ColunistaFórmula 1

Bottas vence pela primeira vez na Fórmula 1 em um emocionante GP da Rússia!!!

Foi um final de semana realmente surpreendente, depois de um domínio da Ferrari durante todo o final de semana de testes e classificação, a Mercedes de Bottas surpreendeu todo mundo. O 107º piloto de Fórmula 1 diferente a vencer na história do campeonato. Algumas pessoas, até mesmo eu, achava que o feito só seria possível mais para a frente, porém Bottas já vinha dando sinal que esse final de semana seria diferente. O piloto se manteve na frente de Lewis Hamilton em todos os treinos livres, se classificou na terceira posição e rendeu mais com os pneus ultramacios, que o companheiro. Hamilton teve dificuldades em encontrar o equilíbrio ideal para os compostos durante o final de semana, sempre escapando na pista, tendo um rendimento abaixo do esperado. Era nítido que o piloto estava com problemas no carro, lidando com o superaquecimento.

No início do GP da Rússia, Fernando Alonso já abandonava a corrida, antes da largada, encostando o carro no pit-lane, depois de ter problemas com a sua McLaren, abandonando todas as corridas até agora. A largada foi atrasada em uma volta. Quando as luzes verdes se apagaram, Bottas largou melhor que os dois carros da Ferrari, saindo da terceira posição para ganhar a ponta, enquanto Vettel defendia as investidas de Raikkonen e o mesmo era atacado por Hamilton.

Já na primeira volta, Lance Stroll rodava sozinho na pista e indo parar no final do pelotão. E Jolyon Palmer e Romain Grosjean se tocavam, e o Safety Car entrava na pista. A relargada veio na quarta volta e Bottas começou a abrir vantagem e se distanciar do pelotão. Na volta seguinte, Ricciardo enfrentava problemas com o freio traseiro, direito, uma fumaça começava a aparecer e o piloto perdia posições. Ricciardo levava o carro até os boxes, e a equipe tinha esperança de conseguir colocar o carro de volta na pista, mas a capa que protege todos os componentes do disco de freio, estava chamuscada. Mesmo na tentativa de esfriar a área, se o carro voltasse para a pista, logo voltaria a enfrentar os mesmos problemas, então decidiram recolher o australiano.

Felipe Massa ficou grande parte da corrida na frente dos carros da Force India, foi o primeiro piloto do pelotão que estava à frente a realizar a troca dos compostos. Acabou retornando para a pista atrás dos seus rivais, mas a equipe poderia acetar na estratégia, quando os carros de Ocon e Pérez parassem nos boxes. Massa vinha fazendo uma boa corrida, no começo e resistiu as investidas de Ricciardo, e se não fosse o pneu furado na reta final da prova, a colocação dele teria sido bem melhor. Com o resultado da prova de hoje, o brasileiro foi ultrapassado pelo mexicano e agora a diferença é de 4 pontos a favor de Pérez. Lance Stroll conseguiu completar a prova, chegando em décimo primeiro, ainda cometendo alguns erros, principalmente na forma como guia o seu carro, ainda sendo muito agressivo, mas de um jeito ruim, pois acaba perdendo os pontos de frenagem na pista. Mais uma vez os dois carros da Force India pontuaram, mostrando a sua consistência no campeonato e aproveitando todas a oportunidades para se manter na frente. Max Verstappen acabou a prova com um quinto lugar. Conseguiu ultrapassar, Ricciardo e Massa largada e administrou os freios até o final.

A equipe informava para Hamilton que os dois carros estavam andando no limite, e o piloto pediu para fazer algumas alterações, o que provocou uma reação do piloto na pista, o mesmo conseguia dar uma volta rápida na pista e melhorar o rendimento, diminuindo a distância. Mas não se manteve assim até o final, ficando com a quarta posição ao termino da corrida.

Sebastian Vettel mesmo reclamando de bolhas no pneu, resistiu por 35 voltas na pista, só o outro alemão, Nico Hulkenberg permaneceu mais com os compostos ultramacios, foram 44 voltas. A Ferrari resistia com Vettel na pista, com a intenção de abrir distância, com relação a Bottas, na esperança de fazer a troca dos pneus e conseguir voltar a frente. Quando Vettel fez a sua parada, não havia tempo suficiente, cerca de 20 segundos separavam ele do finlandês. A parada de Vettel durou 30 segundos cravados. Mas o alemão acabou tendo problemas, o mecânico calculou mal o espaço para encaixar o pneu, acrescentando um pouco mais de tempo a permanência nos boxes. O tempo ”perdido” não seria relevante para a Vettel voltar à frente de Bottas, mas poderia fazer diferença na aproximação.

A perseguição de gato e rato começava ali. A cada volta Vettel vinha tirando segundos e melhorando a sua performance, com os pneus mais novos que o dos rivais. Mas Bottas também mostrava serviço, fazendo de tudo para manter alguma distância entre eles. A Mercedes tentava motivar o piloto pelo rádio, passando algumas informações sobre o seu desempenho, e como Vettel vinha andando na pista, até que o finlandês se irritou e pediu para ser deixado sozinho. Bottas aproveitava a oportunidade de colocar pilotos entre os dois. Foi em uma dessas que Vettel acabou se irritando com Massa, já que Valtteri conseguia fazer a ultrapassagem de forma mais ”fácil” no brasileiro e Vettel dizia que o mesmo havia atrapalhado ele na pista, rendendo um gesto obsceno, para expressar a sua revolta. As duas voltas finais foram simplesmente impressionantes, Vettel até cresceu no retrovisor de Bottas, mas não tinha tempo suficiente para as suas investidas darem certo e Valtteri conquistava a sua primeira vitória na carreira, quatro corridas, e três pilotos diferentes chegando na frente. Sebastian ainda é líder do campeonato, agora com 86 pontos. Lewis Hamilton agora tem 73 pontos e Bottas aparece com apenas 10 pontos de diferença para o seu companheiro de equipe.

Kimi Raikkonen teve um final de semana brilhante, se saiu muito bem nos treinos livre e na classificação, defendeu muito bem a posição na largada, e soube administrar de forma formidável todas as voltas. Teve uma parada nos boxes, muito bem executada pela equipe. E ainda rendeu uma pérola, quando foi avisado pela mesma que Bottas estava na frente dos carros da Ferrari, e Raikkonen não fazia ideia que o outro finlandês havia ultrapassado os dois carros da equipe. Desse jeito Kimi de ser, quando entra no carro e só se importa com o seu resultado, ignorando os fatores externos, correndo pelo prazer de correr. Que ele continue tendo o mesmo desempenho nas próximas corridas, mostrando que a Ferrari acertou nos dois carros e que o lugar é ocupado por dois pilotos extremamente competitivos. 

 

Fonte: @F1

https://twitter.com/F1/status/858708329056485379

 

https://twitter.com/F1/status/858655853087514624

https://twitter.com/F1/status/858655413448921088

https://twitter.com/F1/status/858665531385282561

https://twitter.com/WilliamsRacing/status/858672093654810624

https://twitter.com/MercedesAMGF1/status/858676489008680960

 

https://twitter.com/F1/status/858678877392064513

https://twitter.com/WilliamsRacing/status/858677847099133952

https://twitter.com/LewisHamilton/status/858685011557580800

https://twitter.com/ScuderiaFerrari/status/858688493534535681

https://twitter.com/nico_rosberg/status/858689664605179904

Fonte: @F1
Fonte: @F1
Fonte: @F1
Fonte: @F1
Fonte: @F1
Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados