365 dias

Quando o último quase foi primeiro na Indy 500

| Por: Cristiano Seixas

lll Série 365: Quando o último quase foi primeiro na Indy 500 – 01ª Temporada: dia 03 de 365 dias

Há exatos 25 anos era disputada uma das mais acidentadas edições da Indy 500. A primeira fila tinha Roberto Guerrero, Eddie Cheever e Mario Andretti, e o colombiano que tanto havia lutado pela pole proporcionou um momento constrangedor logo na volta de apresentação, onde rodou e abandonou antes da bandeira verde. As posições no grid dos demais favoritos eram Arie Lueyndyk 4º, Michael Andretti 6º, Rick Mears 9º, Bobby Rahal 10º, Emerson Fittipaldi 11º e Al Unser Jr 12º.

A primeira fila da Indy 500 de 1992. Fonte: @Tumblr

A edição de 1992 marcou a última participação de duas lendas da Indy na prova, Rick Mears e AJ Foyt. Foi um domingo frio e nublado em Indianapolis, e a prova foi muito acidentada. Os primeiros favoritos que deram adeus a disputa foram Emerson Fittipaldi e Rick Mears que bateram na volta 74. Na relargada na volta 78 foi a vez de Mario Andretti abandonar após bater forte na curva 4, Arie Luyenduk deixou a disputa na volta 135 e Michael Andretti que liderou nada menos que 160 voltas com o Lola-Ford da Newman Haas quebrou há apenas 11 do final, quando tinha 30 segundos de frente para Al Unser Jr.

A disputa nas voltas finais entre Al Unser Jr e Scott Goodyear Fonte: @Tumblr

A bandeira amarela provocada pela quebra de Michael proporcionou aos cabeças de gasolina um dos finais mais emocionantes da Indy 500. Scott Goodyear que sequer havia se classificado para o grid e só largou porque em Indianapolis quem se classifica é o carro e não o piloto, correu no lugar do outro piloto da equipe Walker, Mike Groff havia colocado o carro na 26ª posição, mas teve que ceder a vaga ao canadense que partiu da 33ª e última posição. O piloto do carro #15 perseguiu alucinadamente o líder Al Unser Jr que pilotava o Galmer-Chevrolet #3 da equipe Galles Kraco. Na reta de chegada Goodyear emparelhou com Unser Jr e o resultado foi que ambos receberam a bandeira quadriculada separados por míseros 0.043 segundos. Uma vitória merecida para Al Unser Jr, que curiosamente venceu a Indy 500 no mesmo dia em que seu tio Bobby Unser (24/05/1981) e seu pai Al Unser (24/05/1987) já haviam bebido o sagrado leite da vitória.

Uma vitória mais que merecida Fonte: @Tumblr

lll A Série 365 Dias Mais Importantes do Automobilismo, recordaremos corridas inesquecíveis, títulos emocionantes, acidentes trágicos, recordes e feitos inéditos através dos 365 dias mais importantes do automobilismo.

Subscribe to
BPCast

Or subscribe with your favorite app by using the address below

Etiquetas
Mostrar mais

Cristiano Seixas

Fã hardcore de Fórmula 1, apreciador da história, números e estatísticas da categoria, mais conhecido como Mestre Cristiano Seixas, Wikipédia erra o Cristiano não.

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Fechar