ColunistaFórmula 1Post

Leclerc lidera TL3 e mostra que ritmo de classificação da Ferrari é forte em Barcelona

Leclerc liderou o TL3, acompanhado por Verstappen e Russell que conseguiram tempos na casa de 1m19s. A classificação promete ser bem disputada

O sábado (21) da Fórmula 1 começou agitado com a realização do último treino livre do fim de semana. Os pilotos seguiram para a pista onde as equipes aproveitaram para preparar os carros para a classificação e corrida. As temperaturas estão altas, sendo uma preocupação para os times. Como era a última oportunidade para compreender as modificações realizadas nos carros, os times tentaram aproveitar ao máximo a atividade, mas agora trabalhando mais com as voltas rápidas.

A Ferrari está muito bem nas voltas rápidas, Charles Leclerc liderou a atividade com 1m19s772. A classificação promete ser mais uma vez disputada, pois apenas mais dois pilotos acompanharam o ritmo de Leclerc e, foram eles Max Verstappen e George Russell. A Mercedes está sando sinal de uma melhora e possivelmente essas atualizações estão ajudando o seu carro. Lewis Hamilton conseguiu a quarta posição quando avaliava o ritmo de classificação do W13.

Carlos Sainz foi empurrado para o quinto lugar, mas em boa parte da atividade esteve rivalizando com Leclerc a disputa pela liderança. Sergio Pérez ficou com o sexto melhor tempo, acompanhado por Lando Norris. A McLaren levou um pouco mais de tempo para enviar os seus pilotos com pneus macios para a pista, pois usou parte da atividade para verificar os compostos médios.

Kevin Magnussen levou a Haas para a oitava posição, acompanhado por Valtteri Bottas e Esteban Ocon. Infelizmente nenhum dos carros da Aston Martin esteve no top-10, vamos observar se na classificação o desempenho da equipe melhora.

A Fórmula 1 retorna hoje às 11h (pelo horário de Brasília) para a realização da classificação.

Saiba como foi o TL3 em Barcelona

Algumas equipes realizaram a troca do chassis usados pelos seus pilotos. No carro de Carlos Sainz a Ferrari realizou a troca pois identificaram um problema no sistema de alimentação de combustível. A McLaren também precisou fazer a substituição dos chassis usados pela sua dupla de pilotos. Norris ainda ficou com o assoalho danificado pois atacou a curva 9 no TL2, peça que precisou de reparos – o time precisou quebrar o toque de recolher.

Quando a pista foi liberada a temperatura dela estava na casa dos 43°C, com 31°C no ambiente. Rapidamente Lando Norris foi liberado para o traçado, para que realizasse a verificação do seu carro e das dez atualizações que a McLaren levou para o traçado. O piloto britânico abriu a tabela de tempos ao anotar 1m23s286 com os pneus médios (C2). No TL2 o trabalho de Norris ficou comprometido depois que o seu assoalho foi danificado.

LEIA MAIS:  Leclerc encerra sexta-feira em Barcelona na liderança, seguido por dupla da Mercedes

Valtteri Bottas passou a liderar a atividade depois de anotar 1m21s326, o finlandês já trabalhava com os pneus macios (C3) e estava com o flow-vis espalhado na sua asa traseira. Com dez minutos de atividade, apenas cinco pilotos tinham aferido tempo no circuito, enquanto outros competidores entraram no traçado apenas para realizar uma volta de instalação. Pierre Gasly estava pronto para ser liberado até que o seu motor teve um princípio de incêndio e a equipe rapidamente retornou com ele para os boxes.

Com cerca de quinze minutos de atividade, Mick Schumacher seguiu para os boxes pois a pastilha do freio traseiro começou a apresentar superaquecimento. A equipe pediu para o alemão seguir para os boxes com calma para que eles conseguissem apagar o incêndio e o carro passar por uma verificação. Além disso era uma forma de não comprometer outras peças do carro.

A atividade seguiu e a dupla da Ferrari entrou na pista. Leclerc anotou 1m20s278, superando Sainz que tinha anotando 1m20s484. Bottas permanecia na terceira posição, seguido por Alonso da Alpine. Com 20 minutos a pista começava a ficar cada vez mais cheia por conta da liberação dos competidores para a pista. Apenas Ricciardo, Magnussen, Norris, Stroll e Vettel estavam avaliando os pneus médios, o restante do grid estava com os pneus macios instalados.

LEIA MAIS: Em sessão voltada para a avaliação dos carros, Ferrari estabelece dobradinha liderada por Leclerc

Restando 35 minutos para o encerramento da atividade, os dez primeiros eram: Leclerc, Sainz, Russell, Bottas, Ocon, Hamilton, Pérez, Zhou, Alonso e Albon. Russell tinha superado o tempo de Bottas depois de anotar 1m21s129. As marcas estavam altas quando comparadas com os tempos estabelecidos na sexta-feira. Verstappen finalmente foi liberado para o traçado e também estava com os pneus macios instalados. O holandês passou a ocupar a segunda posição por ter registrado 1m20s475.

Ao longo desta atividade, pequenos problemas apareciam em alguns carros. Antes de uma nova sequência de voltas rápidas, Leclerc e Sainz que deixaram os boxes usando um novo conjunto de pneus macios, estavam preparando os seus compostos. Sainz saltou para a liderança com 1m20s129, mas ao melhorar o primeiro e o segundo setor, Leclerc ultrapassou o seu companheiro de equipe na tabela de tempos depois de registrar 1m19s772. Bottas melhorou o seu tempo para 1m20s794, passando para a sexta posição. Hamilton era o sétimo com 1m20s890, com Russell ocupando a oitava posição.

Instantes depois Russell saltou para a segunda posição com 1m19s920, ficando separado por 0s148 de Leclerc. Nos últimos quinze minutos de atividade a sessão estava mais vazia, com poucos pilotos em pista trabalhando as suas voltas rápidas. Hamilton aproveitou a pista livre para instalar um novo jogo de pneus macios e seguir para a pista.

Mesmo com a pista quente, Hamilton precisou trabalhar o pneu por duas voltas antes de fazer uma volta rápida com o composto. O inglês subiu para a quarta posição com 1m20s002, enquanto Verstappen que passou para o segundo lugar, anotando 1m19s844.

Restando oito minutos para o final da atividade, os dez primeiros eram: Leclerc, Verstappen, Russell, Hamilton, Sainz, Pérez, Magnussen, Bottas, Ocon e Vettel. Norris que ocupava a décima sétima posição foi liberado com os pneus macios, para também ter a oportunidade de trabalhar algumas voltas rápidas depois de andar com os compostos médios. Em sua passagem, Norris obteve 1m20s403 para ocupar a sétima posição. Na sequência Ricciardo deixou os boxes também usando os pneus macios.

Antes do cronômetro zerar Ricciardo conseguiu deixar a parte final da tabela para ocupar a décima primeira posição. A atividade foi encerrada com Leclerc liderando mais uma sessão, acompanhado por Verstappen que conseguiu o segundo lugar, mas reclamou um pouco da parte frontal do carro.


 

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Um Comentário

  1. Estou iludida com a Mercedes neste treino, kkk. E foi uma pena para o Gasly e o Mick

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

%d blogueiros gostam disto: