ColunistaIndyPost

Kiko Porto conquista título na USF2000 depois de superar desafios do início da temporada

Em segunda temporada na USF2000 Kiko Porto conquista título, obtendo quatro vitórias e dez pódios

A temporada da USF2000 encerrou neste fim de semana em Mid-Ohio, o brasileiro Kiko Porto pode comemorar o título na categoria que faz parte do Road to Indy. O piloto pernambucano de 18 anos terminou a temporada com 413 pontos, contra 365 obtidos pelo vice-campeão.

Porto faz parte da lista de jovens pilotos brasileiros que estão correndo e se aperfeiçoando em categorias de base. O foco do pernambucano é disputar a IndyCar e pra isso conta com a mentoria do piloto Beto Monteiro.  

Mesmo na chuva, Porto fez uma boa corrida e conquistou o título da temporada 2021 da USF2000 – Foto: reprodução

Na temporada da USF2000, Porto conquistou seis poles, quatro vitórias e dez pódios, com a equipe DEForce. Vale mencionar que o brasileiro ganhou o campeonato com uma etapa de antecipação e foi contemplado com o prêmio de cerca de US$ 400.000 para utilizar na Indy Pro-2000 em 2022.

Está foi a segunda temporada de Porto na USF2000, no ano passado o brasileiro conquistou a décima posição, somando 198 pontos, portanto foi um grande salto de um ano para o outro.

O início da temporada foi marcado por problemas, as três primeiras corridas o piloto não esteve no pódio, a equipe também precisou lidar com algumas questões envolvendo o carro, mas pouco depois as começaram a engatar e os pódios e as vitórias foram aparecendo.

“Nós tivemos uma regularidade muito boa durante o ano, sempre pontuando bastante em todas as etapas e a equipe toda está de parabéns. Agora temos alguns meses para planejar a temporada 2022 e seguir buscando novas conquistas aqui nos EUA”, diz Kiko

A trajetória de Kiko Porto na base

Com conquistas no kart desde 2013, Kiko tem um currículo com diversos títulos ao redor do Brasil. O jovem piloto foi pentacampeão paraibano entre 2013 e 2017, tetracampeão pernambucano (2013, 2014, 2015 e 2016) e bicampeão alagoano (2015).

Kiko também foi campeão brasileiro de kart em 2016 na categoria Júnior Menor, mesmo ano em que conquistou os títulos da Copa SP de Kart na Rotax Junior Max Rookie e bicampeão do Super Kart Brasil. No ano seguinte, ainda foi campeão das 500 Milhas de Kart Granja Viana com a equipe Barrichello Hero e campeão do CIK-FIA Academy Trophy, em Alaharma, na Finlândia.

Após anos de conquistas no kartismo brasileiro, Kiko chegou aos EUA em 2018, quando disputou sua primeira temporada da Fórmula 4 Americana. No ano seguinte, ele já foi vice-campeão da categoria com três vitórias acumuladas com a equipe DEForce, a mesma que corre até hoje, e garantiu uma vaga para correr na USF2000 em 2020.

Em seu ano de estreia, inclusive, o piloto pernambucano venceu em St. Petersburg no final da temporada e também subiu quatro vezes no pódio, além de cravar a pole position em duas oportunidades. Seu bom desempenho trouxe a renovação para 2021, temporada na qual garantiu o título aos 18 anos, sendo o único piloto brasileiro no Road to Indy neste ano.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados