Felipe Fraga marca a Pole Position Hero em Curvelo

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

A Stock Car chega a metade da sua temporada neste final de semana em Belo Horizonte em Curvelo no Circuito dos Cristais. A mais nova pista da competição já ganhou cara nova para este ano, atendendo aos pedidos dos pilotos por mais segurança. Sendo assim alguns trechos foram eliminados devido a pouca área de escape e trechos onde as árvores estavam muito próximas. A pista antes tinha 4,4 quilomêtros e foi reduzida para 3,3 KM. Os pilotos gostaram do trecho 1 com a nova curva 3, e o traçado agora lembra muito os circuitos de rua.

Felipe Fraga vai largar amanhã (23) na frente, o piloto da Cimed Racing Team marcou 1:22:244 e desbancou Daniel Serra que tinha o melhor tempo depois de realizar a sua volta lançada.

A classificação começou um pouco atrasada devido uma batida na competição de Kart que estava sendo realizada na pista antes e a classificação do Brasileiro de Turismo que foi parcialmente antecipada.

Felipe Fraga pole na etapa de Curvelo. Fonte: StockCar

ll Q1

Márcio Campos foi o primeiro a deixar os boxes da equipe e ir para a pista e marcava 1:27:935, mas Felipe Lapenna assumia a ponta com 1:25:000. Mas o tempos começavam a cair e Max Wilson marcava 1:24:619.

Os tempos começavam a cair ainda mais e a ponta ficava bem concorrida, Julio Campos da Prati-Donaduzzi Racing marcava 1:22:428, e o segundo colocado até o momento era Felipe Fraga com 1:22:480.

Começava então a segunda parte do Q1 com o outro grupo de 15 pilotos, Valdeno Brito foi o primeiro a ir para a pista e registrava 1:31:579. Allam Khodair era o primeiro piloto a se misturar ao Grupo A, após marcar 1:23:273. Thiago Camilo e Ricardo Zonta conseguiam tempos para ir para a segunda parte da sessão, Camilo assumia o quinto lugar e Zonta era o décimo terceiro.

Diogo Nunes acabava causando uma bandeira vermelha logo após rodar e acertar o muro de contenção e os pilotos precisaram retornar para os boxes, tendo apenas 2mim e 50 para buscar os seus tempos e passar para o Q2.

Quando a pista foi liberada, Rubens Barrichello já retornava para ela, os demais pilotos estavam muito próximos e suas voltas acabariam sendo prejudicadas. Rubinho havia conseguido o décimo quinto tempo, mas Vitor Genz acabava tirando ele, após assumir a décima segunda posição. Zonta melhorava e conseguia subir para sexto e Cacá Bueno se tornava o nono colocado, com isso Khodair e Genz perdiam algumas posições mais conseguiam passar para o Q2.

ll Q2

O boxes ficava liberado e os carros começavam a se encaminhar para a pista, pela primeira vez o grupo A se saia melhor que o grupo B que contava com apenas 5 carros. Rafael Suzuki da Cavaleiro Sports era o primeiro a abrir volta e marcava 1:22:634 e Genz era o segundo com 1:22:819, mas Fraga vinha para a assumir o primeiro lugar ao marcar 1:21:982 e Daniel Serra já colocava o carro em segundo com 1:21:997 com apenas 0s015 de diferença para o carro da Cimed Racing Team. Conforme os outros pilotos foram marcando os seus tempos Genz foi sendo empurrado e ocupava apenas o décimo terceiro lugar.

Zonta pulava para quarto com 1:22:165 e o carro da Shell Racing mostrava que estava em um bom final de semana, assim como era esperado pela equipe.

O Q3 seria disputado por Felipe Fraga, Daniel Serra, Ricardo Mauricio, Ricardo Zonta, Julio Campos e Thiago Camilo.

ll Q3

O Q3 é sempre marcado pela volta lançada dos seis melhores pilotos do Q2 e Thiago Camilo da Ipiranga Racing era o primeiro a ir para a pista e marcar o seu tempo com 1:22:688 e era o dono da ponta, mas já sabíamos que esse não era o melhor tempo para garantir a pole. Julio Campos da Prati-Donaduzzi Racing era o segundo a registrar tempo com 1:22:996, mas ficava atrás de Camilo. Ricardo Zonta da Shell Racing e assumia a ponta com 1:22:643. Ricardo Mauricio e seu carro da Eurofarma RC já mostrava um melhor primeiro e segundo setor melhores que o de Zonta e já tomava a ponta com 1:22:341.

Daniel Serra também da Eurofarma RC era o penúltimo piloto a realizar a sua volta lançada e assumia a ponta com 1:22:315, mas faltava ainda a volta de Felipe Fraga que acabava decidindo de quem seria a pole em Curvelo. Fraga assumia a ponta e era a sexta pole da carreira, marcando 1:22:244.

Confira como ficou o grid de largada para sexta etapa da Stock Car, em Curvelo.

1. 40 Felipe Fraga ( Cimed Racing Team) 1:22.244
2. 29 Daniel Serra (Eurofarma RC) 1:22.315
3. 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) 1:22.341
4. 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) 1:22.643
5. 21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing) 1:22.688
6. 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing) 1:22.996
7. 8 Rafael Suzuki (Cavaleiro Sports) 1:22.322
8. 65 Max Wilson (RCM Motorsport) 1:22.359
9. 0 Cacá Bueno (Cimed Racing) 1:22.451
10. 110 Felipe Lapenna (Cavaleiro Sports) 1:22.488
11. 51 Átila Abreu (Shell Racing) 1:22.521
12. 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport) 1:22.533
13. 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) 1:22.574
14. 18 Allam Khodair (Full Time Sports) 1:22.694
15. 5 Denis Navarro (Cimed Racing Team) 1:22.840
19. 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) 1:22.957
20. 70 Diego Nunes (Hero Motorsport) 1:22.983
21. 117 Guilherme Salas (Vogel Motorsport) 1:23.117
22. 80 Marcos Gomes (Cimed Racing) 1:23.155
23. 31 Marcio Campos (Blau Motorsport) 1:23.205
24. 44 Betinho Valério (Hero Motorsport) 1:23.243
25. 1 Antonio Pizzonia (Prati-Donaduzzi Racing) 1:23.249
26. 77 Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team) 1:23.296
27. 12 Lucas Foresti (Full Time Academy) 1:23.388
28. 25 Tuka Rocha (RCM Motorsport) 1:23.659
29. 9 Guga Lima (Bardahl Hot Car) 1:23.703
30. 3 Bia Figueiredo (Full Time Academy) 1:23.766

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.

You May Also Like

%d blogueiros gostam disto: