ColunistaFórmula 1Post

McLaren surpreende com ritmo forte. Lando Norris lidera TL3 em Melbourne

A McLaren está apostando em uma classificação melhor em Melbourne, o time segue imprimindo um ritmo muito forte

O TL3 neste início de sábado foi bem agitado, marcado pelas voltas rápidas, pois os times estavam configurando os carros para a classificação. Lando Norris surpreendeu, pois encerrou a atividade na liderança, o piloto da McLaren anotou 1m19s177. A McLaren está demonstrando que está satisfeita com o ritmo do carro em Melbourne, pois encontram um bom acerto para trabalhar neste fim de semana. Daniel Ricciardo também está mais próximo do companheiro de equipe, o australiano fechou a atividade na sexta posição.

A sessão foi encerrada em regime de bandeira vermelha quando restavam cerca de quatro minutos para o final da atividade. A Aston Martin está com uma performance bem ruim, Sebastian Vettel e Lance Stroll bateram de forma semelhante, danificando os carros.

LEIA MAIS: McLaren comemora desempenho melhor na Austrália

O tempo que tivemos em bandeira verde foi para preparar os carros. A Ferrari, assim como a Red Bull e Fernando Alonso da Alpine figuraram na liderança da sessão. Charles Leclerc encerrou o TL3 no segundo lugar, seguido por Sergio Pérez que teve um desempenho melhor que o do companheiro de equipe. Alonso foi o quarto colocado, enquanto Carlos Sainz completou o top-5. A classificação promete ser uma sessão bem disputada pois do primeiro ao oitavo colocado, todos estavam no mesmo segundo, mas existia uma pequena diferença entre eles.

A Fórmula 1 retorna às 03h (do horário de Brasília), para a disputa da classificação.

Saiba como foi o TL3 da F1 em Melbourne 

O TL3 é uma sessão muito importante, é nesse momento que os times vão testar os seus acertos, pensando na classificação e corrida. Também é o momento de estabelecer uma estratégia, pois provavelmente os pilotos vão enfrentar durante a classificação trânsito, principalmente durante o Q3 quando os 20 carros estão em pista.

Antes do início da atividade a FIA informou que estava retirando uma das zonas de ativação do DRS, aquela localizada entre as curvas 8 e 9, por conta da segurança. Neste evento, seria a primeira vez que a categoria utilizaria quatro zonas de DRS, principalmente para gerar mais ultrapassagens. A detecção da primeira zona foi removida da área que estava e deslocada para a curva 9, readequando os pontos de utilização.

Quando a sessão começou, a temperatura na pista estava na casa dos 32°C, com 24°C no ambiente. Nesta primeira saída dos boxes os pilotos da Alfa Romeo estavam usando os pneus duros (C2), enquanto Kevin Magnussen tinha os pneus médios instalados (C3). Nesta primeira volta de verificação, Magnussen perseguiu Bottas, andando bem próximo do rival. Os pilotos retornaram aos boxes e pouco depois foi a vez da dupla da McLaren seguir para a pista. Norris usava os pneus macios e foi o primeiro a abrir a tabela de tempo, anotando 1m21s247.

Após dez minutos do início da sessão, mas tempos apareceram. Verstappen anotou 1m21s178, mas foi superado por Pérez que tinha 1m21s024, que se tornou líder da atividade; os pilotos da Red Bull estavam com os pneus médios instalados.

Sebastian Vettel estava participando do TL3. O alemão enfrentou problemas no TL1, quando o motor do AMR22 perdeu potência e começou a sair uma fumaça. A Aston Martin realizou a troca da unidade de potência para que Vettel desse sequência em sua participação no evento.

Com quarenta minutos de prova, Alonso era o líder da atividade, depois de anotar 1m20s119, seguido por Carlos Sainz que tinha anotado 1m20s390. Daniel Ricciardo era o terceiro colocado com 1m20s399, a McLaren estava satisfeita com o ritmo da sexta-feira e tentava repetir a dose neste sábado.

A primeira bandeira vermelha do dia foi acionada após uma batida de Sebastian Vettel, o piloto perdeu o controle do carro e bateu no muro de contenção da curva 10. O AMR22 a suspensão dianteira esquerda ficou quebrada, assim como uma parte do assoalho. O alemão que quase não andou na sexta-feira, se quer tinha completado uma volta neste sábado. O time teria que recuperar o carro para que ele participasse da classificação. Mick Schumacher parou para ver se o alemão estava bem.

Antes da atividade ser retomada, os dez primeiros eram: Alonso, Sainz, Ricciardo, Pérez, Bottas, Leclerc, Russell, Verstappen, Norris e Ocon.

Uma fila se formou na saída do pit-lane quando o traçado foi liberado mais uma vez. Gasly liderou a fila, mas foi ultrapassado por Max Verstappen. Grande parte dos pilotos que deixavam os boxes estavam ainda com os seus pneus macios, mas que eram usados. Verstappen e Schumacher ainda estavam avaliando os pneus médios.

Na penúltima curva do circuito, Verstappen perdeu a traseira do carro e rodou, abortando a sua volta rápida. Na sequência Bottas registrou 1m20s305, mas permaneceu na quinta posição, pois Norris saltou para o terceiro lugar depois de anotar 1m20s210. Alonso foi o primeiro piloto a entrar na casa de 1m19s906, o piloto da Alpine estava com pneus macios novos instalados, para trabalhar uma sequência de voltas rápidas.

Sergio Pérez surpreendeu ao anotar 1m19s720, superando Alonso por 0s186, mesmo com muito trânsito em pista. Instantes depois, Alonso registrou mais uma volta rápida, anotando 1m19s660, na quarta volta dos pneus macios. O trabalho na Mercedes não estava fácil, Russell, cometeu um erro em uma de suas voltas e ainda não conseguia anotar uma volta rápida, encontrando muita dificuldade para guiar o carro. Quando Hamilton encaixou um giro rápido, o inglês assumiu a oitava posição com 1m20s382, atrás de Bottas. Pérez estava mais uma vez na liderança, com o tempo de 1m19s458.

Quando restavam cerca de 15 minutos para o encerramento da atividade, Sainz assumiu a primeira posição com 1m19s419, nesta sequência de voltas rápidas que eram completadas no circuito. Conforme a temperatura da pista reduzia, os tempos estavam melhorando.

A Mercedes tinha melhorado, Hamilton ocupava a sexta posição, com Russell em sétimo. Instantes depois foi o momento de se surpreender mais uma vez com o desempenho da McLaren, Norris saltou para a ponta depois de ocupar a décima primeira posição, anotando 1m19s177, Ricciardo era o quinto colocado (1m19s693).

Verstappen não conseguiu encaixar uma volta rápida, pois estava perdendo muito o carro. O holandês reclamou durante toda a atividade de problemas com o acerto escolhido.

A atividade foi encerrada com com uma bandeira vermelha, Stroll perder o carro de uma forma muito parecida com a do companheiro de equipe. A suspensão dianteira esquerda também ficou danificada. Agora o time tinha dois carros para recuperar até a classificação.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados