Classificação Hungria – Pole história de Max Verstappen, o holandês se torna o 100° piloto com a marca

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

A classificação para o Grande Prêmio da Hungria realizada hoje (03) foi surpreendente e a expectativa estava alta desde o TL3, muito disputado. Max Verstappen conquistou a primeira pole da carreira, motivo de festa na Red Bull.  O holandês anotou 1:14:572, seguido por Vatteri Bottas, separados por meros 0s018.

Max Verstappen já mostrou quem mandava desde a sua primeira volta, mas na segunda saída dos boxes, vários pilotos foram melhorando os seus setores e o que definiu a melhor volta para o holandês foi o último setor.

Valtteri Bottas, portanto superou Lewis Hamilton, piloto que larga amanhã da terceira posição. A Ferrari ocupou a quarta e a quinta posições com Charles Leclerc e Sebastian Vettel, respectivamente. Pierre Gasly seguiu mais uma vez distante do companheiro de equipe, sendo apenas o sexto colocado.

Lando Norris e Carlos Sainz completaram o grid em sétimo e oitavo, acompanhados por Romain Grosjean da Haas e Kimi Raikkonen da Alfa Romeo.

Além de Verstappen a outra surpresa na classificação, foi George Russell da Williams que larga amanhã de décimo sexto, após superar Sérgio Pérez da Racing Point, assim como Daniel Ricciardo da Renault e Lance Stroll.

A Fórmula 1 retorna amanhã, às 10h para a realização do Grande Prêmio da Hungria. Última prova antes das férias.

lll Saiba como foi a Classificação na Hungria 

A temperatura da pista estava na casa dos 43°C, com 23°C no ambiente.

Assim que a regressiva de 18 minutos teve início, Lance Stroll deixou os boxes utilizando os pneus macios, assim como Robert Kubica e George Russell. O piloto da Racing Point abriu a tabela de tempos com 1:18:688, mas rapidamente foi superado por George Russell com 1:18:143. Kubica era o terceiro com 1:18:843.

Aos poucos outros pilotos foram concluindo as suas voltas e Raikkonen se tornou o líder provisório após anotar 1:17:131, seguido por Kvyat e Albon.

Os carros da Ferrari, completaram as suas voltas, enquanto a Mercedes estava aquecendo os pneus. Leclerc tinha 1:16:337, melhor que Vettel por 0s244. Quando a equipe alemã concluiu a volta cronometrada, Bottas se encaixou na segunda posição, com Hamilton em terceiro, entre os carros da equipe italiana.

Max Verstappen surpreendia, pois também estava na luta pela liderança e foi o primeiro piloto a andar na casa de 1s15, anotando 1:15:817. Enquanto isso, Leclerc perdia a traseira do carro na última curva do circuito e atingia o muro de contenção, perdendo mais uma volta voadora; logo depois o monegasco retornou aos boxes.

 

Aos seis minutos, os pilotos na zona de eliminação eram: Kvyat, Giovinazzi, Stroll, Grosjean e Kubica.

George Russell surpreendia na décima quarta posição com 1:17:460.

Restanto quatro minutos, as posições eram: Verstappen, Bottas, Leclerc, Hamilton, Vettel, Norris, Gasly, Raikkonen, Hulkenberg e Ricciardo.

Os pilotos deixavam os boxes mais uma vez, na tentativa de avançarem para o Q2. Grosjean que era o penúltimo colocado, conseguia subir para a oitava posição, mas os outros competidores, estavam fechando as suas voltas.

Russell quase conseguia seguir para o Q2, mas após Grosjean fechar a volta, o piloto da Williams foi empurrado para décimo quinto. Dos dois carros da Renault, Ricciardo acabou eliminado durante a primeira parte da sessão.

Giovinazzi vai ser investigado após a sessão, por ter atrapalhado um dos carros da Racing Point.

lll Eliminados

16) George Russell 1:17:031

17) Sergio Pérez 1:17:109

18) Daniel Ricciardo 1:17:257

19) Lance Stroll 1:17:542

20) Robert Kubica 1:18:324

 

lll Q2

Assim que a regressiva de quinze minutos teve início a dupla da Mercedes não perdeu tempo e deixou os boxes utilizando os pneus médios, assim como a Red Bull e Ferrari que utilizavam os mesmos compostos

Bottas foi o primeiro a cravar 1:15:669, mas Hamilton anotou 1:15:548.  Logo depois Verstappen, passava na segunda posição, com 1:15:573. Leclerc era o quarto, seguido por Vettel, Gasly, Hulkenberg, Sainz e Albon. Do sétimo para baixo, todos utilizavam os pneus macios.

Lando Norris após concluir a sua volta, subiu para a sexta posição, conseguindo superar Gasly da Red Bull em sétimo.

Após todos os pilotos fecharem uma volta, os eliminados eram: Albon, Kvyat, Giovinazzi, Magnussen e Raikkonen.

As dez primeiros eram: Hamilton, Verstappen, Bottas, Leclerc, Vettel, Norris, Gasly, Grosjean, Hulkenberg e Sainz.

Restando três minutos para o término, os pilotos deixaram mais uma vez os boxes. Com o cronômetro zerado, Hulkenerg, assim como a dupla da Toro Rosso foram eliminadas.

lll Eliminados

11) Nico Hulkenberg 1:16:565

12) Alexander Albon 1:16:687

13) Daniil Kvyat 1:16:692

14) Antonio Giovinazzi 1:16:804

15) Kevin Magnussen 1:17:081

lll Q3

 

Com a última liberação dos boxes rapidamente a Mercedes deixou os boxes, utilizando os pneus macios. Bottas anotou 1:15:136, superando Hamilton por 0s010. Mas Max Verstappen conseguia assumir a liderança com 1:14:958 e o piloto da Red Bull era o pole, antes da segunda saída dos boxes.

Sebastian Vettel ficava com a quarta colocação, ainda que o alemão tenha começado a volta rápida, disputando espaço com o Verstappen. Leclerc era o quinto, seguido por Gasly em sexto. Lando Norris ficava com a sétima posição, acompanhado por Sainz, Raikkonen e Grosjean.

Com menos de três minutos, os pilotos deixavam mais uma vez os boxes, com os pneus macios novos.

Max Verstappen conseguiu garantir a pole melhorando a marca para 1:14:572, seguido por Bottas e Hamilton.

 

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!