ColunistaNascarPost

Miguel Paludo realiza bateria de testes para participar da Nascar

Como parte da preparação de Paludo, o piloto passou por diversos testes em Charlotte. Janeiro foi bem agitado para o brasileiro que está retornando para a Nascar

Miguel Paludo está se preparando para competir na Nascar, o piloto está realizando um treinamento intenso na Carolina do Norte. A sua preparação pode ser considerada uma imersão dentro do esporte a motor dos Estados Unidos, junto a equipe JR Motorsport.

O piloto participou de uma série de reuniões na sede da equipe de Dale Earnhardt Jr, onde ele pode conhecer os membros da operação do Chevrolet Camaro #8, carro que o piloto vai guiar em Daytona. Vale dizer que o piloto também participou de uma prova virtual das 24 Horas de Daytona, guiando o Chevrolet Corvett #8.

Paludo já conseguiu definir a posição do banco e o ‘insert’ do assento dentro do carro, ajustes que foram realizados na primeira quinzena de janeiro. Na próxima semana o piloto retorna ao time para fazer o ajuste fino, como a configuração dos botões e posição do volante.

O piloto que está retornando para a Nascar, realizou uma bateria de testes clínicos no Charlotte Motor Speedway, seguindo o mesmo protocolo que já é aplicado aos pilotos que correm com regularidade da Cup, Xfinity e Truck Series. O “Nascar Impact Test” é um teste de 45 minutos, onde o piloto é questionado sobre diversos assuntos. Várias formas e números são apresentados ao competidos que precisa responder na ordem, não existe uma resposta certa ou errada, mas os médicos conseguem realizar a avaliação seguindo os parâmetros de referência, avaliando a memória em condições normais.

Layout do carro de Miguel Paludo na Nascar – Foto: JR Motorsports / Ferrari Promo

Como é uma corrida com muitos carros e acidentes podem acontecer, o time médico também precisa estar preparado para a realização de testes similares na pista, podendo comparar com os testes realizados nesta avaliação caso o piloto passe por um acidente. O teste antidoping também é realizado nos pilotos nesta primeira avaliação, todos os detalhes vão para fichas com as informações clínicas de cada piloto.

Os testes criteriosos, se aprofundam em uma avaliação neurológica, onde os pilotos passam por mais um teste de memória e visão.

A Nascar também está preocupada e vem trazendo a pauta de inclusão e diversidade, Paludo participou de um treinamento de diversidade junto a um grupo de 50 pessoas. A categoria espera um comportamento respeitoso.

“O ‘offseason’ não tem nada de ‘off’. Passei todos os dias do ano até aqui trabalhando muito e fiquei especialmente surpreso com as novidades da Nascar nos protocolos médicos e de diversidade. Tenho 87 largadas no evento, a última delas em 2013. É impressionante como o evento, fundado em 1947 e com uma tradição gigantesca, trabalha para evoluir sempre. O tema das sessões é muito presente no esporte americano e realmente vou competir com mais sensação de segurança depois dos testes médicos. O treinamento de diversidade também foi muito importante para mim, pois alguns temas que achava melhor não endereçar percebi que devem sim ser comentados em público de forma clara”, disse Paludo.

Leia Mais: Miguel Paludo disputará três etapas da Nascar Xfinity Series

Calendário para você não perder as provas

20 feveveiro – NASCAR Xfinity Series Race at Daytona Road Course

22 maio – NASCAR Xfinity Series Race at COTA

5 junho – Mid-Ohio 170

Foto de Capa: Victor Eleuterio

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados