ColunistaFórmula 1

Quarto dia de testes em Barcelona, com chuva artificial.

Era para ser um dia de testes, regado a muita chuva artificial, mas acabou que grande parte dos testes foram realizados em pista seca e os resultados foram bem parecidos com os dos últimos três dias. A organização do circuito de Barcelona, junto com a Pirelli, encharcaram o traçado, para fazerem as avaliações dos compostos para chuva extrema e intermediária, porém o sol acabou ajudando para que a pista secasse mais rápido, e também no início dos testes as equipes optaram em usar os compostos de pista seca e não demostravam muito interessem em fazer parte do treino, ficando grande parte do tempo dentro dos boxes. Foram usados mais de 500 mil litros d’água. Paul Hembery o diretor de esportes a motor da Pirelli, já informou que a fabricante está trabalhando para obter a melhora dos compostos de chuva, e que os novos já devem ser entregues no GP da China. Alguns pilotos que conseguiram fazer os testes, disseram que a degradação acaba ocorrendo muito rápido e seria ineficiente para uma corrida com a presença de chuva do começo ao fim.

Kimi Raikkonen acabou colocando o seu carro no topo da tabela, com os pneus macios e o tempo de 1:20:872 e dando 93 voltas na pista. Max Vestappen marcou o segundo melhor tempo 1:21:769 dando 85 voltas na pista, as expectativas ficaram elevadas, pois o holandês tinha grandes chances de conseguir o melhor tempo do dia, na verdade até conseguiu esse feito, mas Raikkonen logo em seguida, fez o melhor tempo. Arrisco a dar um palpite, acredito que na temporada de 2017 os carros da Red Bull Racing vão dar trabalho. A equipe apresentou problemas no primeiro dia de testes, o que pode ter ofuscado o seu brilho e colocado uma pulga atrás da orelha dos fãs, mas a Red Bull é uma equipe forte, eles sabem trabalhar com a aerodinâmica do carro e claro essa pré-temporada, raramente as equipes vão mostrar tudo o que estão trazendo para a nova temporada, mais sabemos que a Red Bull tem uma dupla de pilotos incríveis, principalmente Max Verstappen que não tem medo nenhum de arriscar, acho bom ficarem de olhos bem abertos com eles em Melbourne.

Jolyon Palmer da Renault ficou com o terceiro melhor tempo (1:21:778), pelo segundo dia consecutivo, uma grande surpresa mesmo. Com o quarto melhor tempo Romain Grosjean da Haas (1:22:309), em quinto Atonio Giovinazzi, substituto de Pascal Wehrlein, da Sauber com (1:22:401). Sergio Pérez colocou a Force India em sexto (1:22:539). Stoffel Vandoorne, mesmo fazendo uso de pneus ultramacios, só conseguiu colocar a McLaren em sétimo.

Hoje foi possível notar a falta dos carros da Mercedes rodando em primeiro ou segundo. Mais uma vez Valtteri Bottas fez simulações de corrida e andou com o tanque do carro cheio, o piloto que liderou os testes do terceiro dia, ficou apenas com um oitavo lugar.

A Williams acabou ficando de fora do último dia de testes, devido avarias sofridas no chassis após Lance Stroll se chocar com a barreira de pneus nos treinos de quarta-feira, a equipe vai correr com o trabalho, para fazer novos testes que se iniciam na próxima terça-feira (7 de março). É uma enorme desvantagem para a equipe, que acaba perdendo em quilometragem, mais também na questão de dados que podiam estar levantando do carro. Na parte da manhã a equipe Mercedes, alegou problemas com a parte elétrica do carro e Lewis Hamilton, acabou não fazendo parte dos treinos e fazendo o aviso na sua conta do twitter. A Toro Rosso também acabou ficando de fora dos treinos com o problema no motor Renault e precisaram providenciar a troca da unidade de potência.

Os carros voltam agora para a pista somente na próxima terça-feira, mais fique atento ao Boletim do Paddock que vai ter muito contudo interessante até lá.

https://twitter.com/F1/status/837286672555388929

https://twitter.com/F1/status/837261063187943425

https://twitter.com/F1/status/837213917910818816

https://twitter.com/F1/status/837210194396401664

https://twitter.com/pirellisport/status/837207189378977792

Fonte: @F1
Fonte: @PirelliSport
Fonte: @PirelliSport
Fonte: @PirelliSport
Etiquetas
Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Fechar