Pit-Stop Drops: Erik Jones vence a “Batalha dos Remendos” no Clash de Daytona

Sharing is caring!

Olá amigo cabeça de gasolina! Iniciamos hoje uma de duas colunas do Boletim do Paddock dedicada ao automobilismo dos Estados Unidos. A primeira delas chama-se Pit-stop Drops. São notas sobre o fim de semana do esporte a motor na Terra do Tio Sam, destacando o que rolou de melhor (e pior) nas pistas dos States.

lll Jones, o sobrevivente

(Brian Lawdermilk | Getty Images)

A primeira corrida das divisões principais da NASCAR em 2020 foi com o tradicional Clash de Daytona, prova extraoficial de 75 voltas com apenas os pilotos que fizeram pole position ou que participaram dos playoffs do campeonato do ano passado. Este ano, eram 18 elegíveis para a corrida.

A prova realizada neste domingo (09) seguiu razoavelmente tranquila até faltar seis voltas para o fim. A partir daí o caos tomou conta e não teve um carro a chegar inteiro. Nem o vencedor da prova escapou imune às confusões.

Erik Jones, da Joe Gibbs Racing, não vinha bem, pois errou ao parar nos boxes e ficou uma volta atrás dos líderes, mas contou com a sorte em vários momentos: com três acidentes seguidos para voltar ao páreo. Embora estivesse envolvido em alguns dos big ones ocorridos no decorrer da prova, conseguiu manter o carro na pista, ainda que o carro estivesse todo remendado.

Foi assim que Erik Jones recebeu a bandeirada (Jared C. Tilton | Getty Images)

Na última relargada, Jones teve o apoio do companheiro Denny Hamlin e conseguiu se aproveitar da briga entre Ryan Newman e Austin Dillon para assumir a ponta na volta final e faturar a prova. No fim, apenas seis pilotos conseguiram cruzar a linha de chegada.

Melhores momentos da prova:

lll Stenhouse na pole

Pouco antes do Clash, todos os pilotos foram para a classificação para a Daytona 500, a corrida mais importante da NASCAR, que abre a temporada 2020, que ocorre no próximo domingo (16). Na disputa em volta lançada, Ricky Stenhouse, da JTG Daugerty, foi o mais rápido e larga da pole na prova da semana que vem.

Stenhouse larga na posição de honra na Daytona 500 (Jared C. Tilton | Getty Images)

Stenhouse, em sua primeira corrida na equipe, fez a volta em 46.253 segundos, com 52 milésimos de segundo de vantagem para Alex Bowman, da Hendric. Com isso, os dois garantiram a primeira fila no grid de largada da Daytona 500. As demais posições do grid serão definidas nas corridas dos duels, que ocorrem na próxima quinta-feira.

lll Estreia segura da nova estrela

Hailie Deegan correu com maturidade na sua primeira corrida em Daytona (ARCA Racing.com)

No último sábado (08), a ARCA Menards Series, divisão regional da NASCAR, realizou a prova de 200 milhas, também em Daytona. A vitória ficou com Michael Self. No entanto, o destaque foi a estreante Hailie Deegan, pilota tida como a sensação do automobilismo norte-americano. A corredora fez uma prova segura, evitou confusões e terminou em segundo lugar, sendo este o melhor resultado de uma mulher nesta prova.


Outras novidades, divulgaremos durante a semana. Estamos abertos a sugestões e dicas. E fiquem no aguardo, pois teremos mais novidades! Até mais!

Eduardo Casola

Jornalista formado na Universidade de Sorocaba (Uniso) e apaixonado por esporte a motor desde quando se conhece por gente. Apenas um rapaz que gosta de uma boa corrida e de uma boa história!

shares