ColunistaFórmula EPost

Maserati confirma entrada na Fórmula E, marcando o retorno ao automobilismo

Após a saída de grandes marcas da categoria elétrica, Maserati vê a Fórmula E como uma oportunidade de retornar ao automobilismo

A Maserati está ingressando na Fórmula E para disputar o campeonato de 2022/23, o anúncio foi realizado nesta terça-feira (11), confirmando que eles estão retornando para as competições de monopostos pela primeira vez em 60 anos.

Está será a última temporada com o Gen 2, portando a Maserati estará em pista quando a era Gen 3 tiver início.

A história da montadora italiana se alinha com o início da Fórmula 1, eles estavam lá quando a primeira temporada da categoria foi disputada. Juan Manuel Fangio guiou um Maserati em parte da temporada 1954 e quando venceu o campeonato mundial de pilotos em 1957.

Maria Teresa de Filippis, a primeira mulher a conseguir se classificar para disputar um Grande Prêmio de F1, estava em um Maserati quando conseguiu o feito. Depois de ser vice-campeã no campeonato italiano, a Maserati contratou Teresa para disputar as corridas pela equipe em 1958.

Em outros anos já se acreditava que a Maserati estava estudando as possibilidades de ingressar em um grande campeonato. A tomada de decisão só ocorreu ao final do ano passado, portanto eles vão alinhar no grid da Fórmula E quando a 9ª temporada tiver início.

Davide Grasso, CEO da Maserati compreende o DNA da empresa, mas também sabe da importância da Fórmula E, desta forma eles querem começar uma nova jornada exibindo o Tridente em um carro com motor elétrico.

Davide Grasso e Alejandro Agag celebram a entrada da Maserati na Fórmula E – Foto: reprodução

“Estamos muito orgulhosos de estar de volta onde pertencemos como protagonistas no mundo das corridas. Somos movidos por paixão e inovadores por natureza. Temos uma longa história de excelência no mais alto nível mundial em competição e estamos prontos para impulsionar o desempenho no futuro”, disse Grasso.

“Na corrida por mais desempenho, luxo e inovação, a Folgore – nossa linha elétrica é a expressão mais pura da Maserati. É por isso que decidimos voltar a competir no Campeonato Mundial de Fórmula E da FIA, encontrando nossos clientes nos centros das cidades do mundo, levando o tridente para o futuro”, completou.

O site The Race informa que a Maserati se juntará ao fabricante do grupo DS Automobiles, e utilizará o seu trem de força. Neste primeiro momento a Maserati não será uma fabricante registrada na categoria elétrica.

A marca Maserati é de propriedade da Stellantis. “É um grande prazer para a Stellantis Motorsport desempenhar um papel na volta da Maserati à corrida”, disse Jean-Marc Finot, vice-presidente sênior da Stellantis.

“Para além deste pedaço de história, a Maserati Formula E será o nosso laboratório tecnológico para acelerar o desenvolvimento de motorizações eletrificadas de alta eficiência e software inteligente para os nossos carros de competição e de estrada. A Fórmula E é um campeonato perfeito para esse propósito e estamos muito orgulhosos de ser a primeira marca italiana a se juntar ao grupo.”

A chegada da Maserati é importante para a Fórmula E, principalmente após duas grandes marcas como a Audi e BMW confirmarem que estavam deixando a categoria. A Mercedes encerra a sua atividade na Fórmula E após a 8ª temporada.

E por mais que ainda existam grandes nomes na categoria, muitos estiveram na Fórmula E apenas para desenvolver a sua tecnologia de eletrificação e pouco depois deixaram a categoria.

O novo presidente da FIA disse: “Estou muito feliz em receber a Maserati na Fórmula E para a 9ª Temporada. Para um fabricante tão icônico com uma herança tremendamente orgulhosa e bem-sucedida no esporte a motor, se comprometer com a categoria é uma prova de fé esmagadora no Campeonato Mundial de Fórmula E da ABB FIA futuro enquanto nos preparamos para inaugurar a próxima era. O novo monoposto Gen3 representará o auge da sustentabilidade, tecnologia e desempenho.”

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados