ColunistaDestaquesFórmula EPost

TL2 ePrix do México: Com o sol de volta, Bird foi quem voou mais rápido 

A segunda sessão de treinos livres começou com sol, ao contrário de todas as nuvens que encobriram o céu na Cidade do México. Com o segundo treino livre mais curto que o primeiro, 30 minutos contra 45, os pilotos não tinham tempo a perder, confira detalhes da sessão:

A dupla da Techeetah novamente foi a mais rápida a deixar a garagem, com Di Grassi e os dois carros da Virgin logo em seguida, como no TL1.

Lucas di Grassi recebeu a permissão para testar o botão do Fanboost que dá energia extra para o carro. Robin Frijns ultrapassou Di Grassi e abriu vantagem, mas cometeu alguns erros e travou os pneus diversas vezes. 

Outro que foi ao limite em praticamente todas as curvas foi Antonio Felix da Costa, o piloto da carro 13 fechou em primeiro com 1:09.281, fazendo o esforço valer a pena. 

Sebastien Buemi ficou apenas 0.012 atrás de da Costa mostrando uma evolução em relação ao TL1. 

O Porsche de Neel Jani parou na pista provocando uma bandeira amarela local, enquanto isso, seu companheiro Andre Lotterer ocupava a sexta posição. Logo em seguida, Jani conseguiu fazer o carro andar novamente.

Jerome D’Ambrosio assumiu a ponta com 1:09.030, tomando a posição de da Costa.

Felipe Massa errou a freada na curva 1, o mesmo erro que vários pilotos cometeram no treino anterior e que fez Daniel Abt bater no muro e causar uma bandeira vermelha. 

As posições se mantiveram e com mais da metade da sessão completada, os dez primeiros eram D’Ambrosio, da Costa, Buemi, Gunther, Di Grassi, Muller Vandoorne, Evans, Lotterer e Massa. Até que Sam Bird marcou 1:08.850 estabelecendo um novo tempo a ser batido e assumindo a liderança da sessão.

Pouco depois de Bird fazer a melhor volta, seu companheiro Robin Frijns faz o quarto tempo e James Calado surgiu com o impressionante tempo de 1:09.140, o que lhe deu o terceiro lugar. Melhor que ele, foi o também piloto da Jaguar, Mitch Evans, que fez 1:08.509, ficando com a primeira colocação.

Pascal Wehrlein perdeu o controle no Foro Sol e teve que usar a área de escape, nada de grave aconteceu ao piloto alemão que manteve sua 10ª posição.

Mais uma vez, a Driver’s Eye foi instalada no capacete de Felipe Massa e durante a volta em que vimos a pista por esse ângulo, Edoardo Mortara ultrapassou Massa na última curva antes da linha de chegada, mostrando que mais uma vez poderemos ter disputas entre os carros da Venturi. Mortara passou pela linha de fora e ficou com o 15º tempo, Massa estava em 17º.

Com menos de 10 minutos para o fim da sessão, Max Günther escapou na curva 9 e bateu levemente na barreira de proteção, o piloto conseguiu levar o carro de volta à garagem da BMW sem interromper o treino. 

Pouco mais de 5 minutos restantes para qualquer ação e Lucas di Grassi foi em busca de melhorar seu tempo. A ação bem sucedida lhe rendeu o primeiro lugar com 1:08.304. Um tempo incrível! Felipe Massa seguiu o compariota brasileiro e marcou o terceiro tempo 1:08.683. 

Di Grassi foi superado por Wehrlein, Buemi e da Costa, o português ainda foi o primeiro a baixar o tempo para a casa de 1:07 ao marcar 1:07.791, sendo ultrapassado logo depois por Sam Bird com 1:07.672.

No último minuto de treino, Jean-Eric Vergne fez um primeiro setor arrasador passando quatro décimos abaixo do tempo de Bird, o francês deu sinais de que faria a volta mais rápida, mas acabou cometendo erros e ficou apenas com o décimo lugar. 

Bandeira quadriculada e fim de treino, o resultado final foi Bird, da Costa, Evans, Buemi, Vandoorne, Frijns, Lotterer, Wehrlein, Di Grassi e Vergne. Após a bandeirada final, os pilotos fizeram uma simulação de largada antes de levarem os carros de volta às suas garagens. Uma dessas simulações foi vista pela Driver’s Eye de Max Günther, nos dando uma visão incrível da linha de largada iluminada pelo brilhante sol mexicano. 

 

<

p style=”text-align: justify;”> 

Etiquetas
Mostrar mais

Cinthia Maria

Cinthia Venâncio comenta zoeiramente a Fórmula 1 desde os sete anos de idade e nas horas vagas é profissional de marketing, fotógrafa, doceira, redatora e revisora. Como todo bom cearense, nunca diz não a um baião de dois com queijo coalho e carne de sol. Aprecia rock do bom, não tem vergonha de dizer que não é fã do Tarantino e sempre é a motorista da rodada. Geralmente esquece o que não deveria

Artigos relacionados

Fechar