ColunistasFórmula 1Post

Mercedes revela W13 agora retomando a história usando outra vez o prata

O W13 era um dos carros mais aguardados desde que os lançamentos começaram. A Mercedes fez a revelação do seu carro nesta manhã de sexta-feira (17). O heptacampeão, Sir Lewis Hamilton e George Russell formam a dupla do time alemão.  

A Mercedes retomou a pintura prata, algo que não era visto em seu carro nos últimos dois anos, quando o time se engajou na luta para combater o racismo e adotou a pintura preta. Não existem mais partes pretas no carro. O verde água, cor que representa a Petronas está presente em forma de detalhes no carro , na asa dianteira, faixas no bico que envolvem a sua lateral, na asa traseira e em outros partes pontuais do carro.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Algo que não mudou, é o vermelho que pertence a INEOS, o patrocinador segue ocupando a área do Santo Antônio. Mas agora os defletores que ficam acima dos pneus também foram pintados de vermelho na parte interna por conta do patrocinador.

Na temporada passada, após o incidente de Abu Dhabi, Lewis Hamilton não conquistou o seu 8º título como piloto, mas a Mercedes derrotou os adversários mais uma vez, obtendo o seu 8º título no Mundial de Construtores. Foram conquistados 613,5 pontos ao final do campeonato, contra 585,5 da Red Bull.  

A Mercedes passou cerca de dois anos se envolvendo com o projeto do carro de 2022, o que faz todos acreditarem que o time pode vir muito forte mais uma vez. Eles já relataram a dificuldade para lidar com os regulamentos técnicos e todo o trabalho que foi realizado, mas querem provar que não contaram com sorte em 2014 quando lidaram com a mudança do regulamento, foi realmente as pessoas que estão engajadas com o projeto que fizeram a diferença.

Hamilton fez um grande campeonato, mas encarou Max Verstappen na luta direta pelo título. Ao final do ano, Hamilton emplacou uma sequência de vitórias que começou no GP do Brasil, desta forma o piloto teve a oportunidade de empatar com o rival. Entretanto, a conduta de Michael Mais em Abu Dhabi, fez o inglês perder a liderança da prova e ser superado por Verstappen na volta final da corrida.

Um dia antes do lançamento do W13 a FIA informou que Michael Mais não será mais o diretor de provas. A Federação Internacional do automobilismo também providenciou outras mudanças, incluindo a inclusão do VAR e o encerramento da comunicação entre chefes de equipes e diretores de prova para evitar que as regras não sejam seguidas.

LEIA MAIS: Retrospectiva – Temporada 2021 da Mercedes

Valtteri Bottas deixou a equipe, agora o finlandês disputará a Fórmula 1 com a Alfa Romeo. Desta forma George Russell que é um piloto Mercedes, conseguiu ser promovido. O britânico mostrou muito talento na Williams, esbanjava confiança e preparo. No ano passado conquistou aos seus primeiros pontos e ainda foi para o pódio no GP da Bélgica após uma impressionante classificação.

A Mercedes tem uma dupla forte para a temporada, ainda que Russell vá se adaptar ao novo carro e agora ao novo time. Podemos estar vendo Russell se tornar campeão nos próximos anos. Alguns acreditavam que após Abu Dhabi Hamilton buscaria a sua aposentadoria, mas ele responde: “Eu nunca disse que iria parar, amo o que estou fazendo.”

O W13 fará sua aparição na pista realizando um dia de filmagens em Silverstone, o time vai usar o shakedown para fazer uma verificação no carro antes da pré-temporada. Hamilton e Russell vão guiar o carro na sessão de 100 km. 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Adblock detectado

O BP É UM PORTAL INDEPENDENTE E OS ANÚNCIOS AJUDAM NA NOSSA MANUTENÇÃO, SE POSSÍVEL DESABILITE O SEU BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS!!!