Classificação México – Ricciardo surpreende e tira pole de Verstappen

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Daniel Ricciardo neste sábado (27), no Autódromo Hermanos Rodríguez, chegou a terceira pole-position da sua carreira e a segunda deste ano. A Red Bull mostrou um melhor desempenho em todo o final de semana e principalmente durante a utilização dos pneus hipermacios. No entanto todas as sessões de treinos livres foram lideradas por Max Verstappen. A pole do australiano não era esperada, pois o seu companheiro de equipe liderava a ponta do Q3 com 1:14:785. O primeiro setor não fora o seu melhor, mas Ricciardo se superou nos outros dois e desta forma conseguiu ultrapassar o holandês.

Verstappen não ficou nada contente com o resultado, mas para a equipe é a chance de estar com os dois carros à frente de Mercedes e Ferrari.

Hamilton foi mais um piloto que não acreditou no seu desempenho, pois a equipe não estava encontrando o melhor acerto desde o início do final de semana. Mas a sua volta voadora o colocou no terceiro lugar. Amanhã (28) o inglês pode sair do Grande Prêmio do México como pentacampeão.

Sebastian Vettel está na segunda fila com o inglês. O alemão esteve a beira de conquistar a pole, tendo o segundo melhor resultado na primeira tentativa, mas quando voltou para a pista não conseguiu obter o rendimento anterior e se quer melhorou a sua marca, algo que também aconteceu com Bottas (5°) e Raikkonen (6°).

Completando o Grid dos dez primeiros colocados, Hulkenberg (7°) e Sainz (8°) confirmaram o bom desempenho do motor Renault nas altitudes mexicanas. Leclerc e Ericsson fecharam com a Sauber e foram mais uma dupla a avançar para o Q3.

Nenhum dos carros da Racing Point Force India pode avançar, mas a equipe realizou algo ousado na pista quando enviou os seus pilotos com os compostos supermacios para o Q2. Na segunda tentativa eles passaram a utilizar os ultramacios, mas não conseguiram ter uma reação. Para amanhã a equipe pode pensar em uma nova estratégia, pois fora dos 10 primeiros colocados a escolha dos pneus de largada é permitida.

A corrida tem largada às 16h10 pelo horário de Brasília.

lll Saiba como foi a Classificação

https://twitter.com/F1/status/1056244530469584896

Assim que os boxes foram liberados, Pierre Gasly deixava a área do pit-lane utilizando os pneus hipermacios. Hamilton e Bottas apostavam nos ultramacios, mas a dupla da Ferrari estava com os compostos de faixa rosa. O finlandês da Mercedes tivera que realizar a troca do motor entre o terceiro treino livre e a classificação, com a equipe conseguindo realizar os últimos ajustes para manda-lo a pista.

O francês da Toro Rosso era o primeiro com tempo registrado (1:17:876). Raikkonen superava a dupla da Mercedes com 1:16:543, mas logo depois Vettel anotava o 1:16:089 tomando a primeira posição da tabela de tempos.

https://twitter.com/F1/status/1056245447218659328

Aos poucos outros pilotos se encaminhavam para a pista, mas restando 12 minutos para o término da sessão, apenas 10 pilotos tinham tempo aferido, eram eles: Vettel, Raikkonen, Hamilton, Bottas, Ericsson, Leclerc, Grosjean, Gasly, Magnussen e Sirotkin.

Com a passagem dos pilotos da Force India, Pérez se tornou o quinto colocado e Ocon estava em sétimo.

Restando pouco mais de oitos minutos para o final do Q1, Ricciardo da Red Bull tinha o seu primeiro tempo na pista, superando o alemão da Ferrari com 1:15:866, mas Verstappen conseguia ser ainda melhor que o companheiro ao anotar 1:15:756.

https://twitter.com/F1/status/1056247105407344640

Apenas a dupla da Mercedes havia utilizado os pneus ultramacios, os demais pilotos apostavam nos hipermacios.

Com 6 minutos restantes os ponteiros passavam a se recolher nos boxes, enquanto algumas equipes realizavam a troca de pneus para ir para mais uma tentativa de passar ao Q2. Na zona de corte tínhamos: Vandoorne, Magnussen, Stroll, Sirotikin, Alonso.

Bottas e Hamilton retornavam para a pista com os hipermacios e logo o finlandês registrou 1:15:580, tomando a ponta e era seguido pelo companheiro de equipe que com 1:15:673.

https://twitter.com/F1/status/1056248397433315330

Com o cronometro zerado, Pérez e Ocon subiam para sexto e sétimo. Hulkenberg era o nono, seguido por Hartley, Ericsson, Sainz, Gasly, Alonso e Leclerc.

https://twitter.com/F1/status/1056247863477497861

lll Eliminados

16) Charles Leclerc 1:16:911

17) Stoffel Vandoorne 1:16:966

18) Kevin Magnussen 1:17:599

19) Lance Stroll 1:17:689

20) Sergey Sirotkin 1:17:886

https://twitter.com/F1/status/1056249708484681730

lll Q2

https://twitter.com/F1/status/1056250794490687493

Com a liberação do pit-lane para o Q2, Bottas e Hulkenberg puxavam a saída dos boxes e utilizavam os pneus hipermacios, assim como Sainz. Mercedes, Ferrari e Red Bull apostavam nos ultramacios, mas a Racing Point Force India fora além, pois estavam com os supermacios. Nos melhores cenários para a corrida do domingo, estes eram os pneus que melhor se adequam para o início da corrida, mas com o pior desempenho para uma classificação.

https://twitter.com/F1/status/1056251873857101825

Hamilton era o líder com 1:16:644, seguido por Vettel, Bottas e Raikkonen. Até os carros da Red Bull registrarem as suas primeiras marcas na segunda fase da classificação. Max Verstappen conseguia chegar em 1:15:640 e o australiano era o quarto com 1:15:845.

Logos depois de realizarem as suas melhores voltas, os ponteiros retornaram aos boxes.

Pérez e Ocon ocupavam o décimo segundo e o décimo terceiro lugar, mas não conseguiam sair da casa de 1:17. Gasly em décimo quinto não participava da segunda fase da classificação já que seria punido pela troca no motor, realizada pela Honda e Toro Rosso.

Alonso era o primeiro a retornar para a pista com novos hipermacios, restavam apenas 3 minutos para o término da sessão. Pérez e Ocon tentavam com os ultramacios. Já os ponteiros instalavam os compostos de faixa rosa, mas apenas para uma aferição de pista já pensando no Q3.

Com o cronometro zerado, Ocon e Pérez preferiram arriscar com os ultramacios, mas não conseguiram avançar para o Q3.

lll Eliminados

11) Esteban Ocon – 1:16:844

12) Fernando Alonso 1:16:871

13) Sergio Pérez – 1:17:167

14) Brendon Hartley –  1:17:184

16) Pierre Gasly – Sem Tempo

https://twitter.com/F1/status/1056255232156536832

lll Q3

https://twitter.com/F1/status/1056256590012170240

Para o Q3, todos os pilotos retornavam para a utilização dos hipermacios, mas a dupla da Renault e Sauber estavam com compostos mais desgastados nos seus carros.

Sebastian Vettel conseguia registrar 1:14:970 e era seguido por Hamilton com 1:15:022 e Bottas com 1:15:160.

https://twitter.com/F1/status/1056257330659188737

Max Verstappen virava 1:14:758, superando Vettel e Ricciardo tinha 1:15:030. O alemão e o holandês eram os únicos na casa de 1:14.

https://twitter.com/F1/status/1056257545524989953

Após a conclusão da primeira volta, os pilotos retornavam para os boxes, realizando a sua última troca de pneus. As posições eram: Verstappen, Vettel, Hamilton, Ricciardo, Bottas, Raikkonen, Leclerc, Hulkenberg, Sainz e Ericsson.

Com três minutos para o final, os pilotos retornavam mais uma vez para a pista e as equipes que estavam com pneus já utilizados, instalavam os compostos novos.

Mercedes com Bottas não conseguia melhorar o seu tempo a dupla da Ferrari também se mantinha com a marca obtida na primeira volta. Ricciardo conseguia a pole com 1:14:759m seguido por Verstappen. O australiano havia superado o companheiro por 0s026. Hamilton ocupava o terceiro lugar com 1:14:894.

https://twitter.com/F1/status/1056261772141826054

Foto de capa: @redbullracing

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.