ColunistaFórmula 1Post

Ferrari promove alterações no F1-75 para tornar carro mais competitivo em Miami

Tentando manter a distância entre Leclerc e Verstappen, Ferrari leva atualizações para Miami e troca motor do monegasco

Enquanto a disputa pela liderança do Campeonato está nas mãos de Ferrari e Red Bull, os olhos se voltam para o que esses times vão conseguir fazer nesse traçado que é completamente novo. Em Miami vamos observar as mudanças que foram introduzidas para melhorar o desempenho dos carros. A Ferrari começou a temporada como favorita, mas após cometer alguns deslizes, o time austríaco se aproveitou para se tornar um adversário ainda mais potente e reduzir a distância entre eles.

Com 23 provas, obviamente é possível esperar algumas reviravoltas, como as que aconteceram com a Ferrari, principalmente após a última corrida ser disputada na casa do time italiano.

Em Miami o F1-75 contará com algumas novidades, uma nova asa traseira para que possa se adaptar as características do circuito, mas a Ferrari também levou um novo assoalho para tentar melhorar a performance e reduzir os saltos.

A Ferrari também estava planejando para essa etapa instalar um novo motor no carro de Charles Leclerc, para extrair o melhor desempenho do carro, caso novamente ocorra um embate direto com a Red Bull.

O time italiano concentrou as suas forças para realizar diversas simulações desse circuito, tentando preparar o melhor acerto para o fim de semana. Durante o primeiro treino livre a Ferrari vai avaliar as novas peças e comparar os dados obtidos na pista, com a percepção dos pilotos, confirmando se o ganho esperado realmente acontecerá.

Após o GP de Ímola, Ferrari realiza modificações no F1-75 para disputar o GP de Miami – Foto: reprodução Ferrari

Em Miami vemos mais uma vez que os times trabalharam para eliminar o peso, introduzindo peças mais leves com os novos pacotes de atualização. Sobre motor, Leclerc utilizará a segunda unidade de potência da temporada, se igualando a Carlos Sainz que ganhou um novo Ímola, após abandonar o GP da Austrália.

A tática de mudar o motor e fornecer uma nova unidade de potência, assim como algumas atualizações é a maneira que a Ferrari está encontrando para tentar recuperar alguns pontos. O time não teve problemas com a unidade de potência, aliás, seria o melhor motor no grid, mas os acidentes de Sainz nas duas últimas provas e a rodada de Leclerc e Ímola fizeram a Ferrari mudar um pouco os seus planos.

O time italiano estava planejando fornecer atualizações apenas em Barcelona, mas agora é necessário manter uma distância existente entre Leclerc e Verstappen no campeonato de pilotos.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados