ColunistaPostW Series

W Series confirma a equipe de Caitlyn Jenner para a temporada 2022

Caitlyn Jenner, vencedora dos Jogos Olímpicos de Verão de 1976, marca presença no terceiro ano de W Series

A terceira temporada da W Series ainda não começou, mas a categoria está aproveitando o momento para revelar algumas novidades. O campeonato contará com a equipe Jenner Racing de Caitlyn Jenner.

A americana foi aclamada como uma das maiores atletas do mundo pela revista Time. Conquistou uma medalha de ouro no decatlo durante os Jogos Olímpicos de Verão de 1976, antes de realizar a transição de gênero.

Ela também tem uma trajetória de sucesso nas pistas, participando pela primeira vez de uma corrida de celebridades no GP de Long Beach, Califórnia em 1979. A participação na prova foi o ponto para a retomada da paixão pelo automobilismo, pouco depois estava competindo nas 24 Horas de Daytona. Em 1985 conquistou um segundo lugar nas 24 Horas de Daytona, além de defender por seis anos a equipe Jack Roush no IMSA, com Scott Pruett.

LEIA MAIS: Charlie Martin quer fazer história na lendária Le Mans como primeira mulher transgênero

“O automobilismo é um lugar onde você pode ter diversidade, seja trans ou não, não faz diferença”, disse Jenner.

Agora ela se prepara para ter uma equipe na W Series, o time disputará a terceira temporada do campeonato feminino, que tem apoio da Fórmula 1, além da visibilidade da categoria, por dividir as pistas a F1. Neste ano a W Series pretende realizar oito provas.

Jenner acompanhará o dia a dia da sua equipe, além da escolha de pilotas que vão disputar a temporada. Fora o alinhamento para a conquista de patrocinadores que estejam preocupados em promover as mulheres no esporte.

Este slideshow necessita de JavaScript.

“Como uma pessoa que acredita na competição justa, uma amante do automobilismo e uma defensora de todas as mulheres no esporte, desde as bases até o nível de uma competição de elite, a W Series preenche todos os requisitos para mim e é um fusão dos diferentes aspectos da minha carreira. Um campeonato dedicado a inspirar meninas e dar às mulheres a chance de ter sucesso em papéis em uma indústria tradicionalmente dominada por homens, a W Series está mudando a cara do automobilismo. À medida que a categoria continua sua rápida expansão com um elenco verdadeiramente internacional de pilotas e corridas, este foi o momento perfeito para embarcar. A W Series teve um alcance global de mais de meio bilhão de espectadores em 2021, e estou indo ao mercado para adquirir patrocinadores que se alinhem às minhas missões conjuntas e da W Series”, afirma Jenner.

“Eu assisti no ano passado a W Series quando ela fez sua estreia americana em Austin, Texas, EUA, onde suas pilotas entretiveram 400 mil fãs no fim de semana no Circuito das Américas. Em maio, estarei radiante de orgulho quando minha equipe Jenner Racing iniciar sua busca pela glória da W Series no maior palco do automobilismo na primeira corrida da terceira temporada em Miami, EUA, em apoio à Fórmula 1. Como sempre foi o caso, estou nela para ganhar”, finalizou.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados