ColunistaFórmula 2Post

Jüri Vips aproveita final movimentado e conquista a pole no Azerbaijão. Drugovich é o 5º

O final da classificação foi movimentado, Vips cravou a pole depois de trabalhar bem os seus pneus antes de buscar a volta rápida

A Fórmula 2 está no Azerbaijão para disputar a sexta etapa do campeonato, a categoria atua como suporte ao evento da Fórmula 1. Nesta sexta-feira (10) Jüri Vips cravou a pole, em um final de classificação caótico, onde os pilotos brigaram por espaço para melhorar os seus tempos depois de uma bandeira vermelha provocada por Ayumu Iwasa.

Aqueles que trabalharam melhor os seus pneus conseguiram melhorar as suas marcas, mas perderam um pouco de eficiência dos compostos por conta da bandeira vermelha. Vips foi para a ponta, acompanhado por Liam Lawson que melhorou o seu tempo no final da sessão, Dennis Hauger e Marcus Armstrung ficaram com o terceiro e quarto lugar respectivamente, enquanto Felipe Drugovich conseguiu a quinta posição.

O piloto brasileiro está confiante, com as longas retas e bons pontos para a ultrapassagem, Drugovich sabe que ainda terá a oportunidade de brigar por uma posição melhor nas duas provas. O mais importante para o seu campeonato foi a classificação de ruim de Théo Pourchaire, o piloto francês da ART Grand Prix se classificou apenas na décima segunda posição.

Saiba como foi a Classificação no Azerbaijão

Com a ameaça iminente de uma paralisação, os pilotos rapidamente foram para a pista quando a luz verde se acendeu no pit-lane. Tentando não perder tempo para aferir as suas marcas, os pilotos foram liberados rapidamente, invadindo as ruas de Baku. Hughes abriu a tabela de tempos ao anotar 2m08s982, mas era apenas a primeira volta completada com os pneus supermacios.

Instantes depois foi a vez de Iwasa voar baixo e registrar 1m54s483 para assumir a liderança, com Hauger obtendo 1m55s166, com Drugovich que tinha 1m55s251. O brasileiro estava acompanhando a estratégia dos outros colocados, desta forma não ficou aguardando nos boxes para sair depois dos outros competidores.

Após dez minutos de atividade os dez primeiros eram: Iwasa, Hauger, Drugovich, Lawson, Pourchaire, Daruvala, Armstrong, Verschoor, Doohan e Vips. A atividade seguiu, com Armstrong conseguindo melhorar a sua marca para 1m54s487, enquanto o piloto brasileiro era o terceiro colocado com 1m54s554.

Os competidores estavam trabalhando a utilização do vácuo para avançar e melhorar os seus tempos. Boschung extravasou os limites de pista usando uma área de escape, o piloto da Campos Racing era o último colocado.

Quando restavam cerca de quinze minutos para o final os pilotos retornaram para os boxes para trocar os pneus, antes de retornar para a pista mais uma vez. A fila se formava na pista, com os pilotos tentando usar o vácuo dos seus adversários.

Iwasa que era o líder da sessão bateu seco no muro de contenção da curva 4 ao perder a traseira do carro da DAMS. A bandeira vermelha foi acionada rapidamente quando restavam cerca de 5m5s para o encerramento da classificação. A suspensão e asa dianteira do seu carro ficaram quebradas. Os pilotos estavam abrindo volta quando a batida ocorreu, prejudicando os seus desempenhos.

Os últimos minutos foram eletrizantes, Verschoor tinha saltado para a primeira posição com 1m54s369, mas os tempos foram melhorando substancialmente. Vips obteve 1m53s762, seguido por Hauger que tinha 1m53s973, enquanto Drugovich cravou 1m54s000.

Armstrong conseguiu um espaço para superar Drugovich, assumindo a quarta posição, enquanto Liam Lawson foi o segundo colocado. Théo Pourchaire, adversário direto do piloto brasileiro pelo título foi empurrado para a décima segunda posição, desta forma está fora da inversão do grid. Enzo Fittipaldi ficou com a décima sexta posição.

Os dez primeiros vão inverter as posições neste sábado para disputar a sprint, desta forma Hughes larga da primeira posição, mas para a corrida do domingo, Vips obteve a pole.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados