ColunistaFórmula EPost

ABT confirma retorno ao grid da Fórmula E

Em 2023 a ABT estará no grid da Fórmula E, mas agora como equipe cliente. O time está definindo os pilotos para a próxima temporada

A ABT Sportsline estava estudando um possível retorno para a Fórmula E, mas nesta manhã de quinta-feira (05) a categoria elétrica confirmou o seu retorno, mas que agora entrará como cliente no grid.

Quando a Audi optou por deixar a Fórmula E, a ABT também acompanhou a decisão e deixou a categoria elétrica ao final da temporada passada, mas nunca esconderam o seu desejo de retornar. Depois de um hiato, o time vê a oportunidade de estar mais uma vez no grid, acompanhando a implementação do Gen3 e o início de uma nova era. A licença foi aprovada após a reunião do Conselho da Fórmula E que ocorreu em Mônaco na última semana.

Em 2014 a ABT venceu a sua primeira corrida com Lucas di Grassi em Pequim, a equipe fez parte do nascimento da Fórmula E. Deixaram a categoria com 47 pódios conquistados além de somar 1.380 pontos. A ABT se consagrou quando transferiu o controle para a Audi que durou de 2017 até 2021.

“A Fórmula E sempre teve um grande lugar em nossos corações e nunca escondemos o fato de que queremos estar lá novamente. Após a aprovação interna, agora estamos conversando com parceiros atuais e potenciais. O objetivo é colocar uma equipe forte dentro e fora das pistas desde o início”, disse o fundador da equipe Hans-Juergen Abt.

“Sempre estivemos em contato com a Fórmula E e a FIA, tivemos muitas discussões e recebemos um grande apoio de roda a equipe em torno de Alejandro [Agag], Alberto [Longo], Jamie [Reigle] e Frederic [Bertrand]”, informou o CEO Thomas Biermaier.

A ABT conseguiu um fornecedor de powertrains para a próxima temporada, o anúncio ocorrerá em breve. O time também está realizando a negociação para obter dois pilotos, para ter um início forte. A ABT se tornará a 12ª equipe a ingressar para disputar a 9ª temporada da Fórmula E.

A ABT busca um piloto que ajude a equipe desde o início neste retorno à Fórmula E – Foto: reprodução Fórmula E

Como o mercado de pilotos da Fórmula E está em movimento, três grandes nomes aparecem como possíveis pilotos que a equipe está mirando. Robin Frijns que atualmente defende a Envision, Rene Rast que correu ao lado de Lucas di Grassi pela Audi na Fórmula E ou Nico Müller.  Müller também correr pela ABT, mas no DTM. Frijns também tem vínculo com a ABT, por conta das suas participações no DTM.

“No que diz respeito aos nossos dois pilotos, temos ideias muito claras. Provavelmente começaremos a temporada 2023 como azarões, diferente da última vez como equipe de fábrica. É por isso que é ainda mais importante termos pilotos rápidos e inteligentes no nosso cockpit, que se encaixem bem conosco. As primeiras conversas são empolgantes e muito positivas, então tenho certeza de que teremos nossa equipe reunida em breve”, disse Biermaier.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados