ColunistaFórmula 1Post

Lewis Hamilton conquista 7º título com vitória na Turquia, Pérez e Vettel completaram o pódio

Hamilton começou a prova pela 6ª posição e conseguiu conquistar a 94ª vitória da carreira, em uma corrida bem complicada por conta da pista molhada

Não poderia ser diferente do restante do fim de semana, no domingo a corrida começou com a pista úmida após a chuva que havia caído antes do início da prova. Não tinha como cravar a vitória, mas Lewis Hamilton tinha grandes chances de decidir o título na Turquia. Hamilton que teve dificuldades no início da prova e uma classificação complicada, trabalhou durante a prova para conseguir um melhor resultado e assim conquistou a sua 94ª vitória da carreira, com a combinação do sétimo título mundial, chegando a mesma marca de Michael Schumacher, dois heptacampeões mundiais. Vários recordes quebrados, uma sequência de vitórias e mais um dia grande para o inglês.

A corrida no molhado e na pista escorrêgadia

Antonio Giovinazzi acabou batendo na volta de saída dos boxes, a pista fez uma segunda vítima, George Russell bateu quando retornava para os boxes, já que a equipe optou por largar do pit-lane.

O início foi caótico, já que o Safety Car não foi utilizado. Stroll manteve a liderança, mas os carros da Red Bull não tracionaram bem, Max Verstappen e Albon foram engolidos pelo pelotão, mas pouco depois evoluíram e as disputas começaram. A surpresa maior foi por Sebastian Vettel que foi parar na quarta posição, não sabemos se era o efeito Mattia Binotto fora da Turquia, mas o alemão estava tendo uma boa prova.

Os giros no circuito eram realizados com tamanha atenção, alguns carros balançavam mais que outros, no entanto, a dificuldade era a mesma para todos. Lewis Hamilton ficou boa parte da prova disputando com Vettel, o inglês tinha uma enorme dificuldade nas fradas, o carro ficava muito instável e Hamilton não conseguia se aproximar para a realização da ultrapassagem, mas a conquista do seu sétimo título estava garantida. A corrida com Valtteri Bottas era contada de outra forma, o finlandês rodou na largada e não conseguia se recuperar na prova e foi andando fora da zona de pontuação.

Uma corrida marcada por duas paradas para alguns pilotos, mas Hamilton viu a chance da vitória com este movimento de outras equipes, o inglês assumiu a liderança quando a Racing Point parou Lance Stroll e ele realizou a ultrapassagem sem Sergio Pérez. O canadense se tornou um alvo fácil com novos pneus intermediários e começou a despencar no grid. Como o mesmo poderia acontecer com Hamilton, o piloto permaneceu no circuito mesmo com os compostos desgastados.

Não existia chances de utilizar os pneus de pista seca, mas também não havia uma garantia que os pneus intermediários novos forneceriam um melhor desempenho. A corrida se tornou uma loteria para as estratégias, além disso, dependia muito do desempenho individual de cada carro.

A experiência falou mais alto e Hamilton não parou e seguiu na liderança. As últimas voltas da prova foram intensas, Charles Leclerc que havia passado boa parte da prova atrás de Sebastian Vettel, chegou ao pódio ao ultrapassar o alemão, mas ao final da corrida com a ânsia de conseguir o segundo lugar, acabou rodando e caiu para a quarta posição, Vettel realizou a ultrapassagem e foi para o pódio ao lado do mais novo heptacampeão mundial.

https://twitter.com/F1/status/1327946482142547970

https://twitter.com/F1/status/1327949860394426373

 

Outras disputas

Se a classificação e o pós dela foi difícil para a McLaren, na corrida o time conseguiu se recuperar e realizou diversas ultrapassagens, Carlos Sainz conseguiu terminar a corrida na quinta posição, enquanto Lando Norris foi o oitavo colocado, os dois carros na zona de pontuação como planejado.

A dupla da Red Bull teve vários problemas, Verstappen rodou, sofreu com a dificuldade de guiar no circuito turco, mas terminou a prova na sexta posição, infelizmente o holandês que começou com chances de pódio ficou bem distante dele. Alexander Albon foi o sétimo colocado, realizou ultrapassagens e se recuperou após o início conturbado.

Daniel Ricciardo terminou a prova na décima posição, com Esteban Ocon em décimo primeiro, bom resultado para a McLaren que segue disputando com a Racing Point e Renault a terceira posição do campeonato de construtores.

O pódio da Racing Point apareceu com Sergio Pérez na segunda posição, enquanto Lance Stroll só conseguiu a nona posição, após liderar boa parte da prova. A Alfa Romeo que começou com os dois carros no pódio, ficou fora da zona de pontuação, Giovinazzi abandonou a prova com problemas no carro, enquanto Kimi Raikkonen sofreu com o desempenho e terminou na décima quinta posição

A pista molhada, a falta de aderência e todos os desafios forneceram uma dinâmica diferente para a prova, que não precisou em nenhum momento da entrada do Safety Car.

https://twitter.com/F1/status/1327951083654803456

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados