TL2 Itália – Charles Leclerc confirmou a boa performance, dominando sexta-feira em Monza

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Charles Leclerc tomou conta da sexta-feira (06) de treinos livres, o monegasco liderou a primeira e a segunda sessão, aproveitando os minutos de pista seca para anotar 1:20:978, com os pneus macios. O segundo lugar ficou para Lewis Hamilton com 1:21:046, separado por apenas 0s068, Sebastian Vettel fechou o top-3 com 1:21:179.

Com risco de chuva que acabou se confirmado meia hora após o início das atividades, os pilotos iniciaram os trabalhos cedo, na busca por obter as voltas rápidas e estabelecer as estratégias, principalmente para a corrida de domingo.

Valtteri Bottas tentou uma posição melhor, mas ficou com o quarto lugar, acompanhado pela dupla da Red Bull com Max Verstappen em quinto, seguido por Alexander Albon. Pierre Gasly foi o sétimo com a Toro Rosso. Romain Grosjean se deu melhor com os pneus macios e ficou em oitavo. Daniel Ricciardo foi o nono e Daniil Kvyat fechou em décimo, posicionado entre a dupla da Renault.

Lando Norris enfrentou um vazamento de óleo e ficou boa parte da sessão nos boxes da equipe.

Max Verstappen e Pierre Gasly, vão largar do fim do grid, a Honda confirmou a troca da unidade de potência em Monza para estes pilotos.

A Fórmula 1 retorna amanhã, às 07h para a realização do terceiro treino livre e logo depois às 10h pelo horário de Brasília para a classificação.

lll Saiba como foi o Segundo Treino Livre

A pista havia secado e a temperatura nela estava na casa dos 25°C, com 19°C no ambiente.

 

Assim que a pista foi liberada, os pilotos deixaram os boxes para aproveitar ao máximo a sessão. Carlos Sainz anotou 1:23:933, com 1:24:758 de Pierre Gasly, tempos que foram rapidamente superados. Os pilotos da Ferrari e da Mercedes, disputavam a ponta, Hamilton passou para a primeira posição com 1:22:450, seguido por Leclerc com 1:22:498, Bottas que tinha uma boa marca, foi empurrado para o terceiro lugar. Sebastian Vettel era o quinto colocado, se posicionando entre a dupla da Red Bull.

Enquanto Lando Norris permanecia nos boxes da McLaren, Carlos Sainz havia subido para a quinta posição com 1:22:952.

Com a conclusão dos dez primeiros minutos, as posições eram: Hamilton, Vettel, Verstappen, Leclerc, Bottas, Albon, Sainz, Gasly, Hulkenberg e Kvyat. Entre os dez primeiros, apenas Leclerc e Kvyat estavam utilizando os pneus duros.

Aos poucos a dupla da Renault começou a avançar no grid e com isso Daniel Ricciardo e Nico Hulkenberg, ocuparam respectivamente a oitava e nona posições. O australiano estava com os pneus duros instalados em seu carro.

Aos poucos a chuva se aproximava do autódromo e os pilotos passaram a dar mais atenção as voltas rápidas e com apenas 15 minutos de sessão, eles realizaram uma breve parada nos boxes, para instalar os pneus macios e dar continuidade a atividade.

Leclerc retornou a ponta com 1:20:978, acompanhado por Vettel com 1:21:179. A dupla da Mercedes, seguia ocupando o segundo e o terceiro lugar. Grosjean conseguia subir para a quinta posição, ao anotar 1:22:153.

Com cerca de sete minutos, Verstappen subiu para o terceiro lugar com 1:21:350 e Albon acompanhava o holandês com 1:22:069. Daniil Kvyat havia subido para a décimo lugar, com 1:22:260, se posicionando entre os pilotos da Renault. Lando Norris era mantido nos boxes, por conta de um vazamento de óleo no motor. 

Restando quatro minutos para o encerramento da primeira meia hora, a chuva chegou ao circuito e os pilotos retornaram para os boxes, as equipes estudavam a possibilidade de continuar a atividade com aqueles compostos ou passar para a utilização dos pneus intermediários.

Com 53 minutos o regime de bandeira vermelha foi instaurado no circuito, para a limpeza, ela fora necessária por conta dos pilotos que acabaram extravasado os limites de pista e espalharam ela pelo circuito. O cronômetro seguia na regressiva.

 

Restando pouco mais de quarenta minutos, Grosjean, Ricciardo, Raikkonen e Giovinazzi, instalaram os pneus macios e partiram para a pista, com os compostos macios, enquanto Hulkenberg e Sainz estavam com os duros. Mas com o circuito úmido os tempos eram altos.

Como a chuva não havia apertado e apenas uma garoa fina estava caindo em alguns pontos do autódromo, os pilotos continuaram a utilizar os pneus slick. A Mercedes levou mais tempo para instalar a goma macia e com isso Lewis Hamilton subiu para a segunda posição com 1:21:046, com Bottas em quarto, 1:21:347. Leclerc havia reduzido o ritmo, para não correr riscos, pois parte do circuito já estava molhado e com isso deu início a simulação de corrida.

Com a conclusão da segunda meia hora, as posições eram: Leclerc, Hamilton, Vettel, Bottas, Verstappen, Albon, Gasly, Grosjean, Ricciardo e Kvyat. Alguns times já haviam partido para a simulação de corrida e a sessão seguiu desta forma, com os pilotos se dirigindo algumas vezes para os boxes, alternando na utilização dos compostos do início do segundo treino livre. 

 

 

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!