TL3 Barcelona – Lewis Hamilton amplia distância para Ferrari de Leclerc com 0s5

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

A Mercedes mostrou mais uma vez durante este final de semana, que está a um passo a frente. A manhã de sábado (11) em Barcelona foi liderada por Lewis Hamilton, que encaixou 1:16:568 na simulação de classificação. O inglês abriu vantagem, superando Charles Leclerc e a Ferrari por 0s531.

Valtteri Bottas ficou com a terceira posição e um tempo limitado para executar o seu programa, pois acabou atolado na brita e provocando uma bandeira vermelha. Sebastian Vettel, fechou em quarto com 1:17:172.

Destaque positivo para a Haas, que não havia começado muito bem a sessão, mas foi capaz de crescer e superar a Red Bull, assumindo o posto de terceira força nesta atividade. Max Verstappen precisou se contentar com a sétima posição, seguido por Alexander Albon, defendendo a Toro Rosso. Kimi Raikkonen imprimiu um ritmo forte para a Alfa Romeo, com a nona posição, enquanto Carlos Sainz fechou em décimo com a McLaren.

A Fórmula 1 retorna às 10h para a execução da classificação.

lll Saiba como foi o Terceiro Treino Livre

A temperatura na pista estava na casa dos 29°C, com 21°C no ambiente.

 

Assim que a pista foi liberada, Lando Norris da McLaren partia para a volta de verificação, junto a outros pilotos, como Lando Norris, Carlos Saiz e Kevin Magnussen, todos utilizando os compostos médios (faixa amarela).

Robert Kubica abriu a tabela de tempos ao anotar 1:28:795. Com a aproximação dos primeiros 10 minutos de sessão, Charles Leclecr concluía o seu primeiro giro rápido com 1:19:334, mas Sebastian Vettel vinha melhorando os setores e rapidamente anotou 1:18:925.

Por algum tempo, Charles Leclerc e Sebastian Vettel disputaram a ponta, o monegasco avançou para 1:18:377, com o alemão anotando 1:18:255. A dupla utilizava os pneus macios (faixa vermelha).

Daniel Ricciardo e Nico Hulkenberg, aproveitavam para ocupar a terceira e quarta posições.

Sebastian Vettel com quase 15 minutos de sessão realizada, rodou na (chincane curva 16), perdendo a traseira do carro e logo em seguida precisando retornar aos boxes.

Poucos minutos depois era a vez de Valterri Bottas rodar na curva 7 e provocar uma bandeira vermelha. O finlandês também perdeu a traseira do carro e foi direto para a brita, ficando sem possibilidade de retornar a pista.

O cronometro continuava na regressiva e as posições eram: Vettel, Leclerc, Ricciardo, Albon, Hulkenberg, Kvyat, Sainz, Russell e Kubica. Apenas nove pilotos tinham registrado tempo e restavam 35 minutos para o término da terceira sessão.

Vettel liderava com 1:18:255, com 0s066 Leclerc ocupando a segunda posição. Ricciardo em terceiro tinha 1:19:219.

 

 

A pista não demorou para ser liberada e atividade era retomada rapidamente. Aqueles que não tinham nenhum tempo cronometrado, logo deixaram os boxes e iniciaram as suas atividades. Vários pilotos utilizavam os pneus médios.

Lewis Hamilton aparecia na terceira posição com 1:18:371 e era seguido por Raikkonen com 1:19:200.

Os pilotos estavam focados nas voltas rápidas e Hamilton não demorou para assumir ao cravar 1:17:655. Verstappen passava a ser o quarto colocado com 1:18:705, enquanto Kvyat e Albon tratavam andar próximos a Red Bull, no entanto o time utilizava os compostos macios.

A dupla da Haas demorou para encontrar o bom rendimento do dia anterior, Kevin Magnussen subiu para a quinta posição com 1:18:761, restando 25 minutos para o final. Enquanto isso Roman Grosjean era o oitavo com 1:18:960.

Ainda era comum ver os pilotos cometendo alguns erros e a traseira do carro era que o que se mostrava mais instável no circuito.

Restando menos de 20 minutos para o encerramento do terceiro treino livre, a pista passava a ficar em silêncio. As posições do 10 primeiros eram: Hamilton, Vettel, Leclerc, Albon, Verstappen, Gasly, Magnussen, Kvyat, Grosjean e Ricciardo.

Valtteri Bottas retornou para a pista, nos quinze minutos finais. O finlandês passou a utilizar os pneus macios. Fazendo companhia a ele, Sebastian Vettel e Charles Leclerc retornavam para mais algumas voltas rápidas.

O monegasco superava Bottas ao anotar 1:17:099, contra o 1:17:291 do finlandês, enquanto isso Hamilton e Vettel abriam suas voltas.

O primeiro setor era da Ferrari, mas a Mercedes recuperava o tempo no segundo e no terceiro, foi desta forma que Hamilton anotou 1:16:568, Vettel havia concluído em terceiro com 1:17:172. Grosjean passava a ser o quarto colocado com 1:17:192.

Bottas retornava a disputa, se tornando o terceiro colocado com 1:17:123, superando o alemão da Ferrari.

A terceira sessão, terminou em regime de bandeira vermelha, após George Russell, perder a traseira do seu carro e bater na curva 5.

 

Mercedes e Ferrari se alternavam nas primeiras posições, enquanto a Haas se colocava a frente da Red Bull, defendida por Verstappen na sétima posição. Albon da Toro Rosso se mostrava próximo do holandês.

 

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!