ColunistaFórmula EPost

Classificação complicada para os brasileiros. A disputa agora é por um bom resultado na 4ª etapa

Por conta da chuva antes da classificação, os pilotos tiveram que lidar com uma pista úmida. Câmara voltou a apresentar problemas com o carro da Dragon

A classificação realizada para a 4ª etapa da Fórmula E não foi muito boa para os brasileiros, o traçado úmido acabou dificultando no registro dos tempos.

Lucas Di Grassi vai largar da 13ª posição – posição o piloto da Audi não conseguiu encaixar um bom tempo. Enquanto Sérgio Sette Câmara começa a corrida do fim do grid pelo 23º lugar, já que não completou uma volta cronometrada durante a classificação – está é a segunda vez que o carro da Dragon guiado pelo brasileiro acabou apagando em um momento decisivo. Câmara estava vindo para uma boa volta quando o carro ficou parado na pista.

Nick Cassidy registrou a pole ao anotar 1m52s011. 

Confira como foi a classificação dos brasileiros para o 4º ePrix de Roma

Entre o TL3 e a classificação, a chuva acabou caindo, deixando o circuito de Roma bem molhado e muito escorregadio.

A referência para Sérgio Sette Câmara era o tempo obtido por Sam Bird, que anotou 1m59s739 com o carro da Jaguar. O grupo do brasileiro da Dragon era forte, composto por Edoardo Mortara, Pascal Wehrlein, Antonio Felix da Costa, Oliver Rowland e Sébastien Buemi.

Câmara que estava conseguindo um bom tempo, superando os rivais do segundo grupo nos dois primeiros setores da volta cronometrada, mas ficou parado na pista entre a curva 13 e a curva 14. Uma bandeira amarela foi localizada naquele setor e o brasileiro não conseguiu completar uma volta nesta classificação.

Provavelmente o problema do pico de energia acaba persistindo, o mesmo que fez Câmara ficar parado no circuito durante o ePrix de Roma disputado no sábado.

Lucas Di Grassi foi liberado para a pista com o terceiro grupo, o brasileiro não conseguiu encaixar uma boa volta e ficou com a décima posição após o terceiro grupo completar os seus giros. O piloto da Audi anotou 2m00s150. Alexander Sims do mesmo grupo que Di Grassi assumiu a ponta, após anotar 1m58s500, assim como Stoffel Vandoorne que teve a chance de disputar a super pole ao encaixar 1m59s105.

LEIA MAIS: Di Grassi enfrenta problemas e perde a liderança do ePrix de Roma para Éric Vergne

Outros pilotos melhoraram os seus tempos, desta forma Di Grassi foi empurrado para a 13ª posição, enquanto Sette Câmara começa a prova em Roma pelo 23º lugar.

Os brasileiros vão buscar um resultado melhor nesta segunda prova em Roma, após os dois encerrarem a etapa fora da zona de pontuação no sábado.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados