ColunistasFórmula EPost

Mortara vence ePrix de Marrakesh e assume liderança do campeonato mundial de Fórmula E

No ePrix de Marrakesh disputado neste sábado (02) Edoardo Mortara recebeu a bandeira quadriculada na liderança, consolidando a vitória durante a 10ª rodada da temporada 2021/22. O piloto da Venturi conseguiu segurar as investidas dos adversários para voltar a vencer.

Antonio Felix da Costa começou a prova da pole position, mas perdeu rapidamente a liderança da prova para o piloto suíço, desta forma Mortara pode dar o tom da prova, desde o seu começo ao mesmo passo que o piloto da Venturi precisou lidar com as constantes investidas da dupla da DS Techeetah, além das mudanças de posições que aconteciam atrás do seu carro, para encontrar uma forma de controlar a ponta e obter a vitória em Marrakesh.

Para o encerramento da corrida, Da Costa precisou colaborar com o time eles tentaram uma inversão de posição para dar oportunidade de Jean-Éric Vergne brigar pela vitória, mas voltas depois, realizaram uma nova inversão, deixando o português perseguir o piloto da Venturi.

Vergne ainda foi ultrapassado por Evans ao final da corrida, perdendo o pódio para o piloto da Jaguar. O francês ficou extremamente frustrado com o resultado da corrida e com a forma como a prova foi encerrada.

O resultado rendeu à Mortara a liderança da prova, o piloto conta agora com 139 pontos, voltando mais uma vez para a ponta do campeonato. Jean-Éric Vergne segue no segundo lugar, com 128 pontos, enquanto Stoffel Vandoorne que chegou a Marrakesh na liderança, despencou para o terceiro lugar com 125 pontos, com apenas a diferença de ponto para Mitch Evans da Jaguar.

Saiba como foi o ePrix de Marrakesh

Os pilotos alinharam no grid, para início do ePrix de Marrakesh da Fórmula E. O calor tomou conta do traçado, além disso, a pista seguia com aquela sujeira por conta da areia que tinha invadido o traçado principal.

Da Costa começou a prova da liderança, com Edoardo Mortara apresentando uma boa reação, se defendendo dos ataques de Vergne para conservar o segundo lugar. Di Grassi caiu para o décimo segundo lugar em uma reação ruim na largada, mas instantes depois o piloto da Venturi retornou para o décimo primeiro lugar e começou o seu processo para escalar o grid.

Evans atacava Wehrlein na busca pela quinta posição, o piloto da Jaguar reclamou várias vezes do piloto da Porsche que não deixava espaço na pista, espremendo-o nos muros de contenção que delimitam o traçado. Mas após forçar por um certo período Evans, realizou a ultrapassagem e ficou com o quinto lugar.

De Vries colocou o carro de lado, em uma disputa com Cassidy, mas conseguiu se livrar de uma batida, permanecendo no nono lugar. Ticktum por outro lado encostou no muro de contenção e acabou com o carro danificando, passando a ficar bastante lento no traçado e assim despencou para o final do pelotão.

Neste momento da prova os dez primeiros eram: Da Costa, Mortara, Vergne, Dennis, Evans, Rowland, Cassidy, De Vries, Wehrlein e Di Grassi. A disputa seguia acirrada pela proximidade do grid, Dennis aproveitava a pouca distância que tinha para Vergne para atacar o piloto da DS Techeetah sem se preocupar com o restante da prova.

Ainda no início da corrida, alguns pilotos começaram a buscar a potência extra, tentando se livrar dessa obrigação e aproveitar o momento que os carros tinham mais bateria. Da Costa e Vergne partiram para ativar o Modo Ataque, pouco depois de André Lotterer.

O francês foi ultrapassado por Dennis por conta da ativação do Modo Ataque, mas na sequência recuperou a posição por contar com a potência. Mortara respondeu a ativação dos pilotos da Techeetah fazendo a sua ativação no giro seguinte. Quando Cassidy foi pegar o Modo Ataque, o piloto perdeu a traseira do carro por conta as área e perdeu mais posições do que deveria, assim foi para o décimo quinto lugar.

A direção de prova forneceu duas ativações de 3 minutos cada para a prova de Marrakesh. Vergne fora surpreendido por Rowland e na sequência também foi desafiado por Dennis, os pilotos não tinham problema para realizar ultrapassagens, principalmente com a proximidade do grid e também pelo uso da potência extra. Por outro lado, restou à Da Costa fazer a sua segunda ativação ainda no início da prova, trabalhando em uma estratégia diferente.

Neste ponto da prova as posições se alternavam rapidamente, justamente pelo uso do Modo Ataque. Di Grassi era o oitavo, enquanto Stoffel Vandoorne fazia uma prova de recuperação ocupando o décimo quarto lugar.

Rowland tocou a traseira de Da Costa, desestabilizando o piloto da DS Techeetah, para na sequência o português responder e ainda permanecer no segundo lugar, mas não durou por muito tempo, pois Rowland ainda contava com um pouco mais de tempo de potência extra fornecida pelo Modo Ataque, então Da Costa precisou ceder para Rowland.

Restando 30 minutos para o encerramento da corrida regular, os dez primeiros eram: Mortara, Rowland, Da Costa, Evans, Vergne, Dennis, De Vries, Di Grassi, Bird e Askew.

Com uma corrida muito movimentada e várias trocas de posição, De Vries fez a manobra para cima de Di Grassi, ficando com o sétimo lugar. Da mesma forma que Rowland subiu, o piloto começou a perder desempenho – Da Costa recuperou a posição e Evans ultrapassou o piloto da Mahindra.

Não tinha nada definido neste momento da prova e os pilotos ainda precisariam conservar as baterias dos seus carros para conseguir completar a prova. Sette Câmara que se classificou muito bem no traçado, caiu para a vigésima posição, ficando à frente apenas de Giovinazzi e Ticktum.

Tocando em De Vries, o piloto brasileiro colocou o carro de lado e conseguiu abandonar o holandês. Mortara, Da Costa, Vergne, Di Grassi e Vandoorne receberam o fanboost por meio da votação popular.

Com pouco espaço na pista, mas ainda sendo um traçado bom para ultrapassagens, os pilotos não tinham medo de protagonizar toques e brigar com os adversários. Nos últimos 20 minutos, Da Costa que tinha começado uma aproximação silenciosa para chegar em Evans, tocou no piloto da Jaguar, mas não deixou o rival perder contato. O bom português recuperou o segundo lugar, com Vergne ficando com o quarto lugar, invertendo a posição mais uma vez com Rowland.

Di Grassi soube trabalhar o Modo Ataque para aparecer no sétimo lugar. Por outro lado, Vandoorne chegou ao décimo primeiro lugar, tentando entrar na zona de pontuação.

Restando apenas 15 minutos para o final, os dez primeiros eram: Mortara, Da Costa, Vergne, Evans, Rowland, Dennis, Di Grassi, De Vries, Askew e Bird. A dupla da DS Techeetah voltou para as três primeiras posições.

De Vries se aproveitou da investida de Di Grassi para cima de Dennis para ficar com o sétimo lugar, logo atrás do piloto brasileiro.

Para adentrar nos últimos dez minutos de prova, Vergne era alertado que Da Costa forneceria o segundo lugar. Desta forma a equipe fez a inversão para garantir mais pontos para Vergne e também permitir o francês brigar pela vitória. Além disso, Vergne contava com um pouco mais de bateria para o final da prova.

Rowland seguiu perdendo posições e caiu para a sétima posição, lidando com a ultrapassagem de Di Grassil e De Vries. Adentrando aos últimos sete minutos de prova Vergne seguia sua perseguição em cima de Mortara, enquanto Günther tocou Cassidy ao buscar o décimo quarto lugar.

Para o final da prova, a DS Techtaah inverteu mais uma ver a posição dos seus pilotos, dando a oportunidade para o português brigar mais uma vez perseguir Mortara.

Nos últimos instantes da prova, os pilotos estavam no limite da bateria. De Vries assumiu o quinto lugar, enquanto Vandoorne era o nono colocado.

Na volta final da prova Evans foi para cima de Vergne e capturou a terceira posição se aproveitando do seu restinho de bateira. Di Grassi atacou no limite para ficar com o quinto lugar. Mortara garantiu a vitória, mas terminou o ePrix de Marrakesh no limite. Da Consta e Evans completaram o pódio.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Adblock detectado

O BP É UM PORTAL INDEPENDENTE E OS ANÚNCIOS AJUDAM NA NOSSA MANUTENÇÃO, SE POSSÍVEL DESABILITE O SEU BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS!!!