ColunistaFórmula 1Post

Russell surpreende com Mercedes e lidera TL2 em Miami, com Hamilton em P4

A Mercedes pode ter se encontrado neste traçado, mesmo em um fim de semana que a equipe ainda está realizando algumas avaliações

George Russell encerrou a primeira sexta-feira (06) em Miami na liderança. O piloto da Mercedes registrou o melhor tempo do dia quando anotou 1m29s938. O time alemão apresentou um bom desempenho durante o TL1 e voltou a repetir o bom trabalho durante a segunda sessão de treinos livres. A Mercedes pode ter encontrado um bom acerto para este traçado, assim como as novas peças podem estar surtindo efeito e dando a impressão de um salto de desenvolvimento do W13. Lewis Hamilton fechou a atividade na quarta posição (1m30s179).

Charles Leclerc liderou parte da atividade, o monegasco e Carlos Sainz estavam se revezando na ponta até o espanhol bater no muro de contenção e danificar o seu equipamento. O time precisa se recuperar nessa etapa, mas o traçado é extremamente desafiador, onde vários pilotos extravasaram os limites de pista ao perder o controle dos carros.

Max Verstappen não conseguiu participar do TL2, pois começou a lidar com alguns problemas desde o TL1. Enquanto o holandês passou toda a atividade nos boxes, Sergio Pérez ficou responsável por coletar alguns dados para a equipe austríaca, o mexicano avaliou o carro em voltas rápidas e em modo de simulação de corrida. Pérez fechou o dia no terceiro lugar.

Lando Norris que tinha ficado fora do top-10 no TL1, subiu para o sexto lugar com a McLaren. Pierre Gasly que tinha figurado nas primeiras posições, foi o sétimo colocado. Guanyu Zhou foi o oitavo colocado, o piloto da Alfa Romeo também ficou responsável por esse programa, pois o time não teve tempo para recuperar o carro de Valtteri Bottas depois da batida no TL1.

A Alpine começou a atividade desafiando a Ferrari, mas Esteban Ocon foi o nono colocado, seguido por Kevin Magnussen que completou o top-10.

A Fórmula 1 retorna neste sábado, com o TL3 ajudando os times na preparação do carro para a classificação. Bottas e Verstappen vão tentar adquirir mais quilometragem e compreender o traçado.

Saiba como foi o TL2 em Miami

Quando a sessão teve início a temperatura na pista estava na casa dos 42°C com 32°C no ambiente. As temperaturas tinham reduzido, quando comparadas ao TL1.

O carro de Valtteri Bottas estava passando por reparos, ficando todo aberto nos boxes, o finlandês tinha batido a traseira do carro durante o primeiro treino livre, mas a Alfa Romeo não tinha certeza se poderia liberar o piloto nesta sessão.

Com o pit-lane aberto, Nicholas Latifi foi o primeiro a seguir para a pista. Os pilotos eram liberados com os pneus médios (C3 – faixa amarela). Rapidamente o piloto da Williams anotou 1m36s312, mas os tempos ainda estavam altos. Esteban Ocon assumiu a liderança, quando registrou 1m32s906, também trabalhando com os pneus médios. Daniel Ricciardo fora enviado para a pista com o flow-vis espalhado em parte da suspensão dianteira, para realizar algumas verificações aerodinâmicas.

Carlos Sainz saltou para a ponta, com 1m31s463, superando Ocon por 0s290, após o piloto da Alpine ter completado mais uma volta rápida. Kevin Magnussen precisou retornar aos boxes para reparar uma das saídas de ar, pois uma das partes da carenagem tinha se soltado. Quando os dez primeiros minutos da sessão foram completados, Leclerc era o líder com 1m31s131, seguido por Pierre Gasly, enquanto Sergio Pérez tinha rodado.

Com a atividade avançando, Sainz e Leclerc se alternavam na liderança da sessão. Sainz era o primeiro piloto a entrar na casa de 1m30s964, mas instantes depois o espanhol perdeu o controle da traseira do F1-75 na curva 14, danificando toda a lateral direita do seu carro, inclusive arrebentando a suspensão. Os dez primeiros eram: Sainz, Pérez, Leclerc, Gasly, Zhou, Hamilton, Ocon, Norris, Albon e Alonso. Apenas Schumacher, Verstappen e Bottas não tinham aferido tempo ainda. O carro do holandês estava passando por algumas verificações nos boxes, pois identificaram um problema com o seu equipamento.

A sessão foi retomada quando restavam 30 minutos para o final, Verstappen informava que estava sentindo o carro muito pesado e assim não conseguia virar o carro. Antes de retornar aos boxes, o freio traseiro direito do carro de Verstappen começou a pegar fogo. O holandês perderia mais um pouco da atividade. Stroll quase acertou o carro do piloto da Red Bull quando ele parou abruptamente.

Após a bandeira vermelha, os pilotos retornaram para a pista com os pneus macios instalados. Leclerc registrou 1m30s044, com Hamilton saltando para a segunda posição, depois de registrar 1m30s179. A Mercedes apresentava mais uma vez um bom rendimento e na sequência Russell superou o tempo do monegasco, com 1m29s938.

Adentrando nos últimos 20 minutos de atividade, os dez primeiros eram: Russell, Leclerc, Pérez, Hamilton, Alonso, Norris, Gasly, Zhou, Ocon e Magnussen. Alguns pilotos tinham retornado aos boxes para fazer algumas modificações e partir para a simulação de corrida e avaliar a durabilidade dos pneus com o tanque cheio.

Uma nova bandeira vermelha foi acionada quando restavam cerca de 12 minutos para o final. Nicholas Latifi enfrentou um problema mecânico e precisou encostar o carro. Como parou perto de um ponto onde ponto onde era fácil remover o carro, a sessão foi retomada rapidamente.

Os pilotos cometeram mais uma vez um porção de erros, extravasando os limites de pista em alguns pontos onde as áreas de escape eram mais generosas. Os pilotos partiram para o uso com os pneus médios, trabalhando em modo de simulação de corrida.

No último minuto vimos Magnussen rodando, assim como Sebastian Vettel. Russell encerrou a atividade na liderança, sendo o único piloto a andar na casa de 1m30s044. Hamilton ficou com a quarta posição. O resultado chama a atenção, pois a Mercedes pode ter encontrado uma boa configuração para andar em Miami.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados