ColunistaIndyPost

Josef Newgarden vence com autoridade o GP de Road America

Piloto da Penske assumiu a ponta após a primeira parada e não deu chances a ninguém. Marcus Ericsson se envolve em polêmica, mas recupera a liderança com o segundo lugar

Josef Newgarden venceu pela terceira vez no ano e ganhou prêmio de US$ 1 milhão (Chris Owens/Getty Images)

Em uma corrida cheia de polêmicas e reviravoltas, Josef Newgarden não deu chance à concorrência e venceu pela terceira vez no ano, com a conquista do GP de Road America. O piloto da Penske tomou a liderança após a primeira parada nos boxes e negociou melhor as ultrapassagens quando precisou. Nem mesmo a sequência de bandeiras amarelas no final atrapalhou o triunfo do americano.

Quem também saiu com um resultado positivo foi Marcus Ericsson. o atual vencedor das 500 Milhas de Indianápolis teve uma corrida bem agressiva, arranjando uma treta com Alex Palou, inclusive. Apesar disso, o sueco superou Alexander Rossi na parte final e terminou em segundo, assumindo a liderança do campeonato da Fórmula Indy e abrindo vantagem, após problemas de alguns de seus adversários diretos.

A corrida começou bem tumultuada, com três bandeiras amarelas em apenas 10 voltas. O primeiro foi logo nas primeiras curvas, quando Jimmie Johnson tentou forçar uma ultrapassagem em cima de Tatiana Calderon e rodou, ficando parado na grama.

No reinício, tivemos a primeira polêmica da corrida. Na freada da curva 4, Marcus Ericsson mergulhou para ultrapassar o companheiro de equipe Alex Palou e os dois se tocaram, com o espanhol levando a pior, pois seu carro ficou com a suspensão danificada e ficou parado na brita.

O atual campeão da Indy ainda voltou à corrida com 10 voltas em atraso, mas não conseguiu melhorar sua posição. Em entrevista, Palou se mostrou bem contrariado com a manobra do colega e insinuou que não deixará barato ao sueco em outra ocasião.

Outra treta que se formou envolveu Will Power e Delvin Defrancesco. O australiano, que era o líder do campeonato até antes da etapa de Elkhart Lake, foi abalroado pelo canadense da Andretti e teve o bico danificado.

O piloto da Penske ainda conseguiu voltar à corrida na volta dos líderes, mas teve sua corrida prejudicada, terminando em 19º. Após a bandeirada, o australiano se irritou e jogou o carro em cima do novato para demonstrar a sua irritação.

Após o começo amarrado, a corrida recomeçou e teve uma sequência de quase 40 voltas sem grandes incidentes. Largando na pole. Alexander Rossi manteve a dianteira tranquilamente nas primeiras voltas, sempre acompanhado por Newgarden, até o início da janela de paradas nos boxes.

Nos pits, a Penske fez um trabalho bem melhor que a Andretti e devolveu Newgarden à frente de Rossi. Ainda teve um grupo que ficou na pista, pois havia feito o pit-stop durante as bandeiras amarelas. Netse momento, o piloto da Penske mostrou ter o ritmo mais competitivo e foi passando os adversários que tinham pela frente e recuperou a liderança sem dificuldades e com uma vantagem segura.

Quando a corrida parecia resolvida, a bandeira amarela veio faltando nove voltas para o fim. Pato O’Ward teve o motor quebrado e acabou parando na pista. O mexicano vinha em uma jornada difícil, perdendo posições com os problemas nas paradas nos boxes e, com o problema mecânico, também sofreu prejuízo no campeonato assim como Power e Palou.

Com cinco voltas para o final, uma relargada foi realizada, mas logo, a bandeira amarela aconteceu quando Hélio Castroneves rodou na entrada da reta dos boxes, complicando um fim de semana já difícil para o brasileiro, que foi apenas o 22º.

Com três giros para a bandeira quadriculada, Newgarden disparou, enquanto o resto do pelotão se digladiava pelas demais posições. Ericsson superou Rossi, enquanto o americano tinha que lidar com Colton Herta, Romain Grosjean e Félix Rosenqvist para permanecer no pódio.

No fim, Newgarden venceu pela terceira vez na temporada, e conquistou a premiação de US$ 1 milhão (que foi doado a uma instituição de caridade em Nashville) por ser o primeiro piloto a vencer nos três tipos de traçado que a Indy dispõe no seu calendário. O piloto da Penske concluiu o desafio com a vitória em circuito misto,pois já havia faturado em um circuito de rua (Long Beach) e em um oval (Texas).

A Fórmula Indy tem uma pausa de duas semanas e retorna em 3 de julho, com o GP de Mid-Ohio.

Classificação da etapa de Road America aqui!

Campeonato após 8 de 17 etapas:

1 – Marcus Ericsson (SUE) – Chip Ganassi/Honda – 293
2 – Will Power (AUS) – Penske/CHevrolet – 266
3 – Josef Newgarden (EUA) – Penske/Chevrolet – 291
4 – Pato O’Ward (MEX) – McLaren SP/Chevrolet – 248
5 – Alex Palou (ESP) – Chip Ganassi/Honda – 246
6 – Scott Dixon (NZL) – Chip Ganassi/Honda – 241
7 – Alexander Rossi (EUA) – Andretti/Honda – 218
8 – Felix Rosenqvist (SUE) – McLaren SP/Chevrolet – 203
9 – Scott McLaughlin (NZL) – Penske/Chevrolet – 199
10 – Simon Pagenaud (FRA) – Meyer Shank/Honda – 197

17 – Hélio Castroneves (BRA) – Meyer Shank/Honda – 136

Mostrar mais

Eduardo Casola

Jornalista formado na Universidade de Sorocaba (Uniso) e apaixonado por esporte a motor desde quando se conhece por gente. Apenas um rapaz que gosta de uma boa corrida e de uma boa história!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados