ColunistasFórmula 1Post

Enquanto Haas estreita laços com a Ferrari, Alfa Romeo caminha para o lado oposto

A Haas está estreitando os seus laços com a Ferrari, enquanto a Alfa Romeo busca um pouco mais de autonomia, podendo tomas as suas próprias decisões no grid.

O time americano buscou suporte técnico da Ferrari, obviamente após começar a decair no grid, o seu objetivo sempre foi voltar a fazer parte do meio do pelotão, descolando das equipes que andam no final do grid. A Haas utiliza o motor da Ferrari, mas não é apenas isso.

A mais de doze meses o time de Maranello estreitou os laços com a Haas, fazendo colaborações técnicas. Simone Resta foi enviado para a Haas para coordenar o projeto de 2022. A Ferrari fornece para a Haas o motor, além da caixa de câmbio e todas as peças não listadas em que é permitido o time italiano fornecê-las.

Enquanto isso, a Alfa Romeo foi para o lado oposto. Antes de falar sobre a parte técnica e as medidas tomadas para este ano é necessário dizer que ainda em 2021 optaram por não deixar a Ferrari tomar conta de um dos seus assentos, desta forma eles tiveram liberdade para escolher um piloto para a vaga de Antonio Giovinazzi – piloto da Academia da Ferrari. Frédéric Vasseur, chefe de equipe da Alfa Romeo já informava o desejo de tornar a equipe suíça menos dependente.

Outro passo que indicava essa busca de independência está na mudança do nome da Alfa Romeo, o time que era conhecido como Alfa Romeo Racing, mas agora será Alfa Romeo F1 Team.

LEIA MAIS: Com mudanças na estrutura técnica, Simone Resta segue para a Haas em 2021

Nesta temporada a Alfa Romeo utilizará apenas a unidade de potência da Ferrari, como informado pela Motorsport.com. O C42 terá um distanciamento entre eixos menor que o da Ferrari, com um sistema de suspensão que não incorporará a mesma haste traseira da Ferrari. A Alfa Romeo terá a sua própria caixa de câmbio, tendo assim liberdade para desenvolver os seus conceitos aerodinâmicos autônomos.

O novo carro da Alfa Romeo tem desenvolvimento do aerodinamicista Jan Manchaux. Os técnicos da Sauber querem fazem o desenvolvimento da sua maneira, seguindo filosofias estabelecidas pela própria equipe.

LEIA MAIS: Alfa Romeo escolhe data de lançamento do carro depois dos testes de Barcelona

Pode ser algo que funcione para a Alfa Romeo, o time tem o mesmo objetivo da Haas, crescer no campeonato, fazer parte do meio do pelotão e conquistar mais pontos. Mas a Alfa Romeo também pode estar dando um tiro no escuro, em um ano com tantas mudanças provocas pelo regulamento técnico, precisando explorar algo tão complexo e sem referências, o time pode estar se arriscando sem necessidade em algumas áreas. Desenvolver certas peças e correr alguns riscos pode encaminhar a equipe para o distanciamento do seu objetivo.

Neste ano eles vão contar com dois pilotos novos na casa, Valtteri Bottas que deixou a Mercedes, enquanto Guanyu Zhou foi promovido da Fórmula 2 para a categoria principal. Os pilotos ainda vão passar por todo um processo de adaptação, além de compreender todos os processos, por isso alguns times promoveram mudanças drásticas na formação dos pilotos de 2020 para 2021 pensando em toda a estrutura.

Na pré-temporada em Barcelona a Alfa Romeo utilizará uma pintura especial, tentando não revelar de cara as suas soluções aerodinâmicas. A pintura oficial será divulgada no dia 27 de fevereiro, após a primeira fase de testes.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Adblock detectado

O BP É UM PORTAL INDEPENDENTE E OS ANÚNCIOS AJUDAM NA NOSSA MANUTENÇÃO, SE POSSÍVEL DESABILITE O SEU BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS!!!