Ferrari domina os dois primeiros treinos na Rússia e ameaça o então domínio alemão nas terras da mãe Rússia!

Os dois treinos livres dessa sexta-feira (28) foram dominados pelos carros da Ferrari, o primeiro por Kimi Raikkonen que marcou 1:36:074 com pneus supermacios (faixa vermelha), e no segundo liderado por Sebastian Vettel com pneus ultramacios (faixa roxa) 1:34:120.

Fonte: @F1

| PRIMEIRO TREINO LIVRE

Os pilotos foram a pista primeiro com pneus macios, um dos três compostos escolhidos pela Pirelli para esse final de semana em Sochi. E Kimi Raikkonen deu uma resposta a respeito do seu desempenho que vinha sendo contestado nessas primeiras etapas do campeonato, o finlandês desbancou o seu companheiro de equipe e os carros da Mercedes, quando marcou 1:36:074. Seguido por Valtteri Bottas 1:36:119 e Lewis Hamilton 1:36:681. A surpresa foi ver Sebastian Vettel apenas em quinto lugar com 1:37:230, superado por Max Verstappen da Red Bull Racing 1:37:174. Os dois carros da Williams apareceram entre os carros da Force India, ocupando o oitavo lugar com Felipe Massa 1:37:900 e Lance Stroll em nono 1:37:944.

Kimi Raikkonen da Ferrari, deu o primeiro passo para liderar os treino de sexta na Rússia Fonte: @F1

A novidade desse primeiro treino ficou por conta de Sergey Sirotkin, piloto reserva da Renault que acabou guiando um dos carros da equipe, no lugar de Nico Hülkenberg. Porém sua permanência não durou muito e o carro apresentou uma pane no motor na saída da curva dois. Tentando fazer o carro voltar, mas não foi possível e acabou gerando uma bandeira amarela do treino. A sessão não ficou paralisada e na mesma volta Lewis Hamilton que vinha em uma volta rápida, acabou superando o seu companheiro de equipe marcando 1:39:558.

Depois dos 40 minutos iniciais do treino, os pneus extras que a Pirelli havia fornecido para as equipes foram recolhidos, e por cerca de 10 minutos não se via nenhum carro na pista. A pausa foi quebrada quando lance Stroll deixou os boxes da equipe Williams e Kevin Magnussen da Haas. Os dois voltaram com pneus supermacios e conforme os outros pilotos retornavam para a pista, eles também optavam pelos mesmos compostos.

A bandeira vermelha foi ocasionada quando faltava 23 minutos para o termino da sessão, por Esteban Ocon, no setor 6, quando a tampa do motor do seu carro acabou se soltando, sem nenhuma explicação e os fiscais de pista, precisaram remover a peça da pista, mas o procedimento não levou muito tempo. Os pilotos retornaram para a pista mais o tempo do líder não foi superado, e carros como os da Mercedes prefeririam usar os pneus macios para a reta final da sessão.

https://twitter.com/F1/status/857884800333606913

Faltando 11 minutos para o término da sessão, Sebastian Vettel acabou rodando na pista, quando perdeu a aderência dos pneus e a traseira do seu carro. Vettel foi para os boxes fazer uma simulação de parada logo em seguida e retornou normalmente.

https://twitter.com/F1/status/857887381462151168

A manhã foi um pouco mais fácil para Alonso, que apareceu na décima sexta posição. Porém Stoffel Vandoorne acabou enfrentando problema no seu carro. Na reta final o piloto reclamava de perda de potência na unidade motriz. Os carros da Haas também não se deram muito bem nesse primeiro treino, e apareceram apenas na décima segunda posição com Magnussem e décima sexta com Grosjean.

Fonte: @F1
Fonte: @F1
Fonte: @F1

| SEGUNDO TREINO LIVRE

Os pilotos foram para a pista com pneus supermacios, e Kevin Magnussen foi o primeiro a sair para a pista. A Haas colocou nos dois carros da equipe com os freios da Carbon Industrie, e os pilotos sentiram uma diferença no carro, até mesmo Magnussen que estava se dando bem com os antigos, disse que esses eram mais confiáveis. Porém os pilotos acabaram reclamando para a equipe no segundo treino, que os pedais de frio ficaram mais moles.

Hulkenberg foi o primeiro a marcar tempo, o alemão não havia participado do primeiro treino, dando lugar para Sergey. Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen assumiram a ponta, e Kimi estava determinado a manter o seu desempenho do primeiro treino, não dando espaço para os carros da Mercedes. O finlandês reclamou de algumas vibrações e a equipe acabou fazendo algumas alterações nos dois carros, porém a diferença não foi sentida, e ambos saiam muito de traseira ainda na pista, e algumas travadas de roda, acabaram acontecendo. Raikkonen acabou sendo superado por Hamilton mais conseguiu dar resposta e assumir o segundo lugar novamente.

A Mercedes enfrentou problemas com os pneus ultramacios, enquanto os carros da Ferrari conseguiam obter a melhor volta com os compostos entre a terceira e quinta volta, a Mercedes levou um pouco mais de tempo. Hamilton também tinha problemas com a perda de traseira do carro, na verdade esse foi um problema que todas as equipes enfrentaram, principalmente porque as freadas que são realizadas na entrada das curvas, são fortes e as vezes é difícil achar o ponto ideal. Valtteri Bottas acabou se saindo melhor que o seu companheiro de equipe novamente, Hamilton encontrou trafego na pista quando estava de pneus ultramacios e também não se deu muito bem com os compostos, escapando várias vezes.

Os carros da Red Bull Racing ficaram com o quinto e o sexto lugar, mas o tempo obtido por Max Verstappen mostra a distância que a equipe está dos dois carros da Ferrari, 1s480 é o que está separando eles. Na reta final Verstappen acabou enfrentando uma pane no carro e deixou o treino mais cedo. Felipe Massa é o mais consistente do grid, mesmo não conseguindo avançar para disputar posições com as equipes da ponta, o piloto vem se mantendo em sétimo ou oitavo lugar. Massa marcou o sétimo tempo dessa vez, ficando na frente dos carros da Force India que são o maior desafio para a sua equipe atualmente. Lance Stroll apareceu somente na décima nona posição.

Fernando Alonso da McLaren conseguiu a décima segunda posição, mas o seu carro continuava sofrendo nos trechos de alta velocidade da pista. Stoffel Vandoorne aparecia com o carro todo desmontando quando a sessão começou, a equipe teve que realizar uma troca de motor e ficou apenas em décimo sexto lugar.

Nos minutos finais as equipes optaram por fazer simulações de corrida, andando com os carros mais pesados e com pneus supermacios, portanto o tempo obtido por Vettel de 1:34:120 não foi superado.

Fonte: @F1
Fonte: @F1

https://twitter.com/F1/status/857998208026296320

O próximo treino livre acontece as 6:00 da manhã e a classificação será realizada as 9:00 da manhã.

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.