TL2 Bahrein – Sebastian Vettel mantém Ferrari na ponta, seguido de perto por Charles Leclerc

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

A segunda sessão de treinos livres realizada hoje (29) foi mais uma vez liderada pela dupla da Ferrari. Desta vez o alemão fechou na ponta, anotando 1:28:846, com Charles Leclerc separado por apenas 0s035, a equipe de Maranello conseguia manter o bom desempenho da primeira atividade em pista, realizada hoje. Com o desempenho melhor, não lembra nada a equipe que esteve na Austrália à quinze dias atrás. 

Mais uma vez as Mercedes ficaram separadas da dupla da Ferrari, atestando uma pequena melhora. Lewis Hamilton que fechou no terceiro lugar anotou 1:29:449, com Valtteri Bottas em quarto.

Logo depois vinha a mistura do grid, Nico Hulkenberg defendia a Renault em quinto, enquanto Daniel Ricciardo era apenas o décimo quinto colocado. Max Verstappen era o sexto, com a Red Bull – Honda e também tinha o seu companheiro de equipe em uma posição muito inferior, já que Pierre Gasly, ocupava apenas o décimo segundo lugar.

Melhorando na segunda sessão, Kevin Magnussen colocou a Haas entre os dez primeiros, completando o segundo teste do dia em sétimo. Lando Norris era o oitavo com a McLaren, acompanhado por Romain Grosjean. Daniil Kvyat era o décimo com a Toro Rosso. A Williams mais uma vez ocuparam as últimas posições no grid. 

Os pilotos provocaram algumas extravasadas de pista, principalmente por conta dos compostos ainda frios. No entanto os tempos melhoraram com relação a primeira sessão, ainda que a temperatura tivesse caído.

Nesta fase os pilotos treinaram voltas rápidas, mas deram uma grande atenção as voltas de simulação de corrida, com os pneus supermacios e macios.

A Fórmula 1 retorna amanhã, para a realização do terceiro treino livre às 9h pelo horário de Brasília.

lll Saiba como foi o Segundo Treino Livre no Bahrein

Rumo a entrada do crepúsculo, a temperatura começava a cair no circuito barenita, com a temperatura ambiente na casa dos 25°C e do asfalto em 31°C.

Mesmo com a liberação da pista, os pilotos seguiam à vontade ou se preparando nos boxes das suas equipes, na espera do melhor momento para de fato darem início a segunda atividade. Essa é uma das mais importantes do final de semana, pois dá o melhor parâmetro para as reais condições da pista no momento da classificação e corrida.

Não deixe de escutar o BPCast sobre o Preview do Bahrein.

Daniel Ricciardo foi o primeiro a ser liberado, cerca de cinco minutos depois que a sessão teve início. A Renault optou por envia-lo com os compostos médios. Sebastian Vettel veio pouco depois com os pneus macios.

Kimi Raikkonen provocou uma bandeira amarela momentânea, pois ainda com os pneus frios, a traseira do carro se perdia ao realizar as primeiras curvas após a saída dos boxes.

https://twitter.com/F1/status/1111647664230273029

Ricciardo foi o primeiro a registrar volta e tinha 1:32:932, mas Vettel assumiu a ponta momentaneamente com 1:30:610, pois Charles Leclerc que vinha logo depois registrou 1:30:203.

Todos os pilotos que estavam entre os dez primeiros, tinham registrado suas voltas com os pneus macios. Após o primeiro giro as posições eram: Leclerc, Vettel, Gasly, Magnussen, Kvyart, Raikkonen, Albon, Giovinazzi, Pérez e Stroll. Os pilotos da Mercedes seguiam nos boxes.

Com quinze minutos completados, Valtteri Bottas que fora liberado dos boxes, registrava 1:30:124, enquanto Hamilton fechava a sua volta e se encaixando na quarta posição, com 1:30:529. Carlos Sainz era o último a cronometrar uma volta, anotando 1:30:774, para assumir a sétima posição.

Após refrigerar o motor e recarregar as baterias, Hamilton melhorou a sua marca para 1:30:274. Nos boxes, Leclerc, Verstappen, Vettel e Hulkenberg, aguardavam para retornar a pista, depois da primeira rodada de voltas rápidas. Ricciardo era visto em décimo nono, entre os carros da Williams, com a primeira marca que fechou na segunda sessão.

Como os freios são altamente exigidos no circuito, durante a parada nos boxes, as equipes aproveitavam para verificar as suas condições; na Racing Point, alguns pedaços dela se espalhavam pelo chão, enquanto a Toro Rosso, fazia uma boa inspeção nelas.

Se aproximando da conclusão da primeira meia hora de atividades, a dupla da Ferrari era liberada com os pneus supermacios, dando início a um novo stint de voltas rápidas. Vettel assumia a ponta ao anotar 1:28:942, seguido por Leclerc com 1:29:083.

Com a conclusão da primeira volta, as posições eram: Vettel, Leclerc, Bottas, Hamilton, Verstappen, Gasly, Sainz, Magnussen, Hulkenberg e Norris.

Aos poucos os pilotos retornaram para a pista, todos instalando os pneus supermacios. Bottas que entrava em volta rápida, acabava cometendo um erro e abortando a primeira tentativa. Hamilton por outro lado, passava a ser o terceiro colocado com 1:29:449.

Bottas fechava em quarto com 1:29:557, seguido por Hulkenberg com 1:29:669. Grosjean tinha 1:30:068, com Kvyat pela Toro Rosso em oitavo. Albon caia para nono com 1:30:458. Gasly fechava na décima posição com 1:30:640.

Os primeiros pilotos seguiam para os boxes, já visando a simulação de corrida. Enquanto isso a Haas evoluía conseguindo andar entre os dez, enquanto a Racing Point ocupava a décima quarta e a décima nona posições com Pérez e Stroll respectivamente.

As Ferraris voltaram a andar forte no circuito, com Vettel conseguindo melhorar para 1:28:846, Leclerc também conseguia uma marca melhor, virando em 1:28:881, separado por apenas 0s035 do companheiro de equipe.

Os pilotos da Alfa Romeo, ficaram um bom tempo parados nos boxes, Raikkonen havia completado 6 voltas, enquanto Antonio Giovinazzi tinha apenas 4, ambos com problemas nos motores. O italiano ainda conseguiu retornar para a pista, mas fechou com apenas 10 giros. 

Sebastian Vettel, assim como Kimi Raikkonen no início da sessão, acabou rodando com os compostos frios, no mesmo ponto que o finlandês, mas seguia com o seu programa.

https://twitter.com/F1/status/1111662025443328000

https://twitter.com/F1/status/1111662369837666304

Restando apenas dez minutos para o término, Lando Norris retornava para os boxes, após identificar algumas falhas em curvas rápidas do circuito.  

https://twitter.com/F1/status/1111664902568140801

A sessão terminou em ritmo de simulação de corrida, com os tempos altos e os taques dos carros cheios, momento ideal para as equipes verificarem a durabilidade dos pneus e trassarem as suas estratégias para a classificação e corrida que ocorrem durante esse sábado e domingo.

https://twitter.com/F1/status/1111668379553841152

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.