ColunistaPostW Series

Jamie Chadwick domina e crava a pole para o GP da Hungria

Chadwick repete bom trabalho e conquista pole para o GP da Hungria, acompanhada por Powell e Marti

Nesta sexta-feira (30) Jamie Chadwick dominou o Circuito de Hungaroring, a pilota da Veloce Racing já tinha apresentado uma boa performance durante o primeiro treino livre onde liderou a sessão. A pilota britânica repetiu o bom trabalho para obter a pole e ter a oportunidade de largar da primeira posição no GP da Hungria.

A classificação foi bem disputada entre, Alice Powell, Nerea Martí e Betske Visser. As posições foram definidas nos últimos instantes, onde Powell da Racing X superou as concorrentes para obter a segunda posição, enquanto Marti foi empurrada para o terceiro lugar.

Visser se recupera nesta corrida e vai largar da quarta posição, acompanhada por Irina Sidorkova que é da Academia da W Series. A brasileira Bruna Tomaselli vai começar a prova da sexta posição, depois de ter finalizado o TL1 na décima quinta posição.

Marta García se classificou na sétima posição, acompanhada por Emma Kimilainen. Belén García e Jessica Hawking completam o top-10.

O GP da Hungria será a quarta etapa disputada pela W Series na temporada de 2021, marcando a metade do campeonato. Powell é a atual líder somando 54 pontos, contra os 48 obtidos por Chadwick. Sarah Moore que é a atual terceira colocada com 36 pontos vai começar do décimo sexto lugar.

Saiba como foi a Classificação da W Series

Jamie Chadwick comandou o TL1, abrindo uma boa vantagem para as concorrentes, então era uma forte candidata para obter a pole nesta sexta-feira.

Rapidamente a pilota da Veloce Racing deixou os boxes e começou a virar as suas voltas rápidas em uma sessão de 30 minutos. Ela começou a sessão como líder com 1m44s779, sendo o seu primeiro tempo aferido, mas a pista e os seus pneus foram evoluindo as posições se alternando. Alice Powell estava na cola, pois anotou 1m45s111 em sua primeira volta rápida.

Depois de dez minutos de atividade, as dez primeiras eram: Chadwick, Visser, Sidorkova, Powell, Hawkins, B. García, Martí, M. García, Kimilainen e Eaton.

Algumas pilotas acabavam saindo da pista, pois estavam extravasando os limites de pista. Os tempos foram melhorando e Chadwick retomou a ponta, anotando 1m43s501, separada por 0s349 de Visser.

Nos últimos dez minutos, a brasileira Bruna Tomaselli saltou para a segunda posição, se aproximando da sua companheira de equipe com 1m43s610, empurrando Sidorkova para a terceira posição.

Martí saltou para a primeira posição com 1m43s328, mas Chadwick foi melhorando todos os setores da pista até recuperar a ponta mais uma vez com 1m42s735, superando Martí por 0s593. Outras pilotas foram fechando as suas voltas por conta da evolução do desempenho dos pneus, aproveitando o momento para melhorar os seus tempos. Aconteceu uma disputa direta entre Martí e Visser pela segunda posição, mas nenhuma delas conseguia ficar muito próximo de Chadwick

Nos últimos quatro minutos as dez primeiras eram: Chadwick, Martí, Visser, Sidorkova, Tomaselli, Kimilainen, B. García, Hawkins, M. García e Piria.

Nos últimos segundos Hawkins extravasou os limites na curva cinco, mas conseguiu retornar para a pista.

A classificação terminou com Chadwick dominando a sessão, depois de cravar 1m42s735, Alice Powell superou Nerea Martí para ocupar a segunda posição com 1m43s004, enquanto Martí ficou com a terceira posição. A brasileira Bruna Tomaselli vai largar da sexta posição.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados