ColunistasFórmula 1Post

Preview GP da Emilia-Romagna – Ferrari busca vitória em casa

A Fórmula 1 disputará neste fim de semana a quarta corrida do campeonato com a realização do GP de Ímola. Existe muita expectativa para essa prova, principalmente para ver o comportamento dos carros em um circuito tão técnico e desafiador.

A previsão é de chuva para alguns momentos deste fim de semana, portanto pode ser a primeira vez que vamos ver o comportamento destes novos carros em uma pista molhada. Em Barcelona a Pirelli umedeceu o asfalto do circuito, para que os times realizassem os testes dos pneus intermediários e de chuva extrema, mas nada se compara com a verificação em um fim de semana com clima instável.

Falando sobre os pneus, alguns pilotos relataram nas últimas etapas que tiveram um pouco mais de dificuldade para aquecer os pneus. Quando os compostos não estão operando na temperatura ideal, eles começam a esfarelar e a sensação que alguns pilotos têm, é de andar em cima de bolas de gude. Isso pode ser um problema em Ímola, o pit-stop é lento e com as temperaturas baixas, os pilotos podem sentir um pouco mais de dificuldade, principalmente nos primeiros metros pós-saída dos boxes.

LEIA MAIS: F1 – Nova Sprint?

O que pode ser um ponto de preocupação para os times e pilotos, pois o traçado de Ímola é bem sinuoso e pune os pilotos que não estão tão bem-preparados. A pista tem características de um traçado antigo, principalmente por cobrar muita técnica e os trechos mais estreitos não deixam margem para erro. Se o piloto perder o controle do carro, acaba direto no muro de contenção.

A Pirelli fornecerá doze jogos de pneus da sua gama intermediária, a distribuição dos compostos ficou desta forma: 2 jogos de C2 (duro – faixa branca), 4 jogos de C3 (médio – faixa amarela) e seis jogos dos pneus C4 (macio – faixa vermelha). A alteração tem relação com a Sprint, pois o fim de semana é todo modificado, desta forma ao reduzir um conjunto de pneus, a Pirelli pode provocar uma movimentação maior nas atividades.

Pneus escolhidos pela Pirelli para o para o GP da Emilia-Romagna – Foto: Ale Ranieri / BP

O formato da Sprint será realizado em três finais de semana neste ano, além de Ímola, Áustria e Brasil vão receber o formato. A Sprint no Brasil foi a que mais agradou, pois Lewis Hamilton fez duas grandes provas no sábado e no domingo.

Para esta temporada ficou decidido que os oito primeiros colocados na corrida do sábado vão receber pontos, essa também foi uma forma encontrada para motivar os pilotos. Com a aproximação do grid esperam que as provas Sprint possam ser mais movimentadas.

Confira o formato

O formato do fim de semana com Sprint muda – Foto: Ale Ranieri / BP

Assim como Melbourne, Ímola é uma pista travada, onde poucas ultrapassagens acontecem. Realizar uma boa classificação é bem importante, mas apresentar um bom ritmo para a prova de sábado, também é igualmente importante, pois ela determinará a melhor posição para a prova do domingo.

Ímola terá apenas uma zona de utilização do DRS, localizada 60 metros antes da curva 19 e que acaba antes da curva 2. O ponto de detecção sofreu uma nova alteração, agora ele está localizado 385 metros antes do ponto que era em 2021, ficando entre as curvas 15 e 16.

O fim de semana será desafiador, pois agora o TL1 é a única atividade em que eles vão conseguir preparar os carros para a classificação e corridas. Essa uma hora disponível fica destinada para verificar os carros e promover os ajustes necessários para realizar uma boa prova. Esse é um dos motivos para que alguns times não vão dar grandes atualizações em seus carros, pois não existe muito tempo para testar as novidades.

LEIA MAIS: Gama intermediária de pneus é selecionada pela Pirelli para o GP da Emilia-Romagna

A Mercedes espera que o carro não salte tanto nas curvas como aconteceu no Albert Park, algo que prejudicou muito a performance dos pilotos. De qualquer forma, a Mercedes chega como segunda colocada no Campeonato de Construtores, apenas atrás da Ferrari.

O time italiano, quer garantir mais uma vitória e ampliar a diferença para os adversários. Enquanto a Red Bull, deseja ter solucionado os seus problemas e não abandonar mais uma corrida na temporada. Precisamos ficar de olho na performance e condução de Verstappen, para compreender se a abordagem do piloto será mais agressiva ou conservadora, visando as questões que já foram enfrentadas com o equipamento.

Provavelmente não será uma corrida onde teremos muitas respostas, mas que ajudará a compreender um pouco sobre o comportamento dos carros em um traçado mais travado.

Confira os horários da F1

Programação da F1 para o GP da Emilia-Romagna – Foto: Ale Ranieri / BP

Fórmula 2

A Fórmula 2 retorna neste fim de semana, onde os pilotos vão enfrentar a terceira etapa do calendário. É um circuito completamente novo para os pilotos da base e eles sabem que será uma prova desafiadora. O brasileiro Felipe Drugovich é o atual líder do campeonato e tem como objetivo obter um bom resultado para se manter na liderança.

Programação da Fórmula 2 em Ímola para o GP da Emilia-Romagna – Foto: Ale Ranieri / BP

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Adblock detectado

O BP É UM PORTAL INDEPENDENTE E OS ANÚNCIOS AJUDAM NA NOSSA MANUTENÇÃO, SE POSSÍVEL DESABILITE O SEU BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS!!!