A partir de 2021 o TCR realiza campeonato Sul-Americano de Turismo

Sharing is caring!

A partir de 2021 vamos ter um novo Campeonato Sul-Americano de Turismo, com oito corridas passando por Brasil, Argentina, Uruguai e Chile.

O WSC Group dono das séries TCR, incluindo o Mundial de Carros de Turismo (WTCR) da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), realizou o anúncio no último dia 05 de março.

“Esta é uma grande conquista para nossa organização e coroa os esforços de nossos parceiros sul-americanos. Era nosso desejo exportar o conceito do TCR para a América do Sul, uma região onde as competições de turismo têm enorme popularidade. Estou certo de que vai agradar as montadoras que se comprometeram com o TCR -e penso especialmente em Honda, Peugeot, Renault e Volkswagen, marcas tradicionalmente muito ativas nos campeonatos locais de turismo”, disse Marcello Lotti, presidente do WSC Group.

O legal desta competição está em ter baixo custo e várias montadoras envolvidas no campeonato, como Alfa Romeo, Audi, Honda, Hyndai, Peugeout, Renault, Volkswagen, entre outras. Os fabricantes desenvolvem, constroem e homologam os modelos que são utilizados pelas equipes clientes.

“O conceito do TCR é revolucionário e repaginou a cena global das categorias de turismo nos últimos cinco anos. O desembarque na América do Sul é um passo decisivo para ampliar a pegada global do TCR. O esporte a motor é muito popular no Brasil e Argentina e se desenvolve nos demais países. O Sul-Americano de Turismo vai proporcionar a pilotos e equipes a oportunidade de correr a custos razoáveis, competindo com grande equilíbrio entre os equipamentos graças à equalização do BoP”, explicou Guerrieri.

O paranaense Augusto Farfus também falou sobre a TCR e deixa a porta aberta para competir no Sul-Africano na próxima temporada:

O TCR é o campeonato que mais cresceu no mundo nos últimos anos, expandindo e abrindo portas em todo planeta. Participei em 2019 no WTCR e continuo envolvido com carro de turismo nesta temporada. Ver um campeonato de TCR na América do Sul, seguindo o modelo europeu que teve grande adesão das montadoras, é importantíssimo. Vai abrir portas e um novo mercado. É um campeonato que tem um custo relativamente baixo para as montadoras e tem um impacto muito grande na mídia. As corridas são sempre muito, muito disputadas e tenho certeza que o público vai gostar bastante. Quem sabe é uma boa oportunidade para eu voltar a correr na América do Sul fazendo algumas provas também

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

shares
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com