ColunistaPostStock Car

Munido de boa estratégia, Rubens Barrichello partiu para o ataque e venceu segunda corrida em Goiânia

O piloto da Full Time Sports é conhecido pela boa estratégia e um ótimo desenvolvimento na segunda prova

A segunda corrida da Stock Car disputada em Goiânia contou com a vitória de Rubens Barrichello, o piloto da Full Time Sports tem uma leitura diferenciada das corridas e a estratégia de uma parada mais longa na primeira corrida da Stock Car, rendeu este resultado.

Munido de boa estratégia, Rubens Barrichello partiu para o ataque e venceu segunda corrida em Goiânia
Munido de boa estratégia, Rubens Barrichello partiu para o ataque e venceu segunda corrida em Goiânia

A surpresa ficou por conta do pódio com com Nelsinho Piquet Jr da Full Time Bassani, com Bruno Baptista da RCM Motorsport. Os dois pilotos tiveram problemas na primeira prova, mas conseguiram se recuperar na segunda corrida e após uma boa parada superaram os outros competidores para chegar ao pódio. 

Ricardo Maurício obteve a quarta posição, após o pódio na primeira corrida, seguido por Diego Nunes da Blau Motorsport. Átila Abreu da Shell V-Power foi o sexto colocado, com Thiago Camilo em sétimo, o piloto teve um bom início de corrida e voltou a travar uma disputa com Cezar Ramos. 

Daniel Serra fechou no oitavo lugar, acompanhado por Rafael Suzuki que retornou para a segunda corrida após a troca do para-brisa, mas ainda na largada o seu carro foi atingido por uma peça e o piloto voltou a ter o carro danificado. Ramos foi o décimo, fechando o top-10. 

Bom resultado para Maurício que saiu de Goiânia liderando o campeonato. 

Saiba como foi a Segunda Corrida da Stock Car

O grid de largada da segunda corrida, contou com o grid invertido, desta forma, Genz largou da pole, acompanhado por Osman, Ramos, Barrichello, Camilo, Bueno, Serra, Maurício, Khodair e Zonta.

Alguns pilotos largaram dos boxes por não terem terminado a prova. Osman seguiu para os boxes na volta de aquecimento dos pneus.

Genz manteve a liderança, mas logo atrás, Barrichello passou a pressionar os pilotos para conseguir a terceira posição. Nos primeiros metros já havia toques por conta da aproximação.

Após o término da primeira volta, Ramos que havia cruzado a linha de chegada na primeira posição, perdeu espaço para Genz e Barrichello que já era o segundo colocado, desta forma Camilo e Ramos voltavam a ter uma disputa interna.

Aos poucos Genz passou a perder rendimento e desta forma se tornou um alvo fácil na pista, pois era constantemente ultrapassado. Barrichello seguia na primeira posição, acompanhado por Camilo, Ramos, Serra, Khodair, Zonta, Osman, Campos, Maurício e Bueno.

Osman e Antoniazi eram vistos rodando, enquanto isso Foresti abandonava a corrida parado na pista.

O carro de Zonta mostra estar bem acertado e com pouco mais de 20 minutos para o término da corrida, o piloto já ocupava a quinta posição. Novamente Khodair estava na sua traseira e buscando a disputa por ultrapassagem.

Infelizmente pouco depois Khodair abandonava a corrida pelo carro ter entrado em modo de segurança. Zonta era visto travando o pneu dianteiro esquerdo e perdendo o controle do carro, pouco depois o piloto da Shell foi para os boxes, abandonando a prova. O carro de Zonta era mostrado enquanto o freio pegava fogo.

À medida que a corrida avançava os problemas apareciam. Restando pouco mais de quinze minutos para o término da prova, o Safety Car entrou na pista, atrasando a janela de pit-stops.

O SC não ficou muito tempo na pista e logo Barrichello precisou tomar conta da primeira posição, pois Camilo aproveitou a oportunidade para colar no piloto da Full Time Sports.

Os boxes abriram e as paradas foram iniciadas, com quatro voltas apenas eles se organizaram para trocar os pneus ou abastecer. Barrichello, Camilo, Maurício, Salas, Bueno, Suzuki, foram juntos para os boxes. Barrichello trocou o pneu traseiro esquerdo.

Após todas as paradas, as posições dos dez primeiros era: Barrichello era o líder, com Piquet Jr em segundo, o piloto que teve problemas na primeira corrida se recuperava na segunda prova disputada em Goiânia. Nunes era o terceiro colocado, com Baptista em quarto, seguido por Maurício, Abreu, Camilo, Serra, Suzuki e Ramos.

Barrichello obteve a primeira posição, acompanhado por Piquet Jr e Bruno Baptista.

Foto de capa: Duda Bairros

Etiquetas
Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Fechar