TL2 México – Verstappen confirma liderança da Red Bull, mas sofre com problemas no motor

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Max Verstappen liderou mais uma vez nesta sexta-feira (26) a tabela de tempos registrando 1:16:720, sendo seguido por Daniel Ricciardo com 1:16:873 e Sainz da Renault. Ainda que o tempo obtido desta vez por Verstappen seja maior que o do TL1, o piloto foi o que se saiu melhor utilizando os hipermacios.

A ótima performance dos motores Renault foi confirmada na altitude de 2.200m da Cidade do México. No entanto, para Mercedes e Ferrari ainda é necessário reagir, dessa vez Vettel ficou em quarto lugar, mas Hamilton foi visto apenas em sétimo e pode ser que ambos estejam escondendo o jogo ou se adaptando ao lugar que acaba exigindo muito dos carros.

A outra boa surpresa foi Brendon Hartley na quinta posição. Fechando o dez primeiros ainda contamos com a presença de Raikkonen em oitavo, Bottas em nono e Pérez em décimo.

Os carros voltam para a pista ao 12h deste sábado (27), para a realização do terceiro treino livre.

Saiba como foi o Segundo Treino Livre

Na segunda tomada para a realização do TL2, a temperatura no ambiente estava na casa dos 23°C, com a pista em 24°C e 36% de umidade no ar.

Charles Leclerc retornava a sua Sauber, assim como Esteban Ocon à Force India e Alonso à McLaren.

Assim que a pista foi liberada para a sessão, Gasly deixou os boxes da Toro Rosso utilizando os compostos hipermacios, mas o francês deu apenas uma volta na pista e logo retornou aos boxes. Era necessário fazer uma verificação já que a equipe, junto com a Honda precisaram trocar o conjunto do motor e por isso Gasly ficou restrito a duas voltas no TL1.

Raikkonen foi o segundo piloto a ocupar a pista, utilizando os supermacios. Após a sua volta de aquecimento dos compostos, o finlandês registrou 1:20:027. No giro seguinte de resfriamento dos pneus de Raikkonen, Vettel também entrava na disputa na tabela de tempos ocupando o segundo lugar com 1:20:071, acompanhado por Leclerc e Ericsson. Na Sauber, os pilotos alternavam a utilização dos compostos com o monegasco utilizando os supermacios e o sueco, os ultramacios.

Com o andamento da sessão, outros pilotos entraram na pista, Sebastian Vettel bateu o tempo de Raikkonen ao registrar 1:19:475, após o companheiro de equipe ter evoluído para 1:19:761. A pista continuava com falta de aderência e os pilotos extravasavam os limites.

https://twitter.com/F1/status/1055900280766844933

A ponta era muito disputada e a cada volta os pilotos se alternavam, melhorando suas marcas em suas quase voltas de classificação.

Com a conclusão da primeira meia hora Verstappen ocupava a primeira posição uitlizando os compostos ultramacios e tinha 1:17:437. As posições dos dez primeiros eram: Verstappen, Ricciardo, Pérez, Hamilton, Bottas, Hartley, Ocon, Vettel, Hulkenberg e Gasly.

Os pilotos seguiram para os boxes após algumas voltas para realizar a troca dos compostos e executar o novo stint. Vettel passou a utilizar os hipermacios, mas em sua primeira volta veloz com os compostos, ficou apenas na segunda posição com 1:17:954, atrás de Verstappen por 0s517. Raikkonen assim como o companheiro de equipe atingiu 1:18:133 e era o quarto colocado atrás de Ricciardo. A dupla da Red Bull levou um pouco mais de tempo para retornar para a pista.

https://twitter.com/F1/status/1055907109135704065

Sainz e Hulkenberg seguiam como bom desempenho, o espanhol com 1:17:953 ocupou o segundo lugar e o alemão era o quinto, também utilizando os hipermacios. Restando pouco mais de 45 minutos Verstappen e Ricciardo passaram a usar também os compostos mais velozes do final de semana. O holandês superou o desempenho dos seu aniversários ao registrar 1:16:720 e Ricciardo tempo depois o acompanhava assumindo o segundo lugar com 1:16:873.

Mas Max Verstappen não ficou feliz com o seu desempenho e passou a reclamar do motor e que o carro precisava de uma verificação e logo foi aos boxes.

Nos 35 minutos restantes de sessão, as equipes passaram a investir nas simulações de corrida. Verstappen com dez minutos para o final era visto encostando o carro provavélmente por conta de um problema hidráulico o que estabelecia o final da sua participação no TL2.

https://twitter.com/F1/status/1055923992224182272

 

https://twitter.com/F1/status/1055921029418311680

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.