TL3 Itália – Sebastian Vettel confirma domínio da Ferrari, mas proximidade entre os pilotos chama atenção

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

A expectativa para a classificação é alta, após a execução do terceiro treino livre neste sábado (07), a Ferrari se manteve na liderança com Sebastian Vettel, mas a proximidade nos tempos é o que acaba trazendo grande expectativa para a próxima sessão, pois do primeiro ao décimo quarto colocado, a diferença é de menos de um segundo.

Max Verstappen assumiu a segunda posição, mesmo com Charles Leclerc liderando toda sessão. O holandês da Red Bull anotou 1:20:326, separado por 0s032 do alemão. Logo depois veio Valtteri Bottas e Charles Leclerc, com a mesma marca, 1:20:403, o finlandês se manteve na frente, por ter concluído a volta primeiro.

Completando o grid dos dez primeiros, ainda foi possível ver Daniel Ricciardo na quinta posição, com o companheiro de equipe, Nico Hulkenberg em sétimo, Lewis Hamilton estabeleceu a sua volta entre a dupla da Renault. O foco da Mercedes foi voltado para a corrida e as voltas rápidas apareceram nos últimos minutos.

Alexander Albon fechou em oitavo, com Antonio Giovinazzi na Alfa Romeo em nono. Daniil Kvyat foi o décimo, superando Pierre Gasly na décima terceira posição.

A Fórmula 1 retorna às 10h, pelo horário de Brasília para a realização da classificação.

lll Saiba como foi o Terceiro Treino Livre

Sem previsão de chuva para o sábado a temperatura na pista estava em 29°C, com 20°C no ambiente.

A sessão fora atrasada, por conta do acidente de Alexander Peroni da Fórmula 3, o piloto acabou decolando quando passou por uma elevação da pista em decorrência de uma quebra mola. Como a Fórmula 1, tem horários para cumprir e as atividades não podem ser atrasadas, o cronômetro seguiu em regressiva.

A pista foi liberada após dez minutos e rapidamente uma fila se formou na saída do pit-lane e até mesmo os pilotos da Mercedes que não costumam sair no meio do bolo, foram enviados para a pista. Alguns pilotos ficaram apenas na volta de instalação e retornaram para os boxes.

Rapidamente os tempos começaram a aparecer, Lance Stroll tinha 1:24:012, com os pneus macios, mas foi superado por Carlos Sainz que tinha 1:21:986, utilizando os mesmos compostos, atrás era possível ver a dupla da Williams com George Russell e Robert Kubica.

Na terceira volta do composto, o espanhol da McLaren conseguiu melhorar para 1:21:736. A Toro Rosso vinha logo em seguida com Daniil Kvyat que havia anotado 1:22:076 e Pierre Gasly com 1:22:675. A primeira volta cronometrada dos pilotos da Mercedes, foi na casa de 1m24s.

Enquanto Sebastian Vettel assumia a liderança da sessão com 1:20:611, investindo nas voltas rápidas, a dupla da Mercedes seguia em uma atividade diferente, pois os seus tempos se mantinham altos, ainda na casa de 1m24 baixo, completando oito giros com os compostos, Hamilton utilizava os pneus macios, enquanto Bottas estava com os médios.

Com a conclusão da primeira meia hora, as posições eram: Leclerc, Vettel, Ricciardo, Albon, Giovinazzi, Hulkenberg, Kvyat, Raikkonen, Sainz e Pérez. Max Verstappen era o único piloto sem nenhum tempo aferido, permanecendo nos boxes.

Após alguns minutos nos boxes, Bottas e Hamilton retornaram com novos pneus médios e começaram a subir no grid, o inglês tinha 1:20:758, proporcionando um terceiro lugar, com o finlandês anotando 1:21:432, na décima posição.

Algumas voltas eram eliminadas, pois os pilotos estavam extravasando os limites de pista na curva 11, o mesmo trecho onde a FIA havia realizado a alteração, após o acidente da Fórmula 3.

 

Com cerca de 20 minutos, o silêncio na pista foi estabelecido, pois os pilotos haviam retornado aos boxes. As posições eram: Leclerc, Vettel, Verstappen, Hamilton, Bottas, Albon, Sainz, Pérez, Ricciardo e Norris.

Restando apenas 13 minutos para o final a dupla da Ferrari, retornou a pista com um novo jogo de pneus macios. Vettel assumiu a liderança com 1:20:331, acompanhado por Leclerc com 1:20:452.

Novamente os pilotos partiram em retirada dos boxes, nos últimos nove minutos para mais uma rodada de voltas rápidas. O alemão da Ferrari conseguiu melhorar ainda mais para 1:20:294. A dupla da Williams treinava a utilização do vaco, para conseguir ganhar tempo.

As posições foram se alternando rapidamente, mas com o cronômetro zerado, Vettel se manteve na primeira posição, acompanhado por Verstappen. Bottas e Leclerc tinham a mesma marca 1:20:403, com o finlandês a frente, por ter completado a volta antes.

 

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!