ColunistaFórmula 1Post

Norris lidera primeiro dia de testes em Barcelona, mas avaliação vai além

McLaren lidera primeiro dia de atividades, enquanto dupla da Ferrari forma dobradinha para ocupar o segundo e o terceiro lugar na sessão

Barcelona está recebendo mais uma vez os testes de pré-temporada, este foi o primeiro dia de atividade. Como a sessão não está sendo televisionada, o site da Fórmula 1 está disponibilizando algumas notícias ao longo do dia.

Lando Norris encerrou o primeiro dia de atividades na liderança com o MCL36, anotando 1m19s568 com os pneus C4, compostos médios, mas que são mais macios que o C3. O piloto da McLaren completou 102 voltas em seu programa. Norris superou o tempo de 1m20s165 estabelecido por Charles Leclerc pela manhã. 

Os times estão avaliando os seus novos carros, componentes e durabilidade das peças, os tempos registrados não são nada expressivos. Os problemas que acometeram Haas e Alfa Romeo no primeiro dia são preocupantes, mas os times vão contar com mais dois dias de atividade em Barcelona para mais verificações.

Manhã

Os times logo aproveitaram a sessão matinal, enviando os seus carros para a pista. Finalmente a Red Bull mostrou o RB18, o time austríaco escondeu ao máximo o seu carro e se quer fez o shakedown. O carro da equipe é bem diferente dos demais, eles exploraram as entradas de ar de forma diferente, assim como o recorte lateral do seu carro.

Max Verstappen foi escalado para trabalhar durante todo o primeiro dia com o RB18, o holandês tinha o número 1 estampado. O piloto utilizará o numeral em 2022, pois encerrou a temporada anterior como o campeão.

Também foi a primeira oportunidade para ver o C42 da Alfa Romeo, entretanto, o time apostou em uma pintura especial para o início da temporada, o carro está completamente camuflado. Na verdade, a Alfa Romeo quer esconder os trabalhos aerodinâmicos em seu carro, a pintura oficial se quer foi divulgada. A Alfa revelará a pintura oficial no dia 27 de fevereiro, após a primeira fase de testes da pré-temporada.

A Ferrari e Mercedes se revezaram na tabela de tempos, mas foi Charles Leclerc com o F1-75 que registrou o melhor tempo, o monegasco anotou 1m20s165 com o pneu C3 (médio), completando 80 voltas, antes de passar o carro para Carlos Sainz.

Como os times estão trabalhando para atestar a confiabilidade dos carros, é natural ver eles focados em adquirir quilometragem. Charles Leclerc e Max Verstappen foram os pilotos que mais completaram voltas pela manhã, foram 80 giros no circuito de Barcelona. Por outro lado, Nikita Mazepin fez apenas 20 voltas, o seu carro sofreu um vazamento no sistema de refrigeração. O carro da Alfa Romeo também passou parte da manhã nos boxes, o problema não foi informado.  

A McLaren foi a primeira que invadiu a pista pela manhã, Lando Norris estava conduzindo o carro. George Russell acompanhou a saída, guiando o W13, para pouco depois Charles Leclerc também começar o seu cronograma de atividades. Para quem gosta de saber os tempos, ainda que eles não sejam o foco, Russell logo anotou 1m27s730, extremamente distante do tempo da pole em Barcelona.  

A tendência é que os tempos melhorem nos próximos dias, mesmo com os carros deste ano mais pesados e mais lentos. A pista vai evoluindo por conta da borracha que será depositada na pista, deixando de ser verde como no início da sessão.

Os testes aerodinâmicos também foram realizados, a McLaren apareceu com o flow-vis espalhado na lateral direita do seu carro. Enquanto Mercedes e Ferrari trabalharam com as grades de aferição aerodinâmica.

Estamos vendo os novos carros da F1, com todas as características dos novos regulamentos. Eles contam com mudanças importantes na parte superior, mas o assoalho do carro possui trabalhos extremamente diferentes entre os times. Por conta dos carros com efeito solo, essas peças são as que os times tomam mais cuidado ainda, pois alí diz muito o que foi explorado.

