Retrospectiva: O que vimos com Toro Rosso, Renault, Alfa Romeo, Racing Point, Haas e Williams.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

O meio de pelotão é o que mais chama a atenção nesta temporada, dada a proximidade deles desde o início de 2019, ainda nos testes. Neste texto vamos falar da Toro Rosso, Renault, Alfa Romeo, Racing Point, Haas e Williams.

lll Toro Rosso

Classificação

Alexander Albon 7 Vs. 5 Daniil Kvyat

Corrida

Alexander Albon 5 Vs. 7 Daniil Kvyat

A Toro Rosso é a atual quinta colocada do campeonato, somando 43 pontos e distantes da McLaren. A equipe é subsidiária da Red Bull e tem atuação direta do time, o que algumas vezes rende bons resultados, mas às vezes o time precisa ser sacrificado em  por conta da equipe principal.

Para o desenvolvimento do carro desta temporada, a Toro Rosso foi palco dos testes da Red Bull, principalmente ligados ao motor Honda utilizado ainda em 2018 que estava passando por frase de aperfeiçoamento. Nesta temporada eles alinharam os projetos buscando sempre o crescimento, mas ainda com foco no time principal.

Os abandonos foram caracterismos de disputas em pista com outros pilotos, como no GP do Azerbaijão, onde Daniil Kvyat foi acertado por Daniel Ricciardo que perdeu o ponto de freada, utilizou a área de escape e bateu no carro do russo que estava logo atrás em seu ponto cego.

No começo da temporada foi mais difícil obter pontos, mas com o passar do tempo o time foi entrado nos eixos. Eles se aproveitaram da dificuldade da Renualt, bem como a queda da Haas para conseguirem subir para o quinto lugar. Os resultados são distantes dos obtidos pela Red Bull, mas ainda assim são significativos.

A Toro Rosso pode encontrar dificuldade para dar continuidade no campeonato, pois Alexander Albon teve o seu acento trocado com Pierre Gasly. O francês foi ‘’rebaixado’’ pela Red Bull, após não obter resultados satisfatórios em 2019. Ainda que Daniil Kvyat seja o responsável por boa parte dos pontos, devemos pensar na adaptação e nos resultados psicológicos no meio de uma temporada podem trazer. Para a Red Bull, também fica a pergunta, se está foi a melhor opção, pois Albon conquistou apenas 16 pontos nestas doze rodadas, pontuando em apenas quatro.

lll Renault

Classificação

Daniel Ricciardo 8 Vs. 4 Nico Hulkenberg
Corrida

Daniel Ricciardo 6 Vs. 6 Nico Hulkenberg

Assim como a Ferrari, o projeto da equipe francesa era bem ousado, remetendo a várias configurações e ampliando a sua gama de aceitação nos circuitos, mas o projeto não saiu como o esperado. Os problemas com o motor apareceram, bem como a instabilidade do carro que acabou condenando algumas classificações onde os pilotos se quer conseguiram seguir para o Q2.

O começo não foi nada animador para Daniel Ricciardo que deixou a Red Bull em 2018, dois abandonos acometeram o carro do australiano (Austrália e Bahrein), o segundo chocando mais, pois os dois carros apagaram praticamente juntos. O melhor resultado do australiano se deu no GP do Canadá, onde ele largou da quarta posição e terminou em sexto.

Para Nico Hulkenberg o melhor resultado é um sétimo lugar, tanto em corrida (GP do Canadá), como em classificação (GP da França). Durante a corrida da Alemanha, enquanto disputada em casa, o piloto esteve perto de conquistar o primeiro pódio, mas após bater, desperdiçou o melhor resultado em doze corridas.

Juntos eles somaram 39 ponto, mas a posição no campeonato pode ser alterado.

lll Alfa Romeo

Classificação
Kimi Raikkonen 9 Vs. 3 Antonio Giovinazzi
Corrida
Kimi Raikkonen 11 Vs. 1 Antonio Giovinazzi

A Alfa Romeo está na sétima posição, somando 32 pontos, uma a mais que a Racing Point. Todos os 31 pontos, foram conquistamos por Raikkonen, enquanto Giovinazzi soma apenas um ponto pelo GP da Áustria.

Giovinazzi está em sua primeira temporada completa, pois nos anos anteriores, o piloto participava apenas de testes, com Ferrari, Haas e Sauber e apenas em 2018, ganhou uma vaga para a Fórmula 1, estreando nesta temporada. A posição dele se assemelha a de Gasly na Red Bull, pois o italiano não consegue se manter na maioria das vezes próximo ao companheiro de equipe, mas como a Alfa se mantém em desenvolvimento, eles permanecem com a sua dupla.

A equipe italiana ficou entre o bolo que luta por um melhor posicionamento nas classificações e como não conseguem garantir espaço neste momento do final de semana, para o domingo ficou mais difícil de obter resultados mais consistentes.

A melhor pontuação, poderia ter vindo no GP da Alemanha, quando terminaram a prova na quinta e sexta posições, no entanto os comissários de prova, analisaram a largada do time e identificaram uma irregularidade, o que custou o acréscimo de dez segundos a cada um dos pilotos.

Bem como a Haas e Ferrari, o problema no desgaste dos pneus também está presente no C38, o que acaba dificultando em uma abordagem mais agressiva na pista.

Eles seguem buscando melhorar nas classificações, para que possam crescer com os dois pilotos, ainda acreditando no desenvolvimento do time como um todo.

lll Racing Point

Classificação

Lance Stroll 0 Vs. 12 Sergio Pérez

Corrida

Lance Stroll 4 Vs. 8 Sergio Pérez

Quando levamos os 31 pontos conquistados pela Racing Point em consideração, precisamos olhar um histórico de cerca de três anos. As dificuldades financeiras enfrentadas pela equipe, dificultaram o desenvolvimento do carro e projeto de 2019, pois o mesmo é um refinamento do que vimos ainda em 2017, seguindo os padrões estipulados para está temporada.

Durante o GP da Alemanha, a Racing Point atingiu o terceiro maior estágio de atualizações e foi quando a equipe técnica liderada por Andy Green pode se fato colocar recursos de ponta no carro, com este empurrão e uma estratégia ousada, Lance Stroll terminou na quarta posição.

Toda está tormenta explica os resultados ruins dos pilotos principalmente durante a classificação, mas eventualmente em algumas provas eles estiveram na zona de pontos. Pérez é o piloto com mais problemas pois desde o GP do Azerbaijão não soma nenhum ponto para a equipe.

A Racing Point deve anunciar os pilotos para a próxima temporada em breve. Neste momento eles preparam um novo pacote de atualizações, para o retorno das férias, com a promessa de melhorar no campeonato e deixar o oitavo posto.

lll Haas

Classificação
Romain Grosjean 5 Vs. 6 Keving Magnussen
Corrida
Romain Grosjean 4 Vs. 8 Kevin Magnussen

A temporada atual da equipe americana não esta sendo nada fácil. Em 2018 a Haas terminou na quinta posição, mas atualmente é a nona colocada do campeonato e eles acreditavam que neste ano seria possível obter o quarto lugar.

Magnussen pontuou em duas etapas até o GP da Espanha sozinho e foi nesta mesma prova, que Grosjean, obteve o seu primeiro ponto. Neste mesmo período de cinco corridas o francês tinha abandonado três provas.

Com apenas um piloto pontuando e o outro com resultados abaixo do esperado, a equipe começou a ficar para trás no campeonato. Eventualmente outros problemas surgiram, principalmente com os companheiros de equipe, que por andarem próximos, acabavam se encontrando na pista e prejudicando a corrida do outro, até que no GP da Inglaterra o toque foi mais forte e os dois abandonaram.

Assim como a Ferrari, o VF-19 também tem um consumo grande de pneus, algo que prejudicou a equipe durante a classificação e dificultou a busca por uma melhor posição. Atualmente a Haas tem 26 pontos, mas ela ainda consegue sonhar com posições a frente, dada a proximidade.

Gunther Steiner, foi muito perguntado sobre a possível troca dos pilotos, principalmente após o GP da Inglaterra, mas o chefe de equipe prefere terminar a temporada com os dois, pois testes e outros trabalhos estão no cronograma deles.

lll Williams

Classificação
George Russell 10 Vs. 2 Robert Kubica
Corrida
George Russell 10 Vs. 2 Robert Kubica

A Williams alinhou o carro no grid sem a perspectiva de obter pontos. Todo e qualquer resultado, era muito distante dos obtidos pelas outras equipes e a disparidade entre os companheiros foi bem marcante, principalmente nos momentos em que Robert Kubica, conseguia tempos mais altos que Russell.

Como ironia do destino, foi justamente Kubica que obteve o primeiro ponto da equipe, após cruzar a linha de chegada melhor posicionado no GP da Alemanha e herdar a décima posição quando os carros da Alfa Romeo foram punidos.

Em questão de atualizações, a equipe enfrenta sérios problemas para desenvolver o carro e o melhor aperfeiçoamento de peças se deu na Alemanha, mas foi na Hungria em que Russell conseguiu um décimo sexto lugar, a ponto de quase avançar para o Q2, pela primeira vez no ano.

O time busca diminuir a distância dos tempos obtidos durante as fases da classificação e uma melhor performance nas provas, sonhar com uma conquista de pontos, ainda está longe, mas em eventos não convencionais, eventualmente mais algum bom resultado pode surgir para a equipe.

A Fórmula 1 retorna no dia 30 para a realização do primeiro treino livre do GP da Bélgica.

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!