Rio de Janeiro quer retornar para a Fórmula 1, mas São Paulo luta pela permanência de Interlagos

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Nesta quarta-feira (08), o interesse e desejo da capital carioca receber a Fórmula 1 foi reavivado. O presidente Jair Bolsonaro e o governador Wilson Witzel junto ao prefeito Marcelo Crivella, apontaram uma negociação para um tirar a corrida de São Paulo, em Interlagos e levar para um autódromo em Deodoro, que ainda pode ser construído para 2020.

Nós aqui do Boletim do Paddock sempre relembramos por meio do Preview do Grande Prêmio do Brasil, sobre os anos em que Interlagos e Jacarepaguá dividiram o evento e o motivo da escolha definitiva por manter o autódromo paulista no calendário. Então não deixem de conferi-lo.

O contrato da Fórmula 1 com o Brasil, vai até 2020 e a Interpub, empresa que organiza a etapa no país disse que tanto a Fórmula 1 quanto a Prefeitura de São Paulo, ”continuam horando seus compromissos”. Em fevereiro Bruno Covas anunciou por meio do Diário Oficial um crédito de mais de R$ 2 milhões para a reforma de Interlagos.

É quase certo que se a capital carioca se tornar sede, Interlagos ficará de fora, pois a Liberty Media não tem interesse em realizar duas provas no país. O autódromo de Deodoro é um sonho antigo, desde a demolição de Jacarepaguá, em 2012 para a construção do centro olímpico.

O custo da obra gira em torno de R$ 850 milhões de reais mas que de acordo com o presidente, não sairia dos cofres públicos e seria uma iniciativa privada.

Para muitos dentro e fora do Brasil, a corrida em Interlagos tem toda uma atmosfera e um lado emotivo. Vemos várias pessoas se mobilizando para vir a corrida, mesmo que a decisão do campeonato já tenha ocorrido, pelo simples fato de ser Interlagos e por tantas lendas do automobilismo terem travado boas disputas neste traçado.

O futuro me parece incerto, fiquei pensando em uma frase que a gente escuta muito, ”quem tudo quer, nada tem” e me parece que se essa indecisão poderá trazer problemas futuros.

Particularmente, concordo com um evento da F1, realizado no Rio, como o que ocorreu pela Heiniken no ano passado ou como o evento que pretendem trazer para terras brasileiras nesta temporada. São Paulo e Rio dividiram a história do automobilismo, mas não vejo a necessidade para a construção de um novo autódromo. Vale lembrar que o de Interlagos é o único Nível 1.

Não vou me aprofundar aos problemas de segurança do Rio de Janeiro, mas a população está passando por um momento caótico e é fácil saber quando se conversa com moradores ou se acompanha o noticiário.

Muita coisa está para rolar nos próximos meses, mas é certo que o Brasil permanece no calendário até 2020.

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!