Tempos da manhã

1) Charles Leclerc – 1m20s165 (C3)
2) Lando Norris – 1m20s475 (C3)
3) George Russell – 1m20s784 (C3)
4) Sebastian Vettel – 1m21s276 (C3)
5) Yuki Tsunoda – 1m21s638 (C2)
6) Max Verstappen – 1m22s246 (C2)
7) Fernando Alonso – 1m23s317 (C3)
8) Nicholas Latifi – 1m23s379 (C3)
9) Nikita Mazepin – 1m24s505 (C2)
10) Robert Kubica – 1m25s909 (C3)

Tarde

Para a sessão vespertina, Carlos Sainz substituiu Charles Leclerc, o mesmo aconteceu na Mercedes, com Lewis Hamilton assumindo o carro. Saíram Sebastian Vettel, Nicholas Latifi, Guanyu Zhou e Nikita Mazepin, para que Lance Stroll, Alex Albon, Valtteri Bottas e Mick Schumacher completassem as suas primeiras voltas com os novos carros.

Max Verstappen permaneceu trabalhando para a Red Bull, o holandês quebrou a barreira das 100 voltas. Por outro lado, a Alfa Romeo chama a atenção pelas poucas voltas completadas no primeiro dia. Valtteri Bottas passou parte da sessão nos boxes e completou apenas 10 voltas ao final do dia. A Haas também tinha retornado para a pista, mas Schumacher também completou poucas voltas, pois enfrentaram novamente problemas. 

Como parte dos testes aerodinâmicos, a Williams enviou Albon com flow-vis espalhado por uma grande extensão do carro.  O tailandês que está de volta à Fórmula 1 ajudou o time a passar das 100 voltas com o programa realizado na sessão vespertina.

Lando Norris fechou o pit-lane momentaneamente, o carro da McLaren apresentou alguns problemas quando o piloto deixava os boxes, rapidamente os mecânicos foram resgatá-lo para que a passagem não permanecesse muito tempo bloqueada. A atividade seguiu sem mais interferências.

Ainda com uma pista seca, os pilotos seguiram o seu programa, aproveitando para fazer stints mais longos. Alonso que guiou o carro da Alpine durante toda a quarta-feira, também passou das 100 voltas. Carlos Sainz que usava os pneus C3 (médio), conseguiu saltar para a segunda posição anotando 1m20s416, para formar uma dobradinha.

A Mercedes poderia liderar a sessão, Hamilton até fechou um primeiro setor roxo, mas pouco depois tirou o pé e retornou para os boxes. 

Na última hora de atividade, Lando Norris superou o tempo estabelecido por Charles Leclerc, o piloto da McLaren estava com os pneus C4 (médio), mas de um composto mais macio do que o utilizado pelo monegasco, desta forma anotou 1m19s951. A surpresa era ver Schumacher retornando à pista na última meia hora de atividade. 

Norris melhorou a sua marca para 1m19s568, completando 102 voltas no circuito. Leclerc e Sainz foram empurrados para o segundo e o terceiro lugar respectivamente. 

Tempos da sessão Vespertina

1) Lando Norris (McLaren) – 1m19s568 (C4), 103 voltas
2) Charles Leclerc (Ferrari) – 1m20s165s (C3), 80 voltas
3) Carlos Sainz (Ferrari) – 1m20s416 (C3), 73 voltas
4) George Russell (Williams) – 1m20s784 (C3), 77 voltas
5) Lewis Hamilton (Mercedes) – 1m20s929 (C3), 50 voltas
6) Sebastian Vettel (Aston Martin) – 1m21s276 (C3), 52 voltas
7) Yuki Tsunoda (AlphaTauri) – 1m21s638 (C3), 121 voltas
8) Fernando Alonso (Alpine) – 1m21s746 (C3) 127 voltas
9) Max Verstappen (Red Bull) – 1m22s246 (C2) 147 voltas
10) Valtteri Bottas (Alfa Romeo) 1m22s572 (C3) 23 voltas
11) Alexander Albon (Williams) 1m22s760 (C3) 66 voltas
12) Mick Schumacher (Haas) 1m22s962 (C3) 23 voltas
13) Lance Stroll (Aston Martin) 1m23s327 (C3) 67 voltas
14) Nicholas Latifi (Williams) – 1m23s379 (C3) 66 voltas
15) Nikita Mazepin (Haas) – 1m24s505 (C2), 20 voltas
10) Robert Kubica (Alfa Romeo) – 1m25s909 (C3) 9 voltas

*Publicação em atualização

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados