BP BEATS 15 | Os Melhores de 2018

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

|De São Paulo/SP para Curitiba/PR voltando para São Paulo/SP:

lll RBS – Ricardo Bunnyman Soares;

lll CEV – Carlos Eduardo Valesi;

lll RGPN – Rubens Gomes Passos Netto;

lll RBS: E no BPBeats de hoje, os “melhores” do ano! Como vivem? Como se reproduzem? O que comem? A mágica das listas infinitas também está por aqui mas é claro, com aquele toque que só o Boletim do Paddock pode trazer para o Amigo Cabeça de Gasolina.

lll RBS: Ainda tem gente que fala mal de Lewis Hamilton? Será que mereceu o título de Melhor do Ano?

lll CEV: Pô, Bunny, se o cara foi o melhor da categoria principal, esse título já tem, né não?

lll RGPN: Concordo com o Don Valesi, Lewis Hamilton passou como um rolo compressor sobre os adversários, não só na Fórmula 1, posso afirmar que hoje ele poderia se alinhar em qualquer grid de qualquer categoria que ele seria o melhor, e a melhor descoberta minha neste foi a banda da terra do nosso penta, Arctic Monkeys, que por sorte eu descobri tempos antes do novo albúm como sabiamente apontei no BP Beats 14.

lll RBS: E o Daniel Serra na Stock Car?

lll RGPN: Serra é monstro, desculpe-me o Fraga mas acho que em nenhum momento ele teve o campeonato ameaçado, um dos melhores pilotos brasileiro, coloco ele no mesmo ou até mesmo acima do Lucas di Grassi, polêmica? não apenas uma observação de quem curti muito esporte a motor a combustão.

lll RBS: Já tem um tempão mas uma das coisas mais bacanas que me aconteceu em 2018 foi conhecer o Pomplamoose atrávés do Rubens. Olha só que som bacana que esse casal faz.

lll RBS: E esse 2017/2018 na Formula E onde, Lucas Di Grassi queria segurar seu título mas acabou dando larga margem para Jean Eric Vergne abiscoitar seu primeiro título na categoria. Categoria essa que encanta aos olhos daqueles que sentem falta de nomes muitas vezes apagados em outras categorias e brilham por lá. Aliás, você sabia que o BP agora também está cobrindo a Formula E? Aqui está o link direto da nossa colunista Cinthia Venâncio para o perfil dela aqui mesmo no BP onde você pode saborear essa categoria.

lll CEV: E segundo muitos a melhor música eletrônica foi essa aí de baixo. Não sou muito chegado à música eletrônica (e ainda não aprendi a amar a F-E), mas se estamos falando dos melhores, aí vai:

lll RGPN: Gostei da inserção do Valesi, mas sobre a Fórmula E no BP, sou grato pela chegada da Cinthia, pois sempre temi em tratar de uma categoria que eu mesmo tenho receio em trata-la com descaso, sendo o oposto do que a Srta. Venância faz com tanto esmero.

lll RBS: Outro presente foi o Valesi que me deu. Tim Michin da Austrália mandou essa baita mensagem sobre o Natal. Um soco na boca do estomago da alma. Letra sincera.

lll RBS: E na Fomula Indy? Scott Dixon levou o canecão para casa pela quinta vez na categoria, (2003, 2008, 2013, 2015). O que Fernando Alonso vai fazer lá ano que vem?

lll CEV: Espero que mande bem da mesma forma que os alemães do BossHoss fizeram na América. Para mim, essa foi a melhor música (descoberta em) 2018:

lll CEV: Sim, eu sei que esse riff é conhecido, mas não vi problema nenhum nisso…

lll RGPN: Fernando Alonso e a McLaren vive uma lua de mel atualmente que dá até gosto de ver, Scott Dixon eu fique fã dele mais pelo boa praça que ele, voltando ao Alonso, ele busca ser o melhor em qualquer modalidade que corra, sendo hoje, na minha humilde e foda opinião o piloto mais completo da terra, talvez até do sistema solar, falando em ser completo o pessoal da banda half•alive, estão vendo esse ponto lista aqui • , depois que eu assisti esse clipe e gostei da banda adotei aqui no nome do BP.

lll RBS: Mais um presente vindo do passado com cheiro de novo. Sou fã desse cara mas seus covers nem sempre agradam. Mesmo que nos apresente aos originais que em muitos casos são obscuridades, o fato de fazer cover da banda da amiga em 2018 demorou muito, mas que bom que veio.

lll RBS: Copa Truck! Aquela que até agora não sei direito “o que virou o que” mas tiveram ao menos três monstros do mundo motorizado diputando o título: André Marques se viu abandonando as duas últimas provas, Felipe Giaffone e o campeão Roberval Andrade. Estes dois últimos separados por 4 pontos! Detalhe que Giaffone venceu a segunda corrida e pegou um tubo de teletransporte para correr as 500 Milhas de Kart da Granja Viana (seu kartódromo por sinal). Cobertura que o BP realizou com o casal que assina o cheque por aqui, Rubens e Débora.

lll RGPN Rapaz fiquei fã do Giaffone, o cara me chega de helicóptero direto de Curitiba e já desce direto para o kart. Falando em 500 Milhas de Kart da Granja Viana, tivemos muitas emoções naquele final de semana e o próprio BP saiu mais amadurecido de lá, quem em foi melhor do que antes e em 2018 retornou mais amadurecido foi o Franz Ferdinand que apesar do amadurecimento continua o mesmo.

lll RBS: Nem só de flores vivemos. Perdemos Dolores O’Riordan, uma mulher de voz inconfundível foi encontrada morta em um sua banheira em janeiro de 2018. Segundo dizem, por conta de uma overdose de alcool, porém foram encontrados medicamentos no local que possivelmente foram misturados à bebida. Mas ela deixou um legado vasto junto ao Cranberries com 7 albuns, dois albuns solo e um no projeto D.A.R.K. com Olé Koretsky e o ex-baixista dos Smiths Andy Rourke.

lll RBS: Que final na Nascar esse ano! Joey Logano! Kevin Harvick! Kyle Busch!Martin Truex Jr.! Os 4 pilotos disputando as finais após serem definidos como postulantes ao título, fizeram uma eletrizante corrida no Homestead-Miami Speedway.

lll RBS: Entre esses pilotos, apenas um ainda não era um campeão. Quis o Santo das Curvas Para Esquerda presentear pela primeira vez Joey Logano. Esse é O Cara da categoria principal da Nascar 2018.

lll RGPN: A Nascar este ano eu bem que tentei, porém só assisti a etapa de Watkins Glen, queria ver se os yankees sabem virar para esquerda e para a direita na mesma volta, bom percebi que eles sabem foi uma corrida sensacional vencida pelo Chase Elliott, do qual o Casola já contou a sua história aqui: Uma data simbólica para o futuro, mas o que eu curti da terra dos yankees este ano foi o cantor Dan Croll, que tem uma voz sensacional.

lll RBS: Assim como Dolores, em janeiro perdemos Mark E Smith aos 60 anos de idade. Um incansavel compositor vindo da onda punk nos anos 70 em Manchester UK com sua banda The Fall. Sua morte foi sentida por toda comunidade musical, principalmente a cena alternativa. Infelizmente (ou felizmente) Mark não era um Bowie ou Prince. Estava mais para um Ian Curtis (Joy Division). Quem sabe no futuro, a grande mídia reveja seu vasto material com o carinho que merece.

lll RBS: Na MotoGP, Minha Nossa Senhora da Biclicleta colocou mais uma vez esses meninos desmiolados em pé para fazerem uma temporada onde o espanhol Marc Marquez pela quinta vez levanta o copo de Baré Cola no ponto mais alto do pódio. Aí tem a galera que mandou bem também como Andrea Dovizioso, Maverick Vinãles, e o titio mítico Valentino Rossi.

lll RBS: Muitos contemporaneos ficaram na Tamburelo da vida em 2018. E por isso mais um entra na nossa lista como um dos caras mais influentes desse ano pelo seu legado. Pete Shelley, ex vocalista dos Buzzcocks também nos deixou a menos de um mês em 6 de dezembro vitima de um ataque cardíaco.

lll RGPN Rapaz o Bunnyman tá com um clima muito dantesco, mas sabe a MotoGP foi um grata surpresa para mim, outra categoria que eu tinha uma resistência em acompanhar, porém decidi me desabrochar para ela, primeira corrida que eu decidi assistir foi justamente a da disputa do título no GP da Austrália, disputada na lindíssima pista de Phillip Island Grand Prix Circuit, prometo acompanhar em 2019, mas foi do maior fã de motovelocidade que veio o ápice da música no mundo do automobilismo, com um simples tweet do Bruno do Fim do Grid levou este hino ao GP do Brasil.

lll RBS: Voltando ao papo lá em cima que deixamos no vácuo: Ainda tem gente que fala mal de Lewis Hamilton? Será que mereceu o título de Melhor do Ano? E Sebastian Vettel é só uma sombra dos verdadeiros heróis que foram os carros da RedBull entre 2010 e 2013? Fernando Alonso ainda é bom ou já perdeu a mão e colocou a culpa na McLaren? Assim como esse parágrafo não é uma verdade, os caras citados aí em cima podem gerar controvérsias e devem mesmo. Pois um ano novo sem polêmica, não é um ano completo.

lll RBS: Que em 2019, possamos continuar discutindo muito além do que a tv nos deixa ver. O BP está recheado de informação trazida por quem ama o que faz de forma incondicional.

lll BPBeats é uma produção da dupla que não é sertaneja, contudo é a prova que panela velha faz comida boa sim, Carlos Eduardo Valesi que já era residente fixo do BP em conjunto com Ricardo Bunnyman peça única da podosfera tupiniquim que foi recentemente adquirido em um leilão beneficente e por uma força do destino do qual nem os búzios, nem os zodíacos e muito menos os físicos teóricos da Magrathea poderiam prever que o encontro desses dois surgiria uma série tão empolgante e digna das melhores revistas do ramo musical tal qual como Rolling Stones e da saudosa MTV, apreciem sem moderação.

BP Beats

Depois de um bate papo no happy hour do BP, entre uma brincadeira e outra surgiu a ideia de uma nova atração no site que é essa que o Amigo Cabeça de Gasolina está pondo os olhos agora: O BP Beats tem como ideia fazer algum tipo de sintonia com o automobilismo e sua provável trilha sonora, sob a batuta de Carlos Eduardo Valesi e Ricardo Bunnyman você irá serpentear pelo universo do automobilismo com rápidas paradas nos mundos colonizados por músicos e suas obras!!!