TL2 México – Sebastian Vettel assume a ponta, com Max Verstappen colado em piloto da Ferrari

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Sebastian Vettel deu o troco e levou a Ferrari para a primeira posição, anotando 1:16:607 com os pneus macios na segunda rodada de voltas rápidas durante o segundo treino livre realizado nesta sexta-feira (25) no México. Max Verstappen superou Charles Leclerc para ficar com a segunda posição com a marca de 1:16:722.

Charles Leclerc foi o terceiro colocado, separado por 0s465 do companheiro de equipe. A dupla da Mercedes ficou um pouco apagada, após Valtteri Bottas e Lewis Hamilton ocuparem a quarta e a quinta colocação, respectivamente. O inglês foi o dono do melhor tempo do TL1 no Autódromo Hermanos Rodríguez.

Completando o grid, logo depois apareceu Daniil Kvyat e Pierre Gasly da Toro Rosso. A dupla da McLaren esteve em oitavo e décimo com Carlos Sainz e Lando Norris, com Nico Hulkenberg da Renault entre eles.

Os pilotos reclamaram dos desgastes dos pneus, principalmente nos momentos em que entraram em modo de simulação de corrida, pois a goma se degradava rapidamente. Pelo circuito era possível ver os pedaços do pneu que se desfazia, mostrando que mesmo a aposta da Pirelli para compostos mais duros, era inevitável o desgaste.

Mais uma bandeira vermelha pintou no circuito, após a batida provocada por Alexander Albon da Red Bull.

A Fórmula 1 retorna amanhã ao 12h para a realização do terceiro treino livre.

lll Saiba como foi o Segundo Treino Livre

Na pista a temperatura havia subido para os 36°C, com 21°C no ambiente.

 

Rapidamente Antonio Giovinazzi e Kimi Raikkonen foram para a pista, utilizando os pneus médios e duros, respectivamente.  O italiano anotou 1:20:600, mas o companheiro de equipe superou ele rapidamente quando anotou 1:20:277.

Nicholas Latifi devolveu o carro para Robert Kubica, mas não demorou muito tempo para o polonês começar as suas atividades na pista. Lando Norris também havia começado o trabalho para as suas voltas rápidas e assim subiu para a primeira posição, mas logo melhorou para 1:19:600.

Enquanto a dupla da Mercedes permanecia nos boxes, Sebastian Vettel anotou 1:18:697 de pneus médios, mas Charles Leclerc acabava escorregando na pista e a volta do monegasco era em 1:34:122. O circuito ainda estava muito escorregadio, principalmente por conta do esfarelamento dos pneus. Os pilotos apostavam na utilização dos pneus médios e duros e ninguém era visto com os compostos macios.

Restando cerca de quinze minutos para o término da primeira meia hora, Alexander Albon ao passar pela parte verde da pista, perdeu a traseira do carro, batendo no muro de contenção da curva sete, com isso a sessão foi paralisada, com o regime de bandeira vermelha instaurado no circuito.

 

Assim que a pista seria liberada mais uma vez, uma fila se formou na saída dos boxes, apenas Raikkonen, Giovinazzi, Kubica e Russell retornaram utilizando os pneus macios.

 

Max Verstappen passou para a segunda posição, melhorando a marca para 1:18:075, acompanhado por Hamilton em terceiro com 1:18:151, enquanto isso Bottas era visto rodando no circuito, evitando por muito pouco o muro de contenção. Pierre Gasly com a Toro Rosso, surpreendia, subindo para o terceiro lugar com 1:18:003, utilizando os pneus médios.

 

Os pilotos acabavam escapando várias vezes da pista, enfrentando a mesma dificuldade da primeira sessão para realizar algumas curvas.

Após uma breve parada nos boxes, Charles Leclerc retornava com os pneus macios, assim como Sebastian Vettel. O monegasco anotou 1:17:072, mas o alemão conseguia bater o tempo anotando 1:16:607 e assim retornou para a primeira posição.

Aos poucos os pilotos foram mudando para os pneus macios e Sergio Pérez passou a ser o sétimo colocado, acompanhado por Daniel Ricciardo com a Renault em oitavo.

Assim que Max Verstappen, subiu para a segunda posição ele anotou 1:16:722, com os pneus macios. Enquanto Bottas passava a ser o quarto colocado após anotar 1:17:221, com Kvyat em quinto anotando 1:17:747.

Restando quarenta minutos para o término das sessões, as posições eram: Vettel, Verstappen, Leclerc, Bottas, Hamilton, Kvyat, Gasly, Sainz, Hulkenberg e Stroll. Hamilton conseguiu subir para a quinta posição com 1:17:570.

Lando Norris passou a ser o décimo com 1:18:349 coma McLaren, enquanto Carlos Sainz era o oitavo com 1:18:079. Alguns pilotos já haviam passado a realizar as voltas em modo de simulação de corrida.

As equipes identificavam que seria difícil utilizar os pneus macios por muito tempo e com isso muito a corrida com duas paradas era quase certa. Nos últimos minutos os pilotos passaram a focar na utilização dos pneus duros, pois mesmo os compostos médios estavam sofrendo.

Com o cronômetro zerado, Charles Leclerc encerrava a sessão rodando na pista. 

 

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!