TL2 Barcelona – Bottas confirma ótima fase, liderando dobradinha para a Mercedes

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

A Mercedes demorou para liberar os seus pilotos dos boxes, enquanto isso, a Ferrari liderava a sessão. Quando a dupla das flechas de prata começou as suas atividades, Bottas passou a assumir um ritmo forte com os pneus médios, enquanto Hamilton chegava ao quarto lugar com os pneus duros. Mais uma vez a equipe alemã da pinta de faturar a quinta dobradinha do ano. 

Bottas e Hamilton ainda utilizaram os compostos macios e assim o finlandês superou o companheiro de equipe em mais uma sessão de treinos livres realizada hoje (10). Bottas anotou 1:17:284, superando o inglês por 0s049.

Um pouco mais ‘distante’, mesmo utilizando motores novos, Charles Leclerc ocupou o terceiro lugar, seguido por Sebastian Vettel. Max Vertappen superou a dupla da Haas, após andar por muito tempo atrás deles, fechando assim na quinta posição. Roman Grosjean ficou com o sexto lugar, enquanto Pierre Gasly voltou a ficar atrás do companheiro com a sétima posição. Kavin Magnussen fechou em oitavo, confirmando a boa performance da Haas.

E para concluir às 10 primeiras posições, Carlos Sainz defendeu a McLaren em nono, acompanhado por Daniil Kvyat da Toro Rosso.

Mesmo conhecendo a pista de Barcelona muito bem, os pilotos ainda cometerem alguns erros no circuito, sempre tentando encaixar a melhor volta, com os novos componentes que foram instalados para está atividade.

A Fórmula 1 retorna amanhã, às 7h para a realização do terceiro treino livre.

lll Saiba como foi o Segunda Treino Livre em Barcelona 

A temperatura na pista havia aumentado para os 40°C e no ambiente estava casa dos 23°C.

https://twitter.com/F1/status/1126834853561995265

Assim que a pista foi liberada Kevin Magnussen e Romain Grosjean deixaram os boxes, o primeiro utilizava os pneus médios (faixa amarela) enquanto o outro, estava com os duros (faixa amarela). A dupla da Haas abriu a tabela de tempos, o dinamarquês tinha 1:20:168, seguido pelo francês com 1:21:809.

Daniil Kvyat foi a segunda posição com 1:20:204, seguido por Alexander Albon com 1:21:429, enquanto outros pilotos estavam abrindo as suas voltas rápidas.

A primeira fase desta sessão é dedicada as voltas rápidas, e assim com quase 10 minutos, Sebastian Vettel assumia a liderança, com 1:18:989. Haas, Toro Rosso e Renault, assim como a Ferrari também enviavam os seus pilotos para a pista com compostos distintos entre os seus pilotos.

Robert Kubica rodou próximo a entrada dos boxes e provocou uma bandeira amarela momentânea. Assim como na primeira sessão, os pilotos cometiam alguns erros.

https://twitter.com/F1/status/1126838992174047232

Com a conclusão dos primeiros 15 minutos, Vettel havia melhorado para 1:18:766 e foi seguido por Kevin Magnussen com 1:18:873, Kvyat estava na terceira posição com 1:19:556. Daniel Ricciardo era visto em quinto, com Kimi Raikkonen em sexto.

Após uma volta de resfriamento dos pneus, Vettel que ainda permanecia na liderança, foi a 1:18:546. A dupla da Mercedes seguia nos boxes, assim como os pilotos da Red Bull. Max Verstappen sofreu um vazamento de óleo no motor, o que levou o time a realizar a troca da unidade motriz e retornar a utilizada em Baku e por conta disso o holandês ficou grande parte da primeira sessão parado nos boxes. Na Mercedes a situação era ‘parecida’, Bottas teve o mesmo problema identificado, mas não precisou realizar a troca do motor. Por outro lado, Lance Stroll, ainda lidava com o conserto do seu carro, após bater no Tl1.

Com 20 minutos de sessão concluída, Bottas assumia a liderança com 1:18:259, enquanto Hamilton era visto em décimo nono, com 1:23:295, após ter perdido a traseira do seu carro e precisar ‘concertar’ o carro, o inglês abandonou a primeira tentativa por uma volta rápida.

Do primeiro ao décimo, a preferência era pelos compostos macios, mas Leclerc de pneus duros estava em sexto. Lewis Hamilton que tentava se aproximar da marca do monegasco, chegou a quarta posição, próximo a conclusão da primeira meia hora, ao anotar 1:18:647.

Trinta minutos depois, as posições eram: Bottas, Vettel, Verstappen, Hamilton, Magnussen, Gasly, Leclerc, Kvyat, Ricciardo e Grosjean.

Foi neste momento que os pilotos passaram a utilizar os macios, Vettel retornou a liderança com 1:17:673, seguido por Leclerc com 1:17:700, mas foi Bottas o primeiro a andar na casa de 1:17, quando ainda utilizava os pneus médios.

Leclerc se valeu do tempo de Vettel para referência, foi assim que ao identificaram que o monegasco estava perdendo tempo nas curvas 2 e 3, assim como na 13, tratou de melhorar o desempenho na volta seguinte. Ainda que não tenha se superado no segundo setor, anotou 1:17:585 e passou assim a assumir a liderança.

https://twitter.com/F1/status/1126842610683871237

Grosjean e Magnussen andavam próximos, o primeiro tinha 1:18:153, contra 1:18:355 do companheiro de equipe, quarto e quinto respectivamente, na tabela de tempos. A dupla da Haas estava a frente das Red Bulls, com Gasly defendendo a equipe em sexto, seguido por Verstappen em sétimo.

Com pouco mais de 40 minutos de sessão já realizada, Hamilton era liberado para utilizar os pneus supermacios, assim como Bottas. O finlandês assumiu a liderança com 1:17:284, superando o inglês por 0s126.

Os pilotos que já haviam realizado mais de uma volta com os pneus macios, retornavam aos boxes e a pista estava mais vazia. Aqueles que levaram mais tempo para instalar os compostos, seguiam melhorando as suas marcas.

Com pouco mais de 30 minutos para o término da sessão, os pilotos passavam a realizar a simulação de corrida e ninguém mais melhorou as suas marcas. Bottas terminou como líder da sessão, seguido por Hamilton e Leclerc. 

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.