365 diasColunistaDestaquesFórmula 1

11 de Outubro 1997, Eliseo Salazar Vence em Las Vegas e Tony Stewart é o Campeão da IRL – Dia 143 dos 365 dias mais importantes da história do automobilismo

A Indy Racing League chegava a Las Vegas para decidir a temporada 1996 / 1997. Era o primeiro ano da categoria sob o novo regulamento técnico, no ano anterior a IRL utilizava carros antigos da rival Cart. Duas fabricantes forneciam os carros da nova Indy : Dallara e G-Force, dois também eram os fornecedores de motores agora aspirados : Oldsmobile e Infiniti. Em 1996 podemos dizer que a nova categoria realizou corridas mas não um campeonato em si, afinal das 5 provas disputadas apenas 3 contaram para o “campeonato” daquele ano que inclusive teve dois campeões declarados : Buzz Calkins e Scott Sharp. As 2 últimas etapas de 96 e todas as de 97 contaram pontos para o segundo campeonato da categoria criada por Tony George.

Fonte: IRL

Tony Stewart da equipe Menards e Davey Hamilton da Foyt disputavam o titulo na etapa de Las Vegas. Stewart contava com 254 pontos contra 244 de Hamilton. O piloto da Foyt precisava chegar 11 posições a frente do rival da Menards para levar o titulo, a Tony Stewart bastava marcar o adversário e fazer uma prova conservadora. Até ali Davey Hamilton não havia vencido uma etapa sequer, tampouco chegado em segundo, não necessitiva da vitoria para levar a taça, caso Stewart fosse o último colocado, Hamilton poderia ser campeão chegando em uma modorrenta 21. posição.

Fonte: IRL

Billy Boat cravou a pole com Davey Hamilton em segundo, Tony Stewart era o terceiro, Robbie Buhl em quarto, Eliseo Salazar o quinto e Arie Luyendyk o sexto. Os brasileiros Marco Greco e Affonso Giaffone era 10. e 11. respectivamente no grid. Robbie Buhl assumiu a liderança no inicio da prova seguido por Mark Dismore e Eliseo Salazar, os postulantes ao titulo foram bem conservadores no começo, Tony Stewart era o 6. e Davey Hamilton despencou para o 15. lugar. Após a segunda bandeira amarela Mark Dismore assumiu a ponta liderando com segurança. Hamilton parecia não estar disputando o titulo dado seu apático desempenho. Tony Stewart que não precisva forçar para levar o titulo também não mostrava uma performance digna de nota.

Fonte: IRL

A prova transcorreu normalmente, com Affonso Giaffone em uma estratégia de pits diferente dos lideres chegando a comandar a prova. E foi justamente Giaffone o pivo de mais uma bandeira amarela, uma roda mal fixada em seu pit stop soltou-se perigosamente em sua volta à pista. Após os pits stops os dois postulantes ao titulo galgaram posições ocupando respectivamente 5. e 6. lugares. Na relargada Eliseo Salazar da equipe Scandia pulou na frente seguido de perto por Mark Dismore. Tony Stewart perdendo rendimento se arrastava na pista, o piloto da Menards já havia tomado 4 voltas dos lideres até que restando 10 voltas um pavoroso acidente onde Roberto Guerrero tocou na traseira de Marco Greco e decolou capotando várias vezes foi responsável pela última bandeira amarela da noite, o que foi ótimo para Stewart. A bandeira verde foi dada restando 4 voltas para o final.

Fonte: IRL

O chileno Eliseo Salazar, tão lembrado pelo GP da Alemanha de 1982 na F1 onde foi agredido por Nelson Piquet após tirar o brasileiro da prova, venceu em Las Vegas e tornou-se o primeiro sulamericano a triunfar na IRL, um prêmio pela persistência do piloto que sempre penou em times pequenos na F1 e também na Cart foi também a primeira vitoria da equipe Scandia. Davey Hamilton completou na 7. posição e Tony Stewart com a 11. colocação sagrou-se campeão da Indy Racing League, foi o único título da equipe Menards. Stewart ficou na Indy até 1999 quando migrou para a Nascar onde tornou-se um dos grandes nomes da categoria.

Top 5 da etapa de Las Vegas:
1) Eliseo Salazar (Scandia)
2) Scott Goodyear (Treadway)
3) Robbie Buhl (Menards)
4) Jim Guthrie (Blueprint Racing)
5) Mark Dismore (Kelley Racing)

Top 5 do campeonato da IRL 1997:
1) Tony Stewart 278
2) Davey Hamilton 272
3) Marco Greco 230
4) Eddie Cheever 230
5) Scott Goodyear 226

Etiquetas
Mostrar mais

Cristiano Seixas

Fã hardcore de Fórmula 1, apreciador da história, números e estatísticas da categoria, mais conhecido como Mestre Cristiano Seixas, Wikipédia erra o Cristiano não.

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Fechar