TL3 Espanha – Mercedes se mantém na frente em sessão com batida forte de Brendon Hartley

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Mais uma sessão de treinos livres com forte domínio dos pilotos da Mercedes, Lewis Hamilton liderou com 1:17:281 já quebrando o recorde da pista, mas ele ainda não é considerado oficial, então a expectativa para a classificação é bem alta. Bottas ficou com a segunda colocação, mas disputou com o seu companheiro de equipe a ponta intensamente e apenas 0s013 separaram os dois.

Logo em seguida tivemos os dois carros da Ferrari, que optaram por treinar apenas com os compostos supermacios. Ricciardo em quinto fez um treino mais longo com os médios e apenas algumas voltas rápidas com os compostos mais velozes do final de semana nos últimos instantes da sessão, enquanto o seu companheiro de equipe permaneceu nos boxes e terminou ocupando apenas o décimo segundo lugar.

As Haas voltaram a apresentar um bom desempenho com o sexto lugar de Magnussen e Grosjean. A Renault mais uma vez neste final de semana com Sainz e Hulkenberg estava construindo a sua evolução na pista, portanto os resultados estão demorando a aparecer, o espanhol terminou em oitavo com o companheiro em décimo primeiro, ambos teriam a chance de dar mais uma volta no circuito mas Hartley encerrou a sessão mais cedo após bater no muro de contenção com a sua Toro Rosso quando perdeu a traseira do carro.

A classificação começa às 10h pelo horário de Brasília e pode ser assistida pelo Sportv2.

lll Saiba como foi o terceiro treino livre

Na última sessão de trinos livres anterior a classificação, iniciou-se com os dois carros da Sauber e McLaren deixando os seus boxes e se encaminhando para a pista com os compostos supermacios apenas para as suas voltas de instalação.

O primeiro tempo foi registrado com Brendon Hartley (1:20:486) sendo o único piloto que permaneceu na pista com quase 10 minutos de sessão. O piloto da Toro Rosso seguiu alternando entre voltas rápidas e lentas e conseguia melhorar a sua marca para 1:20:073.

Com quase 14 minutos de sessão outros pilotos começaram a fazer companhia para o neozelandês e Bottas passava a assumir a liderança com 1:18:496, mas pouco tempo depois Sebastian Vettel superou o finlandês com 1:18:324 e Raikkonen se tornava o terceiro colocado. Hamilton que estava no mesmo giro deles, conclui a sua volta instante depois para se tornar o primeiro colocado com 1:18:112.

Bottas conseguia melhorar a sua marca para 1:18:081 utilizando os pneus macios e superava o seu companheiro de equipe. Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen que estavam com os supermacios conseguiam evoluir as suas marcas mais permaneciam em terceiro e quarto lugar. Ricciardo com os compostos médios era o quinto com 1:19:003, seguido por Alonso e Sainz.

https://twitter.com/F1/status/995247298367119360

Bottas que já havia quebrado o recorde da pista, mesmo não valendo como oficial, não deixava de ser uma excelente marca 1:17:873 colocando 0s239 em seu companheiro de equipe. Grosjean saltava para a quinta posição com 1:18:934 e Vandoorne era o oitavo colocado com 1:19:343.

A ponta mais uma vez era muito disputada, mas ficava concentrada nas mãos da Mercedes e Hamilton superava o companheiro de equipe com o 1:17:844 ficando a 0s029 de Bottas.

Com meia hora de sessão já concluída as posições dos pilotos eram: Hamilton, Bottas, Vettel, Raikkonen, Ricciardo, Grosjean, Magnussen, Verstappen, Alonso e Vandoorne.

Aos poucos os carros da Renault começavam a evoluir na sessão e Hulkenberg saltava da décima primeira posição para oitavo ao registrar 1:18:950. Magnussen seguia evoluindo a sua marca ainda na sétima posição e tinha 1:18:940.

As escapadas na pista ficaram mais raras nesta sessão, mas ainda assim fora possível ver Verstappen cometer algum erro. Minutos depois na curva 4 Stroll também escapava para dentro da brita, mas conseguia sair sozinho.

Restando pouco mais de 20 minutos para o término da sessão, Sebastian Vettel havia retornado para a pista e conseguia colocar 1:17:604 com jogos de supermacios novos. Hamilton, Bottas e Raikkonen também haviam retornado para mais algumas voltas rápidas.

Valtteri Bottas retornava para a ponta ao registrar 1:17:431, mas pouco depois o seu companheiro de equipe marcava 1:17:281. Raikkonen que se mantinha em terceiro conseguia melhorar para 1:17:581. Fernando Alonso que era o décimo colocado, subia para a sexta colocação com 1:18:918.

Restando 12 minutos para o término da sessão Bottas registrou 1:17:294.

Ricciardo ainda retornou para a pista, mas o australiano tinha pouco tempo para tentar algumas voltas rápidas. Magnussen se tornava o quinto colocado ao registar 1:18:357 e Grosjean tinha 1:18:706 na sétima posição. Leclerc com a Sauber era o décimo terceiro colocado com 1:19:292.

Assim que o piloto da Red Bull fez o aquecimento dos seus pneus tinha 1:17:981, subindo para a quinta colocação e superando o piloto da Haas. A Renault nos últimos instantes evoluiu com Sainz que passou a ser o oitavo colocado e tinha 1:18:783 e Hulkenberg era o décimo primeiro colocado.

Restando pouco mais de dois minutos para o término da sessão Hartley batia forte na curva 10, depois de passar com as rodas na grama e perder o controle da traseira do seu carro, fora em direção a barreira de contenção. A imagem mais impressionante, era assim que a sua Toro Rosso fora içada, o câmbio se soltava do carro e caia no chão. O terceiro treino livre foi finalizado com bandeira vermelha, mas nada aconteceu com Hartley.  

https://twitter.com/F1/status/995259080221609984

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.

%d blogueiros gostam disto: