca aqui!

Classificação do campeonato após 15 de 16 etapas: 

1 – Alex Palou (ESP) – Chip Ganassi/Honda – 517
2 – Pato O’Ward (MEX) – McLaren SP/Chevrolet – 482
3 – Josef Newgarden (EUA) – Penske/Chevrolet – 469
4 – Scott Dixon (NZL) – Chip Ganassi/Honda – 445
5 – Marcus Ericsson (SUE) – Chip Ganassi Honda – 420
6 – Colton Herta (EUA) – Andretti/Honda – 402
7 – Graham Rahal (EUA) – Rahal-Letterman-Lanigan/Honda – 374
8 – Simon Pagenaud (FRA) – Penske/Chevrolet – 353
9 – Will Power (AUS) – Penske Chevrolet – 337
10 – Alexander Rossi (EUA) – Andretti/Honda – 304

22 – Hélio Castroneves (BRA) – Meyer Shank/Honda – 122

Mostrar mais

Eduardo Casola

Jornalista formado na Universidade de Sorocaba (Uniso) e apaixonado por esporte a motor desde quando se conhece por gente. Apenas um rapaz que gosta de uma boa corrida e de uma boa história!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados