ColunistaPostStock Car

Em Londrina Suzuki conquista primeira vitória, enquanto Maurício vence segunda prova disputada no circuito

A quarta rodada da Stock Car foi bem movimentada, desta vez o modelo Cruze pode brigar por uma vitória

A quarta etapa da Stock Car, foi realizada em Londrina, o calor era intenso tornando as provas de quarenta minutos, mais uma volta, desafiadoras. Rafael Suzuki e Ricardo Maurício receberam a bandeira quadriculada para concretizar as vitórias no circuito paranaense. Os dois modelos, Corolla e Cruze tiveram vez no circuito conquista uma vítoria cada.

Primeira Corrida

Rafael Suzuki que defende a Full Time, largou da terceira posição e viu Thiago Camilo e Gabriel Casagrande se enfrentando, logo Casagrande assumiu a liderança, pois o piloto da Ipiranga acabou espalhando. Enquanto o líder aproveitou para abrir vantagem, uma cena semelhante a prova de abertura, ocorria na pista, pois Matías Rossi perdeu o capô, enquanto no início da temporada, foi Rafael Suzuki que viveu o drama. Desta forma o argentino partiu para os boxes e abandonou a prova.

Camilo precisou realizar uma prova de recuperação ultrapassando Allam Khodair, Rubens Barrichello e Ricardo Maurício.

A janela de pit-stops foi aberta e Suzuki logo realizou a sua parada, um pit-stop rápido pois a equipe acreditava na vitória. Ramos foi duas voltas depois para o pit, enquanto Casagrande permaneceu um pouco mais na pista.

E a estratégia funcionou para Rafael Suzuki, após todas as paradas o piloto apareceu na liderança e passou a ampliar a vantagem para o segundo colocado e seguiu administrando-a com o botão do “push” acionado, conseguindo desta forma conquistar a sua primeira vitória da carreira e provou mais uma vez o bom desempenho dos carros da Toyota.

Confira: Pilotos gozam de uma temporada competitiva, a primeira vez na Stock Car é delirante

Casagrande foi o melhor com o modelo Cruze e garantiu a segunda posição, acompanhado por Thiago Camilo que conseguiu se recuperar e conquistar um pódio.

O top-10 ainda contou com Átila Abreu, Nelson Piquet Jr, Rubens Barrichello, Allam Khodair, Julio Campos e Ricardo Maurício.

Os seis pilotos que receberam o fan push para a segunda corrida, foram:

Segunda Prova

Os dez primeiros pilotos realizaram a inversão do grid para a segunda largada, desta forma Rafael Suzuki que havia terminado a prova na primeira posição, largou do décimo lugar.

Foi uma boa largada de Ricardo Maurício que esteve na pole da segunda prova e logo abriu uma boa vantagem para Julio Campos e Allam Khodair que estavam brigando pela segunda posição e acabaram se tocando, onde o carro de Campos ficou com o para-choque danificado.

Barrichello viu a oportunidade e saltou para a segunda posição com Nelson Piquet Jr que conseguiu o terceiro lugar. Enquanto Thiago Camilo que não teve um bom início tentava se recuperar.  

E próximo da janela de abertura dos boxes, Cesar Ramos rodou e provocou uma bandeira amarela e a manobra dos pilotos, foi se dirigir aos boxes com medo de uma possível entra do Safety Car.

E nestas paradas ocorreu um momento bem tenso, onde a roda do carro de Camilo acabou voando pelo pit-lane e acertou Rosinei Campos, mais conhecido como ‘Meinha’, que é o chefe de equipe da RC Eurofarma, mas por sorte não ocorreu nada com ele.

A prova seguiu e Barrichello assumiu a liderança, mas a parada de Maurício foi rápida e boa e com o push acionado, Maurício retomou a ponta, mas ainda restavam pouco mais de dez minutos de prova.

Mas o terceiro lugar do pódio não estava definido e Bruno Baptista foi para partiu para cima de Piquet e conseguiu a terceira posição, mas os comissários não aceitaram a manobra e o piloto foi punido com cinco segundos. Por conta dela Batista que era o terceiro, ficou com a quinta posição e enquanto Piquet fechou em terceiro acompanhado por Casagrande.

Na liderança, Maurício foi consistente e cruzou a linha de chegada na primeira posição com tranquilidade. O top-10 contou com Gaetano di Mauro em sexto, acompanhado por Átila Abreu, Cacá Bueno, Pedro Cardoso e Daniel Serra.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados