Café com Deborah – O que foi visto no GP da Alemanha

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Sem dúvidas o GP da Alemanha foi uma das provas mais emocionantes desta temporada e até dos últimos anos da categoria. A chuva tornou a corrida muito dinâmica, com diversas entradas do Safety Car, bem como várias trocas de pneus. Está corrida já foi dessecada no BPCast, mas hoje trago os destaques da prova:

lll Red Bull

Max Verstappen vem apresentando um comportamento muito maduro, além de uma boa consistência no campeonato, pontuando em todas as provas até este momento, com posições que vão do primeiro ao quinto e nunca abaixo disso; além de uma segunda vitória, com apenas um GP entre elas. Durante a prova da Alemanha, ele apresentou muito foco, para manter a paciência nos momentos necessários e concentração para guiar no asfalto molhado. Passou a ser o adversário direto de Valtteri Bottas, com chance de conseguir um segundo lugar, por estarem separados por apenas 22 pontos.

Pierre Gasly voltou a tipica maré de azar, o francês não pontuou nesta prova, pois acabou abandonando-a após se envolver em um incidente com Alexander Albon nas últimas voltas da prova. Novamente a disparidade entre companheiros de equipe fica em evidência. O GP da Hungria a chance para que Gasly comece a segunda metade da temporada mais confiante.

Escute também: BPCast § 43 | Review do GP da Áustria de Fórmula 1

lll Ferrari

A Ferrari viveu uma montanha-russa de sentimentos, pois a equipe esteve com ótima performance durante todas as sessões de treinos livres, mas no momento da classificação, os dois carros apresentaram problemas e não conseguiram concluir a sessão.

O domingo foi um desafio para o time italiano, Sebastian Vettel largou da vigésima posição, enquanto Charles Leclerc era o décimo, ambos precisando escalar o grid. Devido as enumeras reviravoltas, Vettel só melhorou o seu desempenho nos últimos 16 giros, deixando o nono lugar e intensificando as suas ultrapassagens. Após a relargada, para a remoção do carro de Bottas, o alemão já batalhava pelo quarto lugar e logo depois pelo pódio.

Vettel terminou a prova em segundo, sem cometer erros e se redimindo da prova de 2018, onde nas últimas voltas por conta da chuva, acabou batendo o carro, enquanto era o líder. A prova do alemão foi impecável, não cometeu erros durante as voltas e não extravasou os limites de pista.

Por outro lado, a Ferrari ainda experimentou o gosto amargo com a batida de Charles Leclerc. O monegasco disputava a quarta posição quando perdeu o controle do carro na última curva do circuito. Em uma tentativa de retornar a pista, acabou atolado na brita. Desta forma o único a pontuar, foi Vettel, que ainda disputa a terceira posição no campeonato de pilotos, diretamente com Max Verstappen.

Escute também: BPCast § 48 | Review do espetacular GP da Alemanha de Fórmula 1 – Um teatro armado pela Mercedes, porém quem brilhou foram Max Verstappen e Sebastian Vettel 

lll Toro Rosso

Foi um final de semana marcante para a equipe, principalmente pela conquista do pódio com Daniil Kvyat, em seu melhor resultado, desde o retorno para a categoria. Do outro lado, Alexander Albon, guiando um carro de Fórmula 1, pela primeira vez na chuva e conquistando o sexto lugar.

A equipe ”venceu” a prova na estratégia, tomando decisões nos momentos certos. A Toro Rosso, optou por instalar os pneus de pista seca, próximo a parada de Lance Stroll e isso fez o time crescer em pista, cruzando a linha de chegada na terceira posição. Esse foi o segundo pódio da equipe, mais de 10 anos, após o seu primeiro. Os pontos somados com os dois pilotos, fez a equipe assumir a quinta posição no campeonato de construtores.

lll Williams

A equipe inglesa segue na tentativa de melhorar o carro, mesmo sabendo que resultados concretos estão longe de vir nesta temporada. Para o GP da Alemanha, foi apresentado um conjunto de atualizações, mas como sabemos que a casa semana as equipes que estão na sua frente também apresentam novas configurações, fica difícil de obter um resultado concreto.

No entanto, para a surpresa de todos, a Williams conquistou o primeiro ponto da temporada. O feito foi por conta da punição dos dois carros da Alfa Romeo e dado o número alto de abandonos, com está alteração no grid, Robert Kubica herdou a décima posição, chegando assim ao primeiro ponto após a sua volta para a Fórmula 1.

Leia: Williams testa novo pacote de atualizações para o FW42

lll Racing Point

O melhor resultado da equipe até está etapa, foi um sexto lugar com Sergio Pérez, obtido no GP do Azerbaijão, quarta rodada do campeonato, pontuando esporadicamente em algumas outras provas.

Começaram com o pé direito já na classificação pois Pérez obteve um nono lugar, enquanto era o décimo quinto colocado. No domingo a sorte não este ao lado do mexicano, pois ele acabou batendo na terceira volta. Com isso a equipe passou a lidar com apenas um carro em pista, completamente fora da zona de pontuação.

Os estrategistas apostaram tudo em Lance Stroll e partiram para o tudo ou nana. Na volta 45 o canadense foi para os boxes, instalando os pneus macios em uma pista que ainda estava úmida e que poderia melhorar nas próximas voltas. Na volta seguinte os rivais também começaram a trocar os pneus e com isso o canadense subiu para a terceira posição.

A corrida seguiu e foi difícil sustentar a pódio, pois atrás dele, Sebastian Vettel e Daniil Kvyat também queriam um bom resultado. E embora não estar entre os primeiros seja algo ruim, para um time que não tinha muitas esperanças no apagar das luzes vermelhas, um quarto lugar foi um grande resultado.

Com os pontos conquistados na Alemanha, Stroll passou Pérez no campeonato se tornando 12°, enquanto Pérez é o 16°.

lll Alfa Romeo

No início da prova a Alfa Romeo estava disposta a mostrar o seu melhor, Raikkonen largou muito bem, assumindo a terceira posição, após o mal desempenho de Verstappen, para logo depois ameaçar Valtteri Bottas, dono do segundo lugar.

O sétimo e o oitavo lugar, obtido por Kimi Raikkonen e Antonio Giovinazzi, seriam importantes na disputa do campeonato, pois o posto de quinta força ainda segue em aberto. Mas poucas horas após o término da prova, a Alfa Romeo foi punida, com 30 segundos, os comissários investigaram e havia um irregularidade na embreagem.

A equipe optou por apelar a respeito da decisão e se algo mudar, até mesmo a situação no campeonato da Williams, voltaria a estaca zero.

Leia: Dupla da Alfa Romeo é punida e Robert Kubica conquista primeiro ponto da temporada

lll Renault

Os dois carros da equipe francesa não terminaram a prova, Daniel Ricciardo enfrentou problemas no motor; enquanto Nico Hulkeberg que teve espaço para disputar o pódio, foi traído pela pista escorregaria e bateu no mesmo trecho em que vários outros pilotos tiveram problema.

A Renault está na mesma disputa que Toro Rosso, Racing Point, Haas e Alfa Romeo, pela quinta posição no campeonato de contrutores. Daniel Ricciardo não completou quatro provas nesta temporada, enquanto Nico Hulkenberg ficou fora de três.

Leia: GP da Alemanha – Verstappen vence corrida maluca, marcada pela chuva, enquanto Vettel vai de último para segundo em prova de redenção

Não deixem de acompanhar as novidades nos canais do Boletim do Paddock, Twitter Facebook, Instagram e site.

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!