ColunistaDestaquesPostW Series

Alice Powell ultrapassa Emma Kimiläinen para conquistar vitória no GP da Holanda

Por conta da falta de ritmo de Emma Kimiläinen, Alice Powell realizou a ultrapassagem e conquistou a terceira vitória da temporada

A sexta etapa da W Series foi disputada hoje (04) em Zandvoort, mesmo sendo um circuito travado, tivemos a oportunidade de ver Alice Powell desafiando Emma Kimiläinen, para realizar a ultrapassagem e conquistar a sua terceira vitória na temporada 2021 da W Series.

Na sexta-feira Kimiläinen encontrou muito ritmo para desafiar Powell e Jamie Chadwick, conquistando a sua primeira pole no ano, mas a finlandesa não pode contar com o mesmo ritmo neste sábado e foi ultrapassada pelas outras duas competidoras.

Chadwick garantiu a segunda posição, ela até desafiou Powell no início da corrida, mas não conseguiu concluir a ultrapassagem. No entanto, Kimiläinen recebeu a bandeirada final na terceira posição, conseguindo segurar Nerea Martí, Jessica Hawkins e Abbie Eaton, mesmo com a queda de performance.

A brasileira Bruna Tomaselli terminou a corrida na décima sétima posição.

A W Series realiza uma breve pausa, retornando no GP dos Estados Unidos para disputar a sétima etapa no dia 23 de outubro.

Saiba como foi o GP da Holanda da W Series

A corrida da W Series teve o seu início atrasado, por conta das paralisações provocados na classificação da Fórmula 1.

A prova teve início ao 12h, com as pilotas avançando para a volta de apresentação, foi neste instante que Bruna Tomaselli rodou por conta dos pneus frios na saída do pit-lane e precisou largar da última posição, já que perdeu a posição de origem. 

Kimiläinen conseguiu manter a liderança, enquanto Chadwick pressionava Powell, mas a pilota da Veloce Racing não conseguia concluir a ultrapassagem. Belén García assumiu a sétima posição depois de ultrapassar Abbie Pulling. Tomaselli permanecia na décima oitava posição.

A dificuldade para concluir ultrapassagens era nítida, um desafio para a pista característico da pista. As voltas rápidas se alteravam entre Chadwick e Powell.

Durante a quarta volta, Powell que já tinha se aproximado de Kimiläinen, assumiu a primeiro lugar. Chadwick aproveitou a perda de ritmo da finlandesa para assumir a segunda posição.

Após dez minutos de prova, as dez primeiras eram: Powell, Chadwick, Kimiläinen, Martí, Hawkins, Eaton, B. García, Pulling, Moore e Koyama. Tomaselli realizou a ultrapassagem e obteve a décima sétima posição, depois de ultrapassar Marta García.

Kimiläinen estava a mais de dois segundos atrás de Chadwick, enquanto Powell tinha mais de um segundo de vantagem na liderança. Cook seguia avançando, conquistando posições depois de largar do décimo sétimo lugar, e já era a décima quarta colocada.

A finlandesa segurava Martí, Hawkins e Eaton, evitando uma ultrapassagem. A falta de ritmo da finlandesa depois da largada estava sendo estudada. Mesmo com várias disputas localizadas na pista, as ultrapassagens não ocorriam.

Na décima quinta volta, as dez primeiras eram: Powell, Chadwick, Kimiläinen, Martí, Hawkins, Eaton, García, Pulling, Moore e Koyama. Tomaselli permaneceu na décima sétima posição.

A prova encerrou com 20 voltas, Powell cruzou a linha de chegada na primeira posição para conquistar a terceira vitória da temporada 2021.

GP da Holanda – Foto: reprodução
Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados