AutomobilismoColunistaFórmula EPost

Extreme E revela traçado do Ocean X Prix 

Visando ultrapassagens e mais disputas, o circuito será mais lento e menos acidentado

O segundo X Prix  da Extreme E será realizado neste fim de semana (29 a 30 de maio). A categoria revelou hoje (27) o traçado do Ocean X Prix que acontecerá em Lac Rose, Dakar, Senegal. Timo Schieder (piloto) e Jutta Kleinschmidt (conselheiro) são os responsáveis pelo percurso.

As equipes enfrentarão novamente um terreno mais arenoso, mas em condições diferentes do deserto da Arábia Saudita. Dessa vez, a corrida seguirá o curso existente ao redor do lago Lac Rose, reconhecido por sua cor rosa que é causada por algas que prosperam dentro de suas águas altamente salinas.

O Ocean X Prix começa na praia, ao lado do Oceano Atlântico que abraça o litoral da África Ocidental. Esta seção rápida exigirá atenção dos pilotos antes de eles irem para a parte mais técnica do curso, o quintal das dunas.

Os obstáculos incluirão inúmeras elevações curtas e acentuadas, além de mudanças direcionais à medida que os pilotos navegam pelo setor interior apertado e tortuoso. No Dakar, teremos menos mudanças de elevação do que as experimentadas na Arábia Saudita, no geral são cerca de quatro a cinco metros por uma série de dunas.

No setor do meio, passam por perto da área principal do paddock e seguem para o outro lado do percurso onde a areia fica mais macia. Esse trecho inclui pequenos mergulhos antes que os pilotos voltem para a praia.

Confira algumas imagens espetaculares do Ocean X Prix.

Timo Scheider, Piloto da Extreme E disse: “Depois da Arábia Saudita, que foi um curso muito rápido, o objetivo era ter um layout mais técnico com mais possibilidades de ultrapassagem e áreas de média a baixa velocidades, e é isso que conseguimos.”.

“Temos algumas áreas complicadas, então com certeza você tem que gerenciar sua velocidade e ainda temos áreas onde você tem que prestar atenção, porque se você for muito rápido em alguns estágios, você pode danificar seu carro, girar ou até rolar.”

Jutta Kleinschmidt, conselheiro da Extreme E afirmou: “Então nós amamos isso, é muito técnico e completamente diferente do que enfrentamos na Arábia Saudita. Também é mais lento, mas dá mais opções para ultrapassagens, pois há muitas linhas de corrida, o que tornará a Final muito interessante. Espero ver carros mais próximos e mais ultrapassagens.”

Mapa do Ocean X Prix. Imagem: Extreme E.

A grande novidade do Ocean X Prix é o Super Setor que fica na parte central do curso. Este novo elemento dá aos pilotos a oportunidade de ganhar cinco pontos para sua equipe, tudo o que eles precisam fazer é ser o mais rápido do setor durante o fim de semana. 

Diferentemente do que aconteceu na primeira etapa, dessa vez a Final terá quatro carros.

Mostrar mais

Cinthia Venâncio

Cearense que acompanha Fórmula 1 desde que se entende por gente. Faz aniversário no mesmo dia do Damon Hill.

Deixe uma resposta

Artigos relacionados