ColunistaPostStock Car

Enzo Elias surpreende Albert Costa na Corrida 2 da Stock Car em Interlagos

Após um pit stop complicado, Albert Costa é surpreendido por Enzo Elias e perde a liderança da Corrida 2 em Interlagos

A Corrida 2 da Stock Car em Interlagos foi para os pilotos convidados pelos titulares. Enzo Elias, parceiro de Galid Osman venceu a prova. Ele recebeu o carro da Shell V-Power e começou a corrida da segunda posição. Elias buscou Albert Costa, mas só assumiu a liderança da prova após as paradas nos boxes. Depois o piloto comandou a corrida em um ritmo impressionante para receber a bandeirada.

Costa precisou se contentar com a segunda posição. Augusto Farfus, parceiro de Daniel Serra, colocou o carro da Eurofarma mais uma vez no pódio. Destaque para Gabriel Robe que assumiu o equipamento de Gabriel Casagrade, o piloto largou do décimo lugar, escalou o grid e conquistou o 4º lugar. O top-5 ainda contou com Pietro Fittipaldi.

LEIA MAIS: Gabriel Casagrande começa temporada da Stock Car com vitória

Infelizmente alguns não conseguiram participar da corrida, pois os equipamentos sofreram algum problema, como foi o caso de Timo Glock, convidado de Felipe Massa. Ainda na primeira corrida, Massa enfrentou um problema no câmbio quando era o décimo colocado, o piloto buscou uma área de escape para encostar o carro. O time não tinha como fazer a recuperação do equipamento, portanto Glock não pode participar da prova.

Saiba como foi a Corrida 2 da Stock Car

A segunda prova começou com a inversão dos dez primeiros. Os carros foram preparados no grid para a Corrida 2, os times realizaram a troca dos quatro compostos antes que os convidados largassem.

Albert Costa ganhou a oportunidade de começar da pole, já que Khodair foi o décimo colocado na primeira corrida. O grid de largada ficou definido desta forma: Costa, Bleekmolen, Elias, Bortoleto, Muller, Danilo Dirani, Cavaleiro, Farfis, Dennis Dirani e Robe.

Na volta de apresentação, o carro de Felipe Fraga ficou parado na pista, desta forma o piloto não conseguiu acompanhar o pelotão para a largada.

Na prova de convidados, Costa fechou a porta, não deixando Bleekmolen pegar a segunda posição. Os convidados tiveram uma largada mais caótica, com alguns competidores perdendo o ponto de freada e espalhando pelo traçado. Bortoleto que tinha levado um toque, tinha a carenagem do carro danificado. Dudu Barrichello que estava fazendo uma boa corrida, foi tocado por Kiko Porto, o filho de Barrichello perdeu um pouco de desempenho.

Robe tinha conquistado uma posição, assumindo assim o nono lugar. Com o acionamento do botão de ultrapassagem liberado, os pilotos começaram a acioná-lo na terceira volta. Drugovich se encaminhou para os boxes na quarta volta, o seu carro estava com vários problemas. Girolami foi outro piloto que vimos com problema, ficando estacionado na área de escape. Pietro Fittipaldi disputava com Fogaça, buscando a décima quinta posição.  

No quinto giro a disputa pelo sexto lugar estava intensa, Dirani, Robe, Baptista e Guerra estavam tão próximos que alternavam as posições constantemente. Antes da janela de paradas os dez primeiros eram: Costa, Elias, Bleekmolen, Farfus, Muller, Dirani, Robe, Baptista, Guerra e Dennis Dirani. Pedro Piquet era visto espalhando na pista, perdendo algumas posições.

Robe mostrava muita performance com o carro #83 de Casagrande, na sétima volta ele já era o sexto colocado, duelando incessantemente com Dennis Dirani pelo quinto lugar. Robe só abandonou a disputa para fazer a sua troca de pneus e ganhar algumas posições no retorno à pista.

Dudu Barrichello perdeu a traseira do carro quando se defendia das investidas de Pedro Piquet, o piloto que estava no carro #111 ainda tocou Albuquerque, fazendo o convidado de Ricardo Maurício rodar. Neste mesmo momento Elias fez a ultrapassagem em Costa, pois o piloto da Blau Motorsport perdeu tempo no pit stop com a troca de pneus, mas também na saída do pit, depois de tocar no alembrado.

Depois que todas as paradas foram concluídas, os dez primeiros eram: Elias, Costa, Farfus, Robe, Fittipaldi, Bleekemolen, Rombano, Danilo Dirani, Denis Dirani e Muller.

Próximo do encerramento da corrida, Guerra tocou em Vitor Baptista, fazendo o piloto do carro #85 rodar. A disputa era pela décima primeira posição. Kiko Porto enfrentou o mesmo problema do capô aberto que Beto Monteiro tinha passado na primeira corrida.

Fraga fez uma grande corrida de recuperação e mesmo lidando com um lastro de 30kg, o piloto ocupou a décima primeira posição quando restavam cerca de cinco minutos para o encerramento da corrida. Fittipaldi também estava fazendo uma grande prova, o piloto começou da vigésima primeira posição, escalando o grid para o quinto lugar.

Nos últimos segundos, Leist e Guerra estavam disputando a décima terceira posição, ainda dando emoção para o encerramento da prova.

Enzo Elias venceu a segunda prova, acompanhado por Costa e Farfus. Novamente o carro de Daniel Serra esteve no pódio neste final de semana. Robe conquistou a quarta posição, depois de dividir o carro com Casagrande.

Resultado da Corrida 2 da Stock Car em Interlagos – Imagem Reprodução
Resultado da Corrida 2 da Stock Car em Interlagos – Imagem Reprodução

 

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